Padres Wellington Luiz e José Cícero assumem paróquias em São José do Egito e Tabira

Na noite da última sexta (22) tomou posse como administrador paroquial na Paróquia de São José, em São José do Egito, o padre Wellington Luiz.

O padre foi acolhido pelas pastorais e movimentos da paróquia nas proximidades da matriz e, em seguida, seguiram para participarem da missa de posse presidida pelo bispo diocesano dom Egidio Bisol. Vários padres da diocese estiveram participando.

Padre Wellington agradeceu ao povo de Flores que esteve presente e saudou ao povo de São José onde teve início a sua caminhada com o estágio pastoral em 2014. “Volto com o mesmo objetivo de trabalhar e servir ao povo de Deus nesta paróquia , inspirado pelo meu lema sacerdotal que diz: Estou entre vós como aquele que serve. Quero ser para vocês este instrumento de Deus, agindo e atuando espelhado em Jesus, o Bom Pastor, que vai em busca da ovelha perdida e que enfaixa suas feridas e as cura. Quero visitar cada comunidade para conhecer a realidade de cada uma, ouvindo a voz do povo”, disse o padre.

TABIRA

O padre José Cícero foi empossado na noite deste sábado (23) como pároco da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, em Tabira.

Muitos fieis foram recepcionar o padre nas imediações do terminal rodoviário da cidade. Durante a missa de posse presidida pelo bispo diocesano, dom Egidio Bisol, uma forte chuva caiu sobre a cidade, acompanhada de relâmpagos e trovões.

Padre Cícero agradeceu aos paroquianos de Brejinho que estavam presentes, sua antiga paróquia, e disse contar agora com a ajuda dos paroquianos de Tabira durante os 8 anos que estará à frente da paróquia. “Deus nos chama para viver com intensidade este novo tempo. Desde já, conto e preciso da ajuda de todos, cheios de esperança, impelidos pelo Espírito, com grande confiança em Deus e a intercessão de Maria Santíssima. A missão não termina. Não se acomodem, não parem. A Igreja precisa muito de vocês, de nós. Somos a Igreja”, concluiu.

Sábado de muita chuva em Afogados e região

Resultado de imagem para chuva no pajeu

O sábado (23) foi de muita chuva em Afogados da Ingazeira e região. A chuva em Afogados teve início por volta das 18h e durou a noite inteira, hora de forma intensa, como também de forma mais leve em alguns momentos. Foram registrados no município de Afogados 75 milímetros.

Em Tabira, a chuva caiu também de forma intensa, principalmente durante a missa de posse do novo pároco da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, Pe. José Cícero.

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 43 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena, no concurso 2.127, nesse sábado (24), e o prêmio acumulou em R$ 43 milhões. Os números sorteados foram: 01, 07, 28, 30, 44 e 46.

Os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em uma das mais 13 mil casas lotéricas do país. Também é possível jogar pela internet, no site da Caixa Econômica Federal, mas para isso é preciso ter mais de 18 anos. Pelo site, a compra mínima de apostas é de R$ 30.

Chances – Com uma aposta simples de seis números, a chance de ganhar é de uma em 50 milhões. Quantos mais números apostados, aumentam as chances de ganhar. Entretanto, a aposta com a maior quantidade de números – 15 – custa mais de R$ 17 mil. Nesse caso, a chance de ganhar é uma em 10 mil.

Com foco no Campeonato Pernambucano, Náutico enfrenta o Afogados

Resultado de imagem para time do afogados no vianao

Depois da eliminação para o Santa Cruz na Copa do Brasil, o Náutico tenta virar a chave na temporada e agora tem foco total no Campeonato Pernambucano. Neste domingo (24), o Timbu enfrenta o Afogados, no estádio Vianão, às 17h, pela sexta rodada do estadual.

Afogados e Náutico se enfrentam em um confronto direto na briga pelo G-4. Atual quarto colocado, o time alvirrubro está um ponto na frente da Coruja Sertaneja, que ocupa a quinta colocação. Atento para o desempenho do sistema defensivo alvirrubro, o treinador Márcio Goiano ressalta a importância da partida para o decorrer da pontuação. De acordo com o treinador alvirrubro, o objetivo do Náutico é se classificar entre os quatro primeiros, para decidir a quartas de final nos Aflitos.

Bolsonaro demite presidente da estatal de comunicação EBC após desentendimento

Empresa Brasileira de Comunicação

O presidente Jair Bolsonaro decidiu exonerar o atual presidente da EBC (Empresa Brasil de Comunicação), Luiz Antonio Ferreira, nomeado na gestão do ex-presidente Michel Temer.

