Quase 40% dos bancos explodidos em 2018 estão fechados ou sem dinheiro, diz sindicato

Resultado de imagem para bancos explodidos em pernambuco

Das 60 agências bancárias explodidas em Pernambuco em 2018, 23 não voltaram a funcionar normalmente até os primeiros dias deste ano, segundo o Sindicato dos Bancários do estado. O levantamento feito pela entidade aponta que clientes não contam com serviços em 38,33% das unidades atacadas por bandidos.

Os dados fazem parte do Mapa da Violência Bancária, divulgado na última quarta-feira (9), no Recife. Do total de bancos atacados no ano passado, 12 estão fechados e 11 funcionam, mas sem a circulação de dinheiro. Há, ainda, duas agências operando de forma precária.

O levantamento aponta que, em 2018, foram registradas 190 ações de bandidos no estado, incluindo investidas contra agências, correspondentes bancários, bancos postais, carros-fortes e assaltos a clientes na saída de bancos.

TCE suspende compra de R$ 1,8 milhão em livros de homenagem a Arraes que seria feita pela Assembleia

Resultado de imagem para livro sobre miguel arraes

Quatro mil livros que seriam impressos pela Assembleia Legislativa para homenagear o falecido governador Miguel Arraes (PSB) tiveram a compra suspensa. O custo seria de R$ 1,8 milhão, sem passar pelo processo de licitação, de acordo com o Tribunal de Contas do Estado. A decisão foi da conselheira Teresa Duere, relatora das contas da Assembleia, atendendo a um pedido de medida cautelar feito pelo Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO).

De acordo com o TCE, o primeiro-secretário da Assembleia, deputado Diogo Moraes (PSB), autorizou a compra sem licitação em 21 de dezembro do ano passado. A compra só foi publicada no Diário Oficial em 27 de dezembro, entre o Natal e o Ano Novo, quando a Assembleia e o próprio TCE estavam em recesso de fim de ano. O Legislativo teria contratado a Editora Canaã, com sede em Olinda.

Os quatro mil livros seriam distribuídos em um “kit-box” com dois livros, ao custo unitário de 456 reais cada, segundo o empenho oficial da despesa, publicado no site TomeConta do TCE.

A medida cautelar foi expedida pela conselheira Teresa Duere, nesta quarta-feira (9), suspendendo a realização da despesa de 1,8 milhão de reais, com base em argumentos colocados pelo MPCO em representação dirigida à relatora.

O MPCO, ao pedir a suspensão da compra sem licitação, alegou o “momento de crise que vive o país e o Estado de Pernambuco”.

“Em primeiro lugar, registra este membro do MPCO que o Governador Miguel Arraes, por toda a sua história e biografia, é merecedor de todas as homenagens em Pernambuco, no Brasil e no mundo. O MPCO, contudo, coloca à Relatora a pertinência de um gasto tão elevado em livros para realizar uma homenagem, em um momento de tanta crise financeira no país e também no Estado de Pernambuco. Afinal, está se tratando de quase 2 milhões de reis em livros para serem distribuídos como homenagem”, argumentou o procurador Cristiano Pimentel, do MPCO, ao requerer a suspensão.

O MPCO apontou que havia risco de “dano irreparável”, pois os recursos já tinham sido empenhados, ou seja, separados pela gestão da Assembleia para serem pagos a empresa.

“Pagar 456 reais, na média, por cada um dos livros, parece um tanto caro. Até nas grandes livrarias é difícil achar um livro tão caro”, justificou o procurador Cristiano Pimentel.

Com câncer, Beto Barbosa anuncia cirurgia para retirada da bexiga

Resultado de imagem para beto barbosa

Batalhando contra o câncer, Beto Barbosa realizará uma cirurgia para a retirada da bexiga e, talvez, da próstata, na próxima quinta-feira (17). “Vou retirar a bexiga. Quando os médicos realizarem a cirurgia, vão avaliar se será necessário tirar a próstata também. O câncer diminuiu 90% após a quimioterapia. Tem dia que fico animado, e outros tenso. Será um procedimento longo e muito invasivo”, explicou.

Aos 63 anos, o cantor teve seu diagnostico confirmado em julho do ano passado. Em novembro, ele realizou sua última sessão de quimioterapia. Com apresentações marcadas apenas para maio, Beto revela medo em permanecer tanto tempo internado. “Desde julho, só fiz três shows, é pouco. Eu trabalhava todos os dias do mês antes de descobrir o câncer. Fico feliz porque vi que as pessoas sentem amor e me apoiam.”

“Sou católico e acredito muito em Deus, uma hora vou ter que partir, mas não será de câncer. Para essa cirurgia só fico incomodado ao pensar que ficarei no hospital. Não é medo, me deixa nervoso não ter o controle dos dias que ficarei lá”, desabafou. Após a quimioterapia, ele disse que seus cabelos começaram a crescer e está pesando 93kg. Ele chegou aos 100kg por conta da retenção de líquidos. Forças, guerreiro!

