Apac alerta para chuvas com intensidade forte a partir da noite de hoje e no final de semana em Pernambuco

Dezembro de chuvas no Sertão | Local: Diario de Pernambuco

A semana foi de chuvas e transtornos, com registro de mortes e pessoas desalojadas, que tiveram de deixar suas casas em toda Região Metropolitana e Zonas da Mata. No fim da manhã desta sexta-feira (27), a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), emitiu um novo alerta vermelho que indica chuvas com intensidade forte a partir da noite de hoje e ao longo do final de semana. De acordo com as previsões, as chuvas ocorrem devido ao sistema meteorológico conhecido como Distúrbio Ondulatório de Leste (DOL), que vem se deslocando do oceano em direção ao Leste do Nordeste. O fenômeno pode ocasionar trovoadas e aumento da intensidade dos ventos. O Agreste também deve sentir os efeitos desse sistema.

“Esse sistema quando chega na costa nordestina, provoca precipitações significativas. Previsão para esta sexta-feira, ainda é de chuvas fracas a moderadas. Mas o sistema deve chegar até o Estado já a partir do sábado, aumentando as precipitações de moderada a forte, e se estendendo até o domingo”, explicou o meteorologista da Apac, Roni Guedes.

Datafolha: Lula tem 54% dos votos válidos no 1º turno, ante 30% de Bolsonaro

Lula x Bolsonaro: especialistas questionam pesquisa que mostra empate

Nova pesquisa Datafolha aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceria a eleição de 2022 no primeiro turno, com 54% dos votos válidos, ante 30% do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O percentual de votos válidos, que exclui brancos e nulos, é o considerado pela Justiça Eleitoral para declarar o resultado final.

Para ganhar no primeiro turno, é necessário que o candidato some 50% dos votos válidos mais um. A votação será em 2 de outubro —o segundo turno está previsto para o dia 30 do mesmo mês.

A pesquisa mostrou que Lula abriu 21 pontos percentuais de vantagem sobre Bolsonaro e hoje lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% do principal adversário.

O levantamento foi feito com 2.556 eleitores acima dos 16 anos em 181 cidades de todo o país, nesta quarta (25) e quinta-feira (26). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos. A pesquisa foi contratada pela Folha e está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-05166/2022.

Os resultados confirmam o afunilamento do embate entre Lula e Bolsonaro, o que tem feito rivais dos dois favoritos a estimularem uma campanha contra o voto útil já no primeiro turno.

O terceiro colocado na pesquisa estimulada é Ciro Gomes (PDT), com 7%. Outros postulantes atingiram no máximo 2%. A senadora Simone Tebet (MDB), ungida por ora a candidata unitária dos partidos de centro-direita que tentam fabricar uma terceira via, tem 2%.

Pernambuco recebe mais 52.900 doses de Janssen

Janssen pede à Anvisa inclusão da segunda dose contra Covid na bula -  20/11/2021 - Cotidiano - Folha

Pernambuco recebeu, nesta quinta-feira (26), mais 52.900 doses de vacinas do imunizante da Janssen. Divididos em doze volumes, os imunizantes utilizados contra a Covid-19, estão na sede do Programa Nacional de Imunizações (PNI-PE) para separação dos montantes que serão destinados para os municípios do Estado. As doses da vacina serão utilizadas como aplicação de reforço para população acima dos 18 anos.

As vacinas devem ser administradas em pessoas que receberam a última dose há quatro meses, atendendo as seguintes especificações: público de 18 a 59 anos (reforço 1) e acima dos 60 anos, segunda imunização de reforço. Para a imunização de segundo reforço, ou quarta dose, segundo a orientação do Ministério da Saúde (MS), podem ser aplicadas as vacinas da Astrazeneca/Fiocruz, Janssen e Pfizer/BioNTech.

Governo Bolsonaro é reprovado por 48% dos eleitores, diz Datafolha

Bolsonaro discursa na ONU entre desejo de diplomatas de melhorar imagem e  acenos à base - 20/09/2021 - Mundo - Folha

A avaliação negativa do governo de Jair Bolsonaro (PL) atingiu 48% de reprovação. É o que aponta a nova pesquisa do Datafolha, divulgada nesta quinta-feira, 26. No levantamento anterior, em março, o índice era de 46%. A oscilação está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de 2% para mais ou para menos.

Aqueles que consideram o presidente como um governo positivo somam apenas 25%, mesmo resultado registrado em março. Outros 27% apontam o desempenho de Bolsonaro como regular e, 1% disse não saber.