A exoneração será publicada na edição de segunda-feira (25) do Diário Oficial da União. O nome indicado para substituí-lo é o do atual diretor de operações, Alexandre Henrique Graziani.

Para ser nomeado, o novo presidente ainda precisará passar pela análise do setor de inteligência do Palácio do Planalto, que faz uma triagem sobre a conduta passada do executivo.

Esquema de venda ilegal de combustível é descoberto em Escada

Delegado Edmilson Batista, no meio, deu detalhes da operação. Foto: divulgação/Polícia Civil

Um esquema ilícito de desvio, compra e venda de combustível foi descoberto pela Polícia Civil em uma estrada vicinal da rodovia PE 45, em Escada, na Mata Norte. Seis pessoas foram presas, entre elas, um sargento da reserva da Polícia Militar. A fraude funcionava assim: caminhoneiros contratados para conduzir o combustível negociavam parte da carga no ponto de comércio ilegal antes dele chegar aos postos de destino. Depois, o mesmo era repassado aos compradores que procuravam o lugar.

De acordo com o delegado Edmilson Batista, da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas, cerca de 70% dos caminhoneiros que dirigiam na rodovia paravam no local. Muitas vezes, no lugar do combustível desviado, os condutores dos caminhões colocavam água para não levantar suspeita, o que prejudicava o consumidor final. O mesmo esquema já resultou em outras prisões, no final do ano passado.

Segundo a polícia, o sargento estava adquirindo o produto ilícito quando foi flagrado. “As pessoas que fazem a aquisição incidem no crime de receptação”, explicou o delegado. Os dois motoristas flagrados, por sua vez, são acusados de crime de apropriação indébita. Já outras três pessoas que trabalhvam no estabelecimento clandestino são acusados de crimes contra a ordem tributária, previstos na lei de estoque de combustíveis, além de associação criminosa.

“De cada tanque eram retirados de 50 a 100 litros. Cada bombona de vinte litros era vendida por R$ 50 e repassada ao consumidor por R$ 70. “Confiaram nos motoristas para transportar o combustível e eles se apropriaram da mercadoria”, explicou o delegado.

Candidata do PSL em Pernambuco comprou 5 milhões de panfletos a 48 horas da eleição, revela jornal

Mariana Nunes ao lado do presidente nacional do PSL, deputado Luciano Bivar (PSL-PE) (Foto: Reprodução)

Mais uma candidata a deputada estadual de Pernambuco está sob suspeita de ter sido “laranja” na campanha eleitoral de 2018. Segundo informações reveladas pelo jornal O Globo nesta sexta-feira (22), o partido destinou R$ 128 mil para a candidata a deputada estadual Mariana Nunes, de Pernambuco. Assim que chegou à conta da postulante, o dinheiro já foi quase todo recebido por gráficas entre os dias 5 e 6 de outubro com a aquisição de santinhos, folders e praguinhas a menos de dois dias das eleições.

Mariana Nunes obteve apenas 1.741 votos na tentativa de conquistar uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco, ficando na 189ª posição. Sua campanha custou R$ 127.860,00, de acordo com a prestação de contas feita à Justiça Eleitoral, ficando bem acima de campeões de votos da sigla. Um exemplo disso é a deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP), que foi a mais votada da história do Brasil, e que gastou R$ 58,4 mil na campanha.

Dos R$ 128 mil recebidos da direção estadual do PSL, R$ 118 mil ficaram à disposição de Mariana Nunes entre os dias 2 e 5 de outubro. Quase toda a verba (88%) foi gasta na confecção de cinco milhões de santinhos e um milhão de adesivos na gráfica Juliane Mirella de Carvalho Gonçalves, localizada nas Graças, na Zona Norte do Recife. A mesma empresa foi contratada por Maria de Lourdes Paixão e Érika Siqueira, candidatas que também receberam grandes cifras do partido a poucos dias da eleição. Lourdes obteve 274 votos para deputada federal, enquanto Érika recebeu 1.315 votos na tentativa de chegar à Alepe.

