”A PM entendeu que houve o cometimento de um crime”, diz secretário de Defesa Social sobre ação do Bope que deixou dois mortos

Polícia Civil volta a registrar roubos violentos em boletins online e  outros 12 crimes são incluídos na Delegacia Virtual | Pernambuco | G1

Durante a solenidade do lançamento do “Plano Juntos Pela Segurança”, nesta segunda (27), o secretário de Defesa Social (SDS), Alessandro Carvalho, falou pela primeira vez sobre a ação policial que aconteceu da Comunidade do Detran, na Iputinga, na Zona Oeste do Recife.

No dia 20, dois suspeitos de tráfico foram mortos a tiros após a invasão de uma casa. Nove policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram punidos, sendo seis presos preventivamente e três respondendo em liberdade sob cumprimento de medidas cautelares impostas pela Jusitça.

Em entrevista, Carvalho afirmou que a Polícia Militar deu uma resposta, mesmo que preliminarmente, sobre o caso.

“Nós demos uma resposta, no caso do Detran, não somente dos policiais que estavam envolvidos e a PM entendeu que houve o cometimento de um crime”, enfatizou.

O posicionamento do gestor da pasta aconteceu durante a cerimônia que detalhou as metas e diretrizes do novo plano de segurança do governo do Estado, que aconteceu na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife (RMR).