Político integrava grupo que pagava R$ 15 mil por extermínios na região de Princesa Isabel-PB

Político

Quatro pessoas foram presas nesta sexta-feira (17), suspeitas de comandar um esquema de extermínio na região de Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba. Os nomes dos presos não podem ser divulgados em razão da Lei de Abuso de Autoridade. Entre eles está um político da região.

As investigações começaram em dezembro do ano passado, quando um comerciante foi vítima de tentativa de homicídio no Centro de Princesa Isabel. O responsável por crimes como esse seria uma pessoa influente na região, que mandava matar credores para não pagar as dívidas. Ele também seria responsável pela execução dos assassinos para que não fosse descoberto. Os crimes chegavam a custar R$ 15 mil.

Segundo a polícia, o objetivo da operação é evitar a morte de duas pessoas que seriam assassinadas nos próximos dias na cidade. O mandante desses crimes, segundo a Polícia Civil, é um dos homens que teve a prisão decretada pela Justiça e alvo da operação.

A operação que provocou a prisão dos suspeitos se chama ‘Manto da Justiça’ e, segundo o delegado Cristiano Jacques, permitiu o cumprimento de nove mandados judiciais, sendo dois de prisão temporária e sete de busca e apreensão expedidos pela Comarca de Princesa Isabel-PB.

Conforme a polícia, as investigações estão em andamento e outras pessoas podem ser presas a qualquer momento.