Depoimento acolhedor Itinerante do TJPE atende cidades do litoral e do interior

Ônibus estacionado em frente à calçada de fórum

O ônibus dedicado ao serviço de depoimento acolhedor itinerante está viajando pelas cidades do litoral e do interior de Pernambuco. As comarcas de Garanhuns, Palmerina, Saloá, Canhotinho, Sertânia, Arcoverde, Flores, Buíque, Venturosa, Barreiros e São José da Coroa Grande estão na programação dos meses de fevereiro e de março. Através do serviço itinerante, equipe colhe depoimento de crianças e adolescentes vítimas e testemunhas de crimes que estão sendo julgados em processos em tramitação.

Nos dias 13 e 14 de fevereiro, o serviço móvel colheu 11 depoimentos na comarca de Garanhuns, de processos em tramitação nas cidades de Garanhuns, Palmerina, Saloá e Canhotinho. Nesta semana, o ônibus do serviço vai passar pelas cidades de Sertânia e Arcoverde. Estão agendados 28 depoimentos, abrangendo processos em tramitação também nas comarcas de Flores, Buíque e Venturosa. Na semana que vem, o serviço será prestado nas comarcas de Barreiros e São José da Coroa Grande, onde estão agendados sete depoimentos.

“O Serviço Itinerante de Depoimento Acolhedor permite que crianças e adolescentes vítimas e testemunhas de crimes possam ser ouvidas de forma especial em comarcas onde ainda não implantamos as centrais de depoimento acolhedor. Vamos aproveitar essa iniciativa para realizar a qualificação e a especialização de juízes, promotores e profissionais dos quadros do Judiciário, Ministério Público, Defensoria pública e Policia Civil”, declarou o coordenador da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Pernambuco (CIJ/TJPE), desembargador Luiz Carlos Figueiredo.

Deputada Roberta Arraes manifesta preocupação com arboviroses no Sertão

O aumento das notificações de arboviroses no Sertão de Pernambuco foi destacado pela deputada Roberta Arraes (PP). Em discurso no Pequeno Expediente desta quinta (21), ela relatou as ações do Governo do Estado para prevenção dessas doenças. Também pediu mobilização das prefeituras no combate aos mosquitos vetores da dengue, zika e chikungunya.

“Pernambuco teve redução no número total de casos notificados de arboviroses, mas as estatísticas relativas ao Sertão assustam e evidenciam a necessidade de intensificação no combate aos mosquitos”, salientou. A parlamentar apontou que a principal preocupação é com a região da VII Gerência Regional de Saúde (Geres), que reúne cidades vizinhas a Salgueiro (Sertão Central). “Nessa área, as notificações de dengue passaram de nove em 2018 para 480 em 2019. Já as de chikungunya saltaram de cinco em 2018 para 45 em 2019”, observou.

Roberta Arraes registrou o lançamento pelo Governo do Estado, no último dia 25 de janeiro, do Plano Estadual de Enfrentamento às Arboviroses, que prevê a aplicação de R$ 7 milhões para atividades de prevenção a essas doenças. “É importante fazer um chamamento a todos os prefeitos sobre a importância disso e a responsabilidade de cada município na efetivação dessas políticas”, acredita. “Cabe agora reforçar não apenas o combate ao Aedes aegypti, mas também aos mosquitos do tipo Culex, conhecidos popularmente como muriçocas.”

Ministro não descarta que rejeitos de barragem da Vale cheguem ao Rio São Francisco

Resultado de imagem para tragédia de brumadinho

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, não descarta que rejeitos advindos do rompimento da barragem da empresa Vale em Brumadinho (MG) contaminem o Rio São Francisco. Ele participou de audiência pública na comissão externa sobre o desastre. A tragédia ocorreu no dia 25 de janeiro e até o momento 171 mortes foram confirmadas. Segundo a Defesa Civil, 139 pessoas continuam desaparecidas.

Questionado pelo relator da comissão externa, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), o ministro disse que as ações para conter os rejeitos advindos do rompimento da barragem estão sendo implementadas. De acordo com ele, haverá uma operação para tentar conter rejeitos na Usina de Retiro Baixo, em Minas Gerais, e outra na usina de Três Marias, também em Minas. “Mas a gente não pode garantir que não haverá contaminação do Rio São Francisco, porque isso depende do regime de chuvas e como a pluma vai se comportar ao longo do leio do rio Paraopeba”, ressaltou.

Projeto determina que consumidor possa escolher oficina em caso de sinistro

Resultado de imagem para sinistro em carros

O Projeto de Lei 497/19 pretende assegurar ao consumidor com apólice de seguro o direito de escolher a oficina para reparos em caso de sinistro com veículo. O descumprimento pode levar a sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90), sem prejuízo de outras.