Imagens que podem condenar promotor por corrupção somem de gabinete do TJPE

Resultado de imagem para marcellus ugiette pe

Uma mídia com o conteúdo de conversas de WhatsApp entre o promotor de Justiça Marcellus Ugiette e a advogada Karen Danielowski, ambos investigados na Operação Ponto Cego, sumiu do gabinete do desembargador Fábio Eugênio Oliveira Lima, relator do caso. Considerada uma das principais provas que pode levar o promotor à condenação por corrupção passiva, a mídia mostrava um diálogo relacionado a um depósito de R$ 1.195 na conta do filho do promotor. A advogada teria afirmado que aquele dinheiro não seria um empréstimo, mas um ‘presente’. Para os investigadores, a quantia seria uma série de propina para que Ugiette beneficiassem presos que faziam parte de uma quadrilha especializada em estelionato e furto qualificado, desarticulada em agosto do ano passado.

“Certifico que ao efetuar cópia das mídias dos presentes autos, foi verificado que a capa da mídia juntada à fl.1974, cuja capa tem o texto ‘Operação Ponto Cego, mensagens WhatsApp Karen Danielowski X Marcellus Ugiette’, encontra-se vazia, sem a correspondente mídia”, informou despacho do desembargador aos membros do gabinete.

Procurada, a assessoria do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) desde a manhã dessa quarta-feira (09), mas nenhum esclarecimento foi dado sobre o sumiço do conteúdo que havia sido anexado pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) como prova de suposta corrupção. A assessoria do TJPE foi questionada se o caso está sendo tratado como furto e se algum procedimento foi aberto para apurar onde está o material, mas, até o final da tarde desta quinta-feira (10), a assessoria não se pronunciou.

O PROCESSO – O promotor Marcellus Ugiette é acusado de corrupção passiva, fraude processual e lavagem de dinheiro. A denúncia afirma que Ugiette favoreceu membros de um grupo criminoso, que já estavam presos, para que os mesmos fossem transferidos do Centro de Observação e Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, para o Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros, no Complexo do Curado, onde poderiam continuar praticando os crimes. Dois advogados da quadrilha, Assiel Fernandes e Karen Danielowski, teriam sido os intermediadores. A denúncia da PGJ afirma que Ugiette recebeu quantias em dinheiro depositadas na conta bancária do filho. Uma delas no valor de R$ 6 mil, supostamente pagas pelas esposas dos presos.

Ugiette, que era titular da Promotoria de Execuções Penais, está afastado das funções desde agosto do ano passado.

PROCESSOS SOB SUSPEITA – O promotor também responde a processo administrativo, porque foram identificados indícios de irregularidades em processos que estavam sob a responsabilidade dele na 54ª e 19ª Promotorias de Justiça Criminal da Capital. Um dos processos é relacionado a um homicídio duplamente qualificado, que estava na promotoria desde 31 de maio de 1999. Desde então, a documentação ainda não havia sido devolvida à Vara competente para que o magistrado desse andamento ao caso. A Corregedoria também verificou que vários processos estavam com prazos extrapolados.

Reunião de Paulo Câmara com secretariado define plano de combate à violência para o estado

Resultado de imagem para pacto pela vida pernambuco

Em reunião realizada na Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), na Rua da Aurora, área central do Recife, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, apresentou, na manhã desta quinta-feira (10), o modelo de gestão adotado no Pacto pela Vida aos auxiliares do primeiro escalão do governo. O balanço com os números sobre a violência em 2018 será divulgado somente na próxima semana.

O último balanço divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS) corresponde ao último mês de novembro. De acordo com a SDS, houve uma redução de 34,7% nos Crimes contra o Patrimônio (CVP) em comparação com novembro de 2017. Comparado com os outros 11 meses do ano passado, a Secretaria considerou uma queda de 23% no registro dos CVPs.

Segundo a SDS, em 2018 houve redução consecutiva dos homicídios ocorridos em Pernambuco.

Inscritos no Mais Médicos devem se apresentar até esta quinta-feira aos municípios

Resultado de imagem para mais medicos

Profissionais com registro no Brasil inscritos na segunda chamada do programa Mais Médicos têm até esta quinta-feira (10) para se apresentar aos municípios.

Médicos que decidirem não comparecer mais às atividades devem informar ao município onde trabalhariam. A cidade fica encarregada de comunicar a desistência ao governo federal.

A etapa contou com 2.549 vagas em 1.197 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI). Ao todo, 1.707 profissionais com registro brasileiro escolheram localidades.

Piso salarial para o magistério é reajustado em 4,17%

Imagem relacionada

Desde o dia 1º, o piso salarial do magistério está em R$ 2.557,74, o que representa um aumento de 4,17%, segundo o Ministério da Educação (MEC).

O valor corresponde ao vencimento inicial dos profissionais do magistério público da educação básica, com formação de nível médio, modalidade normal, jornada de 40 horas semanais.

De acordo com o MEC, esse formato para correção do piso salarial é utilizado desde o ano de 2010.