Com os resultados, segundo o Datafolha, Bolsonaro continua no posto de presidente com a pior avaliação em igual tempo de mandato entre todos os presidentes eleitos após a redemocratização do país.

Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, ambos do PT, tinham 22% e 26% de reprovação, respectivamente, neste mesmo período de mandato. Já Fernando Henrique Cardoso (PSDB) somava 24% de avaliações negativas. Os dados são da série histórica do instituto.

Vale ressaltar que essa não é a pior avaliação de Bolsonaro registrada pelo Datafolha. Em dezembro de 2022, por exemplo, sua reprovação era de 53%.

O levantamento foi feito com 2.556 eleitores acima dos 16 anos em 181 cidades de todo o país entre 25 e 26 de maio.

Polícia Federal abre inquérito sobre morte de homem trancado com gás em viatura da PRF

O que se sabe sobre a morte de homem colocado em viatura da PRF em Segipe |  Exame

A Polícia Federal (PF) em Sergipe instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, após ser trancado no porta-malas de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e aspirar um gás lançado pelos policiais, em Umbaúba, no sul do estado. A corporação diz que já iniciou as diligências sobre o caso.

O Ministério Público Federal também abriu um procedimento sobre o caso, no sentido de acompanhar as investigações sobre a morte de Genivaldo. O despacho foi assinado pelo procurador Flávio Pereira da Costa Matias, coordenador do Controle Externo da Atividade Policial.

Polícia Civil de Pernambuco deflagra três operações contra corrupção, peculato e lavagem de dinheiro; Arcoverde na lista

Em operação, Polícia Civil mira suspeitos de lavagem de dinheiro e estelionato | Local: Diario de Pernambuco

Três operações foram deflagradas nesta quinta-feira, 26, pela Polícia Civil de Pernambuco. Ao todo, cumpriram-se 26 mandados de busca e apreensão em municípios do interior para desarticular associações criminosas voltadas à prática dos crimes de peculato, corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro.

As operações deflagradas nesta quinta chamam-se “Cimeiras”, “Qualificados” e “Capacitados”, cujas investigações iniciaram em 2021, no caso das primeiras citadas, e 2021, no caso da última. Veja mais detalhes sobre cada um:

Operação Cimeiras: estão sendo cumpridos 13 (treze) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar e Sequestro de Valores, todos expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Timbaúba. Na execução, estão sendo empregados 80 (oitenta) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães.

Operação Qualificados: estão sendo cumpridos 07 (sete) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar, todos expedidos pela Vara Única da Comarca de Lagoa Grande. Na execução, estão sendo empregados 25 (vinte e cinco) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães

Operação Capacitados: estão sendo cumpridos 06 (seis) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar, Medidadas de Bloqueio de Ativos Financeiros, Suspensão de Atividade Econômica e de Participação em Licitação, todos expedidos pelo Juízo da Vara Criminal da Comarca de Arcoverde. Na execução, estão sendo empregados 25 (vinte e cinco) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães.

A operação Cimeiras foi vinculada à Diretoria Integrada Especializada – DIRESP, sob a presidência dos Delegados Diego Pinheiro, Titular da 2ª Delegacia de Combate à Corrupção – 2ª DECCOR e Marcos Nobre, Titular da 46ª Circunscrição – Timbaúba, por intermédio do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado – DRACCO.

Procuradores e promotores do Ministério Público de Pernambuco poderão ganhar nova verba indenizatória

Ministério Público de Pernambuco - Últimas NotíciasO Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE) enviou à Assembleia Legislativa do Estado (ALEPE) um projeto de lei para criar uma nova verba indenizatória, em “pecúnia” (dinheiro), para os membros do órgão, como “compensatória, pela acumulação por assunção de acervo processual ou procedimental”. As informações são do blog do Jamildo.

Segundo o projeto de lei complementar 3427/2022, a verba de “acumulação por assunção de acervo processual ou procedimental conferirá direito à licença compensatória, e poderá ser convertida em pecúnia indenizatória, mediante requerimento do interessado, na forma disciplinada em Resolução do Procurador-Geral de Justiça”.

Assim, os membros do MPPE poderão converter a nova licença em “pecúnia” (dinheiro), mediante requerimento.

O valor da verba indenizatória não é mencionado no projeto de lei, cabendo ao Procurador Geral de Justiça definir o valor em resolução interna do MPPE, ou seja, sem passar pela Assembleia Legislativa.

O motivo indicado pelo MPPE para criar a nova verba é que o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) também criou uma verba semelhante.