A proposta está em análise na Câmara dos Deputados. Trata-se da reapresentação, pelo deputado Rafael Motta (PSB-RN), de proposta arquivada ao final da legislatura passada (PL 7038/17). “O tema é de grande relevância para os consumidores”, afirmou o parlamentar.

Pelo texto, o direito de escolha envolve todos os tipos de oficina (mecânica, lanternagem, pintura, recuperação e limpeza interior, entre outros), desde que o estabelecimento esteja legalmente constituído como empresa.

O valor do reparo, no entanto, segundo o projeto, deve respeitar os orçamentos médios aplicados a serviços similares. Ainda segundo a proposta, o direito de escolha se estende ao terceiro envolvido no sinistro.

Tramitação – A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Defesa do Consumidor; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Compra de uniformes pelo Governo Estadual motiva discussão no Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco

Um procedimento conduzido pela Secretaria Estadual de Educação (SEE) para a compra de uniformes escolares motivou pronunciamento da deputada Priscila Krause (DEM) na Reunião Plenária desta quinta (21). Segundo ela, após uma dispensa de licitação, os custos para os cofres públicos subiram de R$ 6,6 milhões para R$ 8,7 milhões. Em resposta, o líder do Governo, deputado Isaltino Nascimento (PSB), defendeu a lisura do processo.

A democrata explicou que a licitação dos uniformes para os alunos da Rede Pública foi iniciada no final do ano passado, dividida em quatro lotes. Desses, dois tiveram como vencedoras empresas que irão fornecer os fardamentos ao preço médio de R$ 6,74 por unidade. Os outros dois, ao contrário, chegaram ao fim sem propostas aceitas – seja porque as empresas participantes deixaram de cumprir requisitos legais, seja por terem exigido valores muito elevados.

Ainda de acordo com Priscila Krause, poucos dias após recusar as propostas, o Poder Executivo contratou a empresa RR Indústria e Comércio, por meio de dispensa de licitação, para fornecer os uniformes ao custo de R$ 8,94 por unidade. A fornecedora, disse a deputada, foi uma das empresas que haviam disputado os lotes concluídos sem vencedoras, e a decisão de contratá-la, frisou, contrariou um posicionamento da Procuradoria Geral do Estado – que teria alertado o Governo para o preço exigido pela empresa, quase 35% mais caro que o cobrado em compras de fardamentos em anos anteriores.

Pelas contas da democrata, os custos, após a dispensa de licitação, cresceram de R$ 6,6 milhões para R$ 8,7 milhões. Ela informou que irá levar o caso ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e solicitar ao órgão que suspenda a compra, determinando a realização de uma nova licitação. “Não estamos falando da merenda ou do fornecimento de água e de luz das escolas, algo que, se interrompido, inviabiliza a prestação dos serviços de educação. Não há urgência nesse caso para justificar uma contratação por R$ 2,1 milhões a mais”, argumentou.

Na tribuna, Isaltino Nascimento relativizou as críticas da deputada. Segundo o líder do Governo, todas as normas legais foram cumpridas, e a dispensa de licitação somente foi solicitada depois que as primeiras tentativas de compra foram frustradas. “Os alunos, a maioria pessoas humildes, sem condições financeiras, precisam receber o fardamento no tempo devido”, observou.

“A Secretaria de Educação em Pernambuco trabalha para atender os estudantes e atender a sociedade da melhor maneira. Não podemos trazer essa assunto como forma de denúncia ou de ataque contra a honradez dos gestores públicos. Não paira dúvida sobre a seriedade e a honradez desse processo de licitação”, concluiu o parlamentar.

Revista Veja: Humberto gasta R$ 500 da cota parlamentar em restaurante

Imagem relacionada

A coluna Radar, da revista Veja, traz uma nota nesta quinta-feira (21) sobre os gastos da cota parlamentar do senador Humberto Costa (PT). Entre os gastos, está uma conta do dia 31 de janeiro deste ano no valor de R$ 553,90 em um restaurante japonês, em Brasília. Segundo a nota, assinada pelo jornalista Ernesto Neves, o líder do PT na Senado gastou R$ 56.279,99 de cota parlamentar nos dois primeiros meses de 2019. E, em pelo menos 17 vezes, a conta do petista passou dos R$ 100 em restaurantes.

