Cinco veículos são apreendidos pela PRF em Pernambuco neste final de semana

Na sexta-feira (7), um Renegade foi abordado na BR 232, em Gravatá, e a equipe descobriu que o veículo havia sido roubado em abril deste ano, no Recife (Foto: Divulgação/PRF)

Cinco veículos com registro de roubo/furto e com sinais de adulteração foram apreendidos neste final de semana pela Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco. As apreensões foram realizadas entre os dias 7 e 9 de junho nas nas BRs 232, 407 e 101, no Agreste, Sertão e no Grande Recife.

Na sexta-feira (7), um carro do modelo Renegade foi abordado na BR 232, em Gravatá, e a equipe descobriu que o veículo havia sido roubado em abril deste ano, no Recife. O motorista alegou que havia adquirido o veículo por R$ 23 mil a partir de um anúncio pela internet.

No mesmo dia, em São Caetano, uma motocicleta foi abordada em uma ação conjunta da PRF e da Polícia Militar. O motorista afirmou ter adquirido a moto há cerca de um ano na feira do troca em Caruaru por um preço bem abaixo do valor de mercado. Após consulta, os policiais constataram diversos sinais de adulteração na moto.

Ainda na sexta-feira, em Caruaru, durante uma fiscalização na BR-232, um Gol chamou a atenção por trafegar com os vidros muito escuros. Os agentes da polícia perceberam que elementos identificadores do veículo estavam adulterados.

O condutor alegou ter pagado um preço também abaixo do valor de mercado. Depois de uma verificação detalhada, os policiais confirmaram que o carro foi roubado em janeiro deste ano.

No domingo (9), em Petrolina, um veículo Saveiro recebeu ordem de parada enquanto trafegava pela BR-407. Durante a verificação, a equipe percebeu diversos elementos identificadores adulterados e, após aprofundar a vistoria, foi constatado o registro de roubo no ano de 2011, em Recife.

Já em Igarassu, na BR-101, no decorrer de uma operação de segurança viária, foi dada a ordem de parada ao veículo Tracker. Ao iniciar a verificação, a equipe identificou a ocorrência de furto, registrada no dia 28 de abril do ano de 2024, em Recife.

Todos os veículos e os envolvidos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de cada localidade, para dar continuidade às medidas cabíveis.