Raquel Lyra exonera aliados do Coronel Meira

Raquel Lyra assina Projeto de Lei que acaba com extinção das faixas  salariais da PM e do Corpo de Bombeiros - PE Notícias

O deputado federal Coronel Meira (PL) teve todos os cargos indicados no Prorural exonerados pela governadora Raquel Lyra (PSDB, nesta segunda-feira (1), inclusive o então diretor-geral Michel Gomes de Sá Ferraz. O parlamentar se encontrava no momento na Assembleia Legislativa para acompanhar a votação do projeto substitutivo sobre as faixas salariais dos militares e evitou repercutir as demissões. Disse apenas que três servidores haviam sido indicados por ele e os demais já estavam no Prorural e apenas pediu que continuassem.

Se mostrando tranquilo, Meira entrou na sala de reunião sorrindo e dizendo que Raquel não gostou da foto dele com a deputada Gleide Ângelo (PSB). O deputado defende a antecipação do fim das faixas salariais dos policiais e bombeiros militares para 2025, enquanto o Godo Estado propõe que seja até 2026.

Outro que sentiu a retaliação do Governo foi o deputado estadual Joel da Harpa (PL), que teve a irmã Jael Maurino do Carmo exonerada do Detran. Ela era coordenadora da unidade do Jaboatão dos Guararapes. Joel disse que já havia pedido para sua irmã ser exonerada.

Também presente na Comissão de Finanças, o deputado Coronel Alberto Feitosa disse que não corre o risco de também ser retaliado: “Não tenho nem uma faxineira no Governo”. Questionado sobre as exonerações dos correligionários, Feitosa disse que “não se perde nada , quando se ganha a liberdade”.