Ainda de acordo com a coluna, R$ 56.279,99 gastos, R$ 21.981,69 foram usados na compra de passagens aéreas, e R$ 17.604,32 em locomoção, hospedagem e alimentação. Em nota enviada ao Blog, a assessoria de Humberto afirma que “todos os itens registrados encontram-se rigorosamente dentro dos limites legais estabelecidos pelo Senado Federal para a cota parlamentar”. E acrescenta “que foram auditados pelos órgãos de controle interno da Casa e devidamente publicados no Portal da Transparência”.

“Todos eles estão previstos nos dispositivos legislativos, com a finalidade de assegurar o exercício da atividade parlamentar, como deslocamentos aéreos e atividades de cerimonial”, diz trecho da nota.

A assessoria do parlamentar disse ainda que em dezembro do ano passado Humberto “se recusou a receber os valores referentes a dois auxílios-mudança a que faria jus, em torno de R$ 70 mil”.

Confira a nota na íntegra

“A assessoria do senador Humberto Costa informa que todos os itens registrados encontram-se rigorosamente dentro dos limites legais estabelecidos pelo Senado Federal para a cota parlamentar, foram auditados pelos órgãos de controle interno da Casa e devidamente publicados no Portal da Transparência. Todos eles estão previstos nos dispositivos legislativos, com a finalidade de assegurar o exercício da atividade parlamentar, como deslocamentos aéreos e atividades de cerimonial. A assessoria lembra, ainda, que, em dezembro passado, o senador se recusou a receber os valores referentes a dois auxílios-mudança a que faria jus, em torno de R$ 70 mil, restituindo-os ao erário e apresentando um projeto de decreto legislativo extinguindo o benefício para reeleitos”.

Ministério Público de Pernambuco divulga imagens de sete foragidos da Operação Gênesis IV

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) solicita o apoio da população para localizar os sete foragidos da Justiça que não foram localizados na quarta fase da Operação Gênesis. A lista é composta por ex-agentes públicos e empresários que atuavam em esquema criminoso que teria desviado R$ 18 milhões da Prefeitura de Quipapá.

Para isso, foi disponibilizado o telefone (81) 99284-0063 (que recebe ligações e contato por whatsapp) para eventuais denúncias e informações sobre o paradeiro dos foragidos.

Confira, abaixo, as imagens:

Prefeita de Arcoverde é multada em mais de R$ 24 mil pelo TCE

Resultado de imagem para maria madalena arcoverde

Trata-se de Recurso Ordinário interposto pelo Ministério Público de Contas junto ao TCE-PE contra Acórdão T.C. nº 1871/15, proferido pela Primeira Câmara do TCE que julgou regular com ressalvas a Prestação de Contas de Gestão da Prefeitura de Arcoverde do exercício de 2013, e que imputou multa a diversos interessados.

Durante reunião no TCE-PE no dia 06 de fevereiro, o Pleno CONHECEU do presente Recurso Ordinário e, no mérito, por maioria, deu PROVIMENTO PARCIAL para, reformando a deliberação recorrida (Acórdão T.C. nº 1871/15), julgar IRREGULARES apenas as contas dos seguintes gestores: Maria Madalena Santos de Britto (Prefeita, autoridade homologatória e ordenadora de despesas), Sra. Andreia Karla Santos de Britto (Gestora do Fundo Municipal de Saúde e ordenadora de despesas), Sr. Ricardo Lins Alves Neto (Secretário Municipal de Obras e Projetos Especiais) e Sr. Adilson Valgueiro de Carvalho Barros (Secretário Municipal de Saúde e ordenador de despesas), mantendo o julgamento pela regularidade com ressalvas das contas da Sra. Patrícia Cursino Padilha e a multa que lhe foi aplicada.

Outrossim, o Pleno da Corte de Contas, majorou as sanções pecuniárias originalmente imputadas aos demais gestores, adequando-as à gravidade das irregularidades apontadas.

– Srª Maria Madalena Santos Britto – penalidade pecuniária no valor de R$ 24.646,50, correspondente a 30% do limite legal, haja vista a expressiva reiteração, ao longo do exercício, de variadas condutas contrárias à lei de licitações;

– Sr. Ricardo Lins Alves Neto – multa no valor de R$ 16.431,00, correspondente a 20% do limite legal, vez que, embora participando de apenas um evento, tratou-se de contrato de relevância financeira (prestação de serviços de limpeza urbana);

– Adilson Valgueiro de Carvalho Barros e Andréia Karla Santos de Britto – multa de R$ 8.215,50 , correspondente a 10% do limite legal, em função da ordenação de despesas sem do devido processo licitatório.