Pernambuco confirma primeira morte do ano por gripe H3N2

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, informou durante coletiva, nesta segunda-feira (20), que o Estado confirmou a primeira morte do ano por influenza A (H3N2).

A morte foi de um paciente de 46 anos, residente no Recife. O homem apresentou quadro de falta de ar em 9 de dezembro, buscou atendimento em uma UPA no dia seguinte. Foi intubado e transferido para a unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Agamenon Magalhães (HAM). Ele faleceu no último domingo (19). O homem, segundo o governo estadual, tinha doença renal crônica, teve o exame para covid-19 negativo e fez posteriormente o da influenza.

O vírus influenza A H3N2 tem causado surtos de gripe em outros estados, como Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia.

Segundo Longo, o Estado registrou 43 casos positivos para esse vírus, sendo 42 confirmados laboratorialmente e um por critério clínico-epidemiológico. “Podemos afirmar que já há circulação comunitária da influenza em Pernambuco”, disse o secretário.