Covid-19: Pernambuco chega a 95% de ocupação em leitos de UTI na rede pública

A matemática das UTIs: 3 desafios para evitar que falte cuidado intensivo  durante a pandemia no Brasil | Coronavírus | G1

A taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública de Pernambuco chegou a 95%, de acordo com dados emitidos pela Secretaria Estadual de Saúde, neste domingo (7). Já os de enfermaria estão em 82%. Na rede privada, o índice em leitos de UTI é de 91% e 56% nos leitos de enfermaria.

Ainda segundo o informe, o estado registrou 300 casos de covid-19. Entre os confirmados hoje, 45 (15%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 255 (85%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 308.284 casos confirmados da doença, sendo 32.965 graves e 275.319 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 265.022 pacientes recuperados da doença. Destes, 19.952 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 245.070 eram casos leves. Também foram confirmados laboratorialmente 20 novos óbitos (7 masculinos e 13 femininos), ocorridos entre os dias 21/12/2020 e 06/03/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Belo Jardim (1), Bezerros (1), Carpina (1), Caruaru (1), Condado (2), Cupira (1), Feira Nova (1), Lajedo (2), Olinda (1), Paulista (4), Recife (2), São Lourenço da Mata (1) e Serra Talhada (2).

Com isso, o Estado totaliza 11.173 mortes pela doença. Os pacientes tinham idades entre 39 e 90 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (1), 40 a 49 (3), 50 a 59 (1), 60 a 69 (4), 70 a 79 (7) e 80 ou mais (4). Do total, 14 tinham doenças pré-existentes: doença cardiovascular (8), diabetes (6), hipertensão (4), obesidade (2), doença respiratória (1), imunossupressão (1), tabagismo (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade.