Agnaldo Timóteo assinou testamento contestado um mês antes de sua morte

Com Covid-19, Agnaldo Timóteo segue em estado grave na UTI

O programa “Domingo Espetacular” (Record TV) mostrou um vídeo de Agnaldo Timóteo assinando seu testamento um mês antes de morrer aos 84 anos por complicações da covid-19, em abril.

Nas cenas feitas pelo advogado do cantor, Sidnei Lobo Pedroso, ele aparece animado e diz que está assinando sua “despreocupação”. “Minha preocupação alucinante é a minha filha desde 2008”, acrescentou.

O testamento de Agnaldo deixou metade da herança para a filha adotiva Keyty Evelyn, que ele criou desde os dois anos de idade. No entanto, a adoção legal ainda está em andamento.

Para Keyty, de 14 anos, ter acesso a herança, é necessário fazer uma adoção póstuma, de acordo com a advogada que cuida do caso, Mara Lucia Vieira Lobo.

Ruth, a irmã do artista, chegou contestar e pensar na anulação do testamento, afirmando que ele estava desorientado. Já para o advogado, tudo está se encaminhando para que a vontade do cantor seja respeitada.

Sidnei Lobo Pedroso ainda chegou a afirmar que a própria família de Timóteo não “ia com a cara” de Keyty, que não poderá se desfazer de sua herança material até que tenha 40 anos.

Segundo o “Domingo Espetacular”, o patrimônio de Agnaldo, que inclui um apartamento em São Paulo e um sobrado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, chega a 30 milhões de reais, sem contar as obras artísticas do cantor.

Antes de morrer, Agnaldo estava preparando um disco em homenagem à amiga Ângela Maria. Em um vídeo exclusivo da Record TV, ele apareceu em um estúdio de gravação cantando “Encantamento”, música da cantora.