Justiça decreta prisão preventiva de major e policial penal envolvidos em tiroteio em Boa Viagem

Tiroteio aconteceu na Banca do Primo, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. (Foto: Tarciso Augusto/Esp. DP.)

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decretou a prisão preventiva do major da Polícia Militar e do policial penal envolvidos em um tiroteio em um bar no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, no último sábado (5). Durante a troca de tiros, cinco pessoas ficaram feridas e duas morreram.

O policial militar José Dinamérico Barbosa da Silva Filho e o policial penal Ricardo de Queiroz Costa já haviam sido autuados e presos em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio, segundo a Polícia Civil. Neste domingo (6), porém, durante audiência de custódia o juiz Jorge Luiz dos Santos Henriques converteu a prisão em preventiva.

De acordo com o último boletim de saúde, Ricardo Costa estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Joana. O PM está no Real Hospital Português, também na UTI. Ambos estão sob custódia policial.