Apesar de derrotado, Bolsonaro venceu em mais estados do que Lula

O que acontece se a eleição terminar empatada? Qual a chance?

Nas eleições mais apertadas da história do Brasil desde 1989, quando aconteceu a redemocratização, Jair Bolsonaro (PL) saiu vitorioso em mais unidades da federação do que seu adversário, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O atual presidente foi o mais votado em 13 estados e também no Distrito Federal, enquanto o petista levou outros 13 estados. Apesar de vencer em mais unidades da federação, Bolsonaro obteve 49,10% dos votos e perdeu o pleito por uma diferença de mais de 2 milhões de votos.

Em comparação ao primeiro turno, Bolsonaro conseguiu a virada no Amapá, obtendo 51,39% dos votos contra 48,61% de Lula. Foi o único estado que teve vencedor diferente do primeiro para o segundo turno. Nos outros 25 estados e no Distrito Federal, Lula ou Bolsonaro mantiveram as vitórias conquistadas.

No Amapá, especificamente, Bolsonaro saltou de 187.621 votos no primeiro turno para 200.313, enquanto Lula caiu de 197.382 votos para 189.507. O Amapá é um dos menores colégios eleitorais do país, à frente apenas de Roraima.

Bolsonaro saiu vitorioso no segundo turno das eleições no Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Acre, Amapá, Rondônia, Roraima, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

O petista, por outro lado, foi o mais votado em Minas Gerais, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Amazonas, Pará e Tocantins.

Bolsonaro obteve sua maior vitória em Roraima, onde obteve 76,08% dos votos contra 23,92% de seu adversário. Já Lula, conquistou sua maior vitória no Piauí, com 76,85% dos votos enquanto Bolsonaro foi o escolhido por 23,15% dos eleitores.

Em 2018, quando foi eleito presidente, Bolsonaro venceu o petista Fernando Haddad em 15 estados e no Distrito Federal no segundo turno: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia, Acre, Amazonas, Roraima e Amapá. Na eleição de 2022, Bolsonaro perdeu em Minas Gerais e Amazonas, onde havia vencido no último pleito.

Fazendo a comparação por regiões, em 2022 Lula venceu em todos os estados do Nordeste, enquanto Bolsonaro venceu em todos os estados do Sul e Centro-Oeste. Nas regiões Sudeste e Norte o resultado foi dividido, com Lula conquistando a vitória em apenas um estado dos quatro do Sudeste, e Bolsonaro vencendo em quatro dos sete estados do Norte.