“Neste contexto, o Tribunal de Justiça de Pernambuco, buscando regulamentar a matéria, publicou o Ato nº 354, de 07 de abril de 2022 no Diário de Justiça nº 67/2022, de 08 de abril de 2022, tornando público o Projeto nº 05/2022, que alterando a Lei Complementar nº 100, de 21 de novembro de 2007, cria no art.144, inc. VII, a compensação por assunção de acervo e incentivo à produtividade, a ser regulamentado por Resolução”, justifica o MPPE, no projeto.

O MPPE também diz, para justificar a verba, que o trabalho dos membros é “extenuante”.

“Dada a relevância das funções desempenhadas, o elevado número de feitos distribuídos mensalmente a cada um de seus Conselheiros e a necessidade de participação semanal em sessões colegiadas, constituindo-se assim em atividade ministerial que impõe esforço individual semelhante, ou até mais extenuante, que o exercício da própria titularidade de seu cargo”, diz trecho da justificativa oficial do MPPE.

O MPPE informa que “as despesas orçamentárias decorrentes deste Projeto de Lei serão suportadas pelo orçamento próprio do Ministério Público de Pernambuco”.

AUXÍLIO-TRANSPORTE
Em outro projeto de lei, o MPPE também quer criar um auxílio-transporte para os servidores do órgão.

“Os servidores do Ministério Público, inclusive à disposição neste Órgão, poderão receber auxílio-transporte a ser pago em pecúnia, no valor mensal a ser fixado por Portaria do Procurador-Geral de Justiça”, diz o projeto de lei 3429/2022.

O valor do novo auxílio também ficará para ser definido por ato interno do próprio MPPE.

Lixão em Custódia resulta em aplicação de multa ao prefeito

O Tribunal de Contas segue atuando na fiscalização dos chamados “lixões” a céu aberto para descarte dos resíduos sólidos por parte dos municípios pernambucanos. Na última terça-feira (24), a Primeira Câmara homologou Auto de Infração contra o prefeito de Custódia, Emmanuel Fernandes de Freitas, por não enviar ao TCE plano de ação visando à eliminação do “lixão” em sua localidade.

Em relação ao município de Custódia (processo n° 2057959-7), o prefeito afirmou, em sua defesa, que “o município já deu um grande passo a firmar o convênio para depósito de seus resíduos na cidade de Ibimirim, em aterro legalizado, por consequência, deixando de realizar o depósito no lixão do município”.

Todavia, o relatório de auditoria feita pelo TCE apontou que, das medidas adotadas em substituição ao Plano de Ação requerido, a prefeitura teria posto em prática o descarte de seus resíduos no Aterro Sanitário de Ibimirim, deixando de lançá-los no lixão, porém, a afirmação carece de comprovação, pois não foram encaminhados quaisquer registros, relatórios, comprovantes de pagamentos, dentre outros documentos que comprovem que, de fato, os resíduos do município de Custódia estão sendo adequadamente depositados em Ibimirim”, diz o relatório.

O conselheiro Valdecir Pascoal votou pela homologação do auto de infração, sendo aplicada uma multa ao gestor no valor de R$ 27.549,00.

Durante o julgamento, o relator destacou o trabalho e as ações do TCE voltadas para o combate aos lixões, ressaltando entender toda a dificuldade por parte dos gestores em se adequarem às exigências, e que, em alguns casos, é possível uma “mitigação” da multa aplicada. No entanto, ele destacou que nos processos em questão, embora reconhecido o esforço, as ações não foram suficientes para evitar as multas.

O voto foi aprovado por unanimidade pelos conselheiros Marcos Loreto (presidente da 1° Câmara) e Carlos Porto. Representou o Ministério Público de Contas na sessão o procurador Cristiano Pimentel.

Homem com transtornos mentais morre em violenta ação da PRF em Sergipe

Reprodução

Nesta quarta-feira (25), um homem morreu após ser sufocado em porta-malas de viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Estado de Sergipe.

A vítima, identificada pelo portal G1 como Genivaldo de Jesus Santos, no momento da abordagem, estava desarmada. Genivaldo tinha 38 anos de idade e, segundo um sobrinho, tinha transtornos mentais.

De acordo com o sobrinho, Wallyson de Jesus, a PRF abordou Genivaldo enquanto o homem pilotava uma moto. Até o momento, não se sabe o que provocou a abordagem.

FOTO: Reprodução

“Eu estava próximo e vi tudo. Informei aos agentes que o meu tio tinha transtorno mental. Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, relatou Wallyson ao G1.

