Resultados finais do Funcultura Geral e da Música são divulgados; dois projetos são de Afogados da Ingazeira

Reprodução

A Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE) e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) divulgaram os resultados finais dos editais Funcultura Geral e Funcultura da Música 2019-2020. Ao todo, 292 projetos foram aprovados (50 para Música e 242 para o edital Geral), em um total de R$ 20 milhões em incentivo para a cadeia cultural do estado.

No edital Geral provados projetos nas seguintes linguagens artísticas: Artes Integradas (4 projetos), Artes Plásticas (23), Artesanato (11), Circo (17), Cultura Popular (36), Dança (29), Design e Moda (7), Fotografia (22), Gastronomia (5), Literatura (21), Ópera (3), Patrimônio Cultural (28) e Teatro (36).

Para cada uma das linguagens foram contempladas ações de fruição, projetos da área de pesquisa (fase preliminar de uma ação cultural) e de formação (oficinas, palestras, seminários ou qualquer processo para formar fazedores de cultura). Dois 272 projetos aprovados, 9 proponentes nunca tinha sido aprovados em editais governamentais, o que representa mais de 15% do total.

O resultado deste ano também apresentou uma taxa recorde de regionalização, com 24 projetos da Zona da Mata, 26 do Agreste e 44 projetos do Sertão. Também houve aumento das ações de acessibilidade nos projetos apresentados. Dos 242 aprovados, 236 (97,5%) irão contar com pelo menos uma ação: tradução em libras (67,7%), audiodescrição (29,7%), legendagem (20,4%), descrição em braile (10,3%) e/ou adequação de espaço (45,4%), ressaltando que há projetos com mais de uma ação de acessibilidade.

Mais da metade (52%) dos projetos aprovados foram propostos por pessoas autodeclaradas negras (pretas e pardas) e 44,7% por pessoas identificadas pelo gênero feminino.

Dois projetos de Afogados da Ingazeira foram aprovados:

Oficina de Teatro na Cidade (R$ 39.730,00) – No projeto Oficina de Teatro na Cidade pretendemos realizar uma oficina de teatro com 40h/a em Afogados da Ingazeira, no sertão do Pajeú, como forma de colaborar com a formação artística de jovens e adultos da cidade através do teatro. Como culminância das atividades haverá apresentação de esquetes teatrais pelos alunos da oficina;

Sertanejos (R$ 32.990,00) – Realizar pesquisa fotográfica para a produção de retratos de pessoas que vivem no Sertão de Pernambuco e disponibilizar o material coletado em um site na internet

Confira os aprovados no Funcultura Geral aqui.