Genivaldo, nervoso, tentou resistir à abordagem, apesar de estar completamente desarmado. Em seguida, dois policiais da PRF usaram a força para conter o homem.

Após a ação, Genivaldo foi atirado dentro da viatura. Imagens que circulam na internet mostram a viatura com repleta de fumaça, enquanto a vítima – presa lá dentro – grita desesperada.

“Eles jogaram um tipo de gás dentro da mala, foram para delegacia, mas meu tio estava desacordado. Diante disso, os policiais levaram ele para o hospital, mas já era tarde”, explica Wallyson.

A família da vítima registrou um Boletim de Ocorrências.

O caso será investigado pela Polícia Federal.

O QUE DIZ A PRF
Em nota, a PRF relatou que a vítima “resistiu ativamente a abordagem” e que “foram empregadas técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo para sua contenção”.

“Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil. No entanto, durante o deslocamento, passou mal, foi socorrido e levado para o Hospital José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito”, diz a nota. A PRF disse que lamenta o ocorrido e que instaurou um procedimento para apurar o caso.

Mega-Sena: prêmio fica estimado em R$ 100 milhões após concurso acumular

Mega-Sena 2484: números foram conhecidos no sorteio desta noite, em São Paulo - GUILHERME DIONíZIO/ESTADÃO CONTEÚDO

A Mega-Sena realizou na noite desta quarta-feira (25) em São Paulo, o sorteio do concurso 2484. Os números sorteados foram 11-14-36-41-54-59. De acordo com a Caixa, ninguém acertou todas as seis dezenas.

O banco havia divulgado que a quantia principal para quem acertasse as seis dezenas seria de R$ 62.991.693.01, mas como não houve vencedores, acumulou e agora será de R$ 100 milhões.

Já a quina contou com 121 apostas vencedoras, que receberão R$ 45.019,83.

A quadra teve 7.558 apostas, que levarão R$ 1.029,63.

Indulto de Bolsonaro a Silveira é constitucional, diz PGR

PGR, Augusto Aras

O procurador-geral da República, Augusto Aras, disse ao STF (Supremo Tribunal Federal) nesta 4ª feira (25) que o indulto do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) é constitucional quanto à pena de prisão. Para ele, no entanto, o perdão não afeta a suspensão dos direitos políticos do congressista.

Silveira foi condenado pelo Supremo em abril deste ano por agressão verbal contra ministros da Corte e por tentar impedir o livre exercício dos Poderes. A pena foi de 8 anos e 9 meses de prisão. Depois da decisão, Bolsonaro assinou o decreto perdoando o político.

Escritos de Dom Helder Câmara serão enviados ao Vaticano nesta quinta-feira

 (Foto: Aluisio Moreira/SEI)

O governador Paulo Câmara recebeu, na manhã desta quarta-feira (25.02), no Palácio do Campo das Princesas, o arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, para falar sobre o processo de canonização de Dom Helder Câmara. O Governo de Pernambuco tem participado do processo desde a preparação do acervo até a viabilização do envio. Os documentos requisitados pelo Vaticano para dar continuidade ao procedimento serão enviados nesta quinta-feira (25.05) à Roma, na Itália.

O Instituto Dom Hélder Câmara (IDHeC) levou cerca de três anos para elaborar toda a documentação e preparar o acervo, que foi digitalizado e impresso pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). Os documentos contemplam textos e programas de rádio escritos pelo arcebispo emérito de Olinda e Recife. Todo o material que será enviado está acrescido de uma cópia, correspondendo um volume de 500 quilos.

A secretária de Turismo e Lazer de Pernambuco, Milu Megale, reiterou que o envio dos documentos é um grande passo na concretização do desejo comum de ver o Bispo dos Pobres canonizado. “Estamos muito gratos à companhia aérea TAP pelo apoio no transporte de todo este riquíssimo acervo literário produzido por Dom Helder”, observou.

“Todos nós temos interesse pela causa de Dom Helder, para que, de fato, possamos o quanto antes ter a felicidade de vê-lo reconhecido como santo da igreja”, enfatizou dom Fernando Saburido.

Também participaram da reunião o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Tomé Franca, e o Monsenhor Luciano Brito, que levará pessoalmente os documentos ao Vaticano.

TRAJETÓRIA – Dom Helder Pessoa Câmara nasceu na cidade de Fortaleza, capital do Ceará, em 7 de fevereiro de 1909, e morreu no Recife em 27 de agosto de 1999, aos 90 anos. Foi um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), atuou como arcebispo de Olinda e Recife de 1964 até 1985 e é conhecido internacionalmente pela defesa dos direitos humanos durante a ditadura militar no Brasil.

Ministério Público de Roraima abre investigação sobre contratação de Gusttavo Lima por R$ 800 mil

Gusttavo Lima é alvo de calote milionário. Saiba quanto o sertanejo perdeu

O MPRR (Ministério Público do Estado de Roraima) abriu investigação sobre a contratação do cantor Gusttavo Lima na cidade de São Luiz (RR), com cachê fixado em R$ 800 mil.

A população do município é estimada em 8.232 pessoas segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Dividindo o cachê acordado pelo número de moradores de São Luiz, cada cidadão estaria pagando cerca de R$ 97 pelo show.

“A Promotoria da Comarca expediu ofício para o Município de São Luiz, solicitando informações a respeito da contratação do show, de como os recursos foram arrecadados e também se haverá retorno para a municipalidade. O MPRR aguarda a resposta do Município para, então, adotar as medidas necessárias”, disse o MPRR em nota.

O contrato para a apresentação de Gusttavo Lima foi firmado em 25 de março e tem vigência até 31 de dezembro. A informação foi publicada na sessão de editais do “FolhaBV”, jornal de Boa Vista, capital do estado.

Lula e Bolsonaro param e saída de Doria tem efeito inicial nulo

Ipec: Lula só não vence Bolsonaro entre os evangélicos no Rio | Eleições  2022 | O Globo

Pesquisa PoderData realizada de domingo de manhã até 3ª feira no início da noite (22-24.mai.2022) indica estabilidade no cenário sucessório. O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) foi mantido no estudo porque só desistiu de concorrer por volta do meio-dia de 2ª feira (23.mai). Mas isso já foi suficiente para o tucano cair para 1% nas intenções de voto (ele pontuava de 2% a 4% em levantamentos anteriores). O efeito foi pequeno.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pontuou 43%, e o presidente Jair Bolsonaro (PL), 35%. Estão nesse patamar há mais de 1 mês, estáveis, com variações mínimas e dentro da margem de erro. A senadora Simone Tebet (MDB-MS) marcou 2%. Ou seja, o anúncio da saída de Doria da disputa drenou os votos do tucano, mas neste 1º momento não foram herdados pela candidata agora quase predileta da chamada 3ª via.

Chegada de bolsonaristas ao PL causa atritos na Câmara dos Deputados

Tiririca desiste de se candidatar neste ano, depois de PL ter entregado nº  de urna a Eduardo Bolsonaro: 'Me sinto traído' | Eleições 2022 em São Paulo  | G1

A chegada dos bolsonaristas ao PL tem causado conflitos na Câmara. Os que são egressos do antigo PSL, acostumados com a estrutura de um partido que elegeu 52 deputados, precisam agora se adaptar a outro que elegeu 33 e abriga atualmente 77. As informações são da Folha de São Paulo.

As comissões temáticas têm apresentado os principais pontos de atrito. Bolsonaristas reclamam que, antes, tinham à disposição um assessor de regimento e outro de mérito para cada um dos colegiados. No PL, é apenas um auxiliar para cada comissão.

Além disso, são apenas 38 vagas em comissões, número insuficiente para abrigar todos. Ainda houve briga porque duas cadeiras na Comissão de Direitos Humanos foram cedidas para a a oposição, após ninguém manifestar interesse. Quando foram reclamar, o acordo já havia sido firmado com PT e PSOL.

Nos bastidores, os deputados se preocupam também com a distribuição dos recursos do fundo eleitoral para suas campanhas. A expectativa é que o PL tenha cerca de R$ 280 milhões para arcar a campanha do presidente Jair Bolsonaro e dos demais candidatos.

Exemplo desse atrito é o deputado Tiririca (PL-SP), histórico puxador de votos do partido. Nas últimas eleições, chegou a ameaçar não concorrer, mas acabou convencido pela legenda, que contava com seus votos para fazer uma grande bancada.

Agora, o PL cedeu o seu número na urna para Eduardo Bolsonaro (PL-SP), e o deputado-palhaço afirmou ao jornal O Globo que se sentiu desrespeitado e não deve concorrer.

A cúpula do PL aposta que Tirirca voltará atrás, como fez em 2018. Longe dos palcos há muitos anos, acreditam que ele teria dificuldade de encontrar outra fonte de renda caso desista de ser deputado.