Sport pode ficar de fora de competições nacionais por até dois anos

Resultado de imagem para gabriel atacante do sport na justiça

O meia-atacante Gabriel acionou o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela falta de fair play financeiro por parte do Sport. O jogador defendeu o time pernambucano na temporada 2018 e ficou do mês de agosto até dezembro sem receber pagamentos. Ele cobra do clube na Justiça uma dívida de R$ 900 mil, o equivalente a R$ 180 mil por mês.

A procuradoria do STJD recebeu a denúncia e intimou o clube a fazer o pagamento em 15 dias ou uma audiência de conciliação. Como o Tribunal está em recesso até o dia 20 de janeiro, o prazo começa a contar do dia 21, uma segunda-feira. A denúncia do jogador se baseia no artigo 18 do Regulamento Específico da Série A (a ser utilizado também nas séries B e C), publicado pela CBF em 2015.

Como o Sport foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, a perda de pontos nos jogos em que o Leão deixou de pagar os atletas não teria eficácia, de acordo com o procurador Felipe Bevilacqua. Assim, existe a possibilidade de aplicar o estatuto da Fifa que dispõe sobre o caso, suspendendo o clube devedor de competições nacionais e internacionais por até dois anos.

Mas, ainda é cedo para definir a punição a ser aplicada. O Sport ainda será notificado e pode tentar parcelar a dívida. A denúncia, inclusive, só será formalizada se até o retorno do STJD do recesso o Rubro-negro não regularizar a situação com o atleta.

O Sport ainda não vai se pronunciar sobre o caso. O vice-presidente jurídico rubro-negro Marcos Cabral Júnior informou que o clube ainda não foi notificado e, só após receber a notificação, irá falar algo. E então tomar as medidas cabíveis.

Pernambucana de Arcoverde é selecionada para o BBB19

Tereza é fã da pintora mexicana Frida Khalo - Foto: Gshow/Divulgação

Pernambuco tem presença garantida no Big Brother Brasil 19. O reality show da Globo, que é um dos mais assistidos do país, divulgou a lista de participantes da sua mais nova edição, nesta quarta-feira (9). Tereza Souza, 52 anos, é a responsável por levar o estado para dentro da casa. Ela é psicanalista e técnica de enfermagem, moradora da cidade de Arcoverde.

Uma das curiosidades sobre a sister, é que ela já foi casada seis vezes. A primeira delas, com apenas 16 anos, rendeu uma desilução amorosa que acabou servindo como lição de vida. O marido, sem ela saber, já era casado e mantinha outra família. “Eu sofri tanto que decidi que a partir daquele momento, ninguém mais mandaria em mim”, contou a psicanalista, em entrevista ao Gshow.

Tereza também foi casada com uma mulher durante seis anos. “Foi o relacionamento mais tranquilo que eu tive, com muito apoio. Eu nunca disse para ninguém da família que ela era minha companheira, mas todo mundo sabia”, declarou ela sobre a ex, com quem ainda mantém uma amizade.

A jogadora, que atualmente está solteira, contou que o sonho de entrar na casa mais vigiada do Brasil está na família há anos, mas quem sempre se inscreveu foi o filho mais novo, David, de 31 anos. “Eu ajudava, gravava as fitas e tudo. Mas em 2016 resolvi tentar. Dentro de mim, eu sempre quis participar do programa, mas achava que não conseguiria”, revela Tereza, que também é mãe de Davys, de 34 anos.

Fã da pintora mexicana Frida Khalo, Tereza ainda contou ao Gshow que se emocionou ao saber que foi selecionada para a 19ª edição do BBB. “Eu não acredito! David, é pra tu!”, vibrou, lembrando-se do filho.

Dias Toffoli mantém votação secreta para eleição na Câmara

Resultado de imagem para dias toffoli

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, negou nesta quarta-feira pedido liminar feito pelo deputado federal eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) para que a eleição para presidente da Câmara dos Deputados fosse realizada em votação aberta, mantendo a eleição fechada.

Com a decisão do presidente do Supremo, fica mantido o procedimento pelo qual os deputados não precisam explicitar publicamente em que votaram na disputa pela presidência da Câmara.

Na decisão de 13 páginas, o presidente do STF argumentou que a modificação na forma da eleição por ele, sem a análise do plenário do STF, “implicaria em modificação repentina da forma como a eleição da mesa diretiva regimentalmente vem se realizando ao longo dos anos” na Casa.

“Ao passo em que a manutenção da regra regimental permite a continuidade dos trabalhos diretivos da Casa Legislativa nos moldes definidos por aquele Poder”, disse Toffoli.

Renovada, Assembleia Legislativa de Pernambuco se reorganiza para nova legislatura

Resultado de imagem para deputado eleito fabrizio ferraz florestaA partir de fevereiro, com o início de mais uma legislatura, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) terá 24 novos deputados no quadro parlamentar. A renovação de 48,9% traz reorganização no quadro do Parlamento estadual, inclusive no âmbito das políticas voltadas à melhoria das condições de vida da população. 

Representando o Sertão e, pela primeira vez ocupando um cargo público, o deputado eleito Fabrizio Ferraz (PHS) tem como base eleitoral a cidade de Floresta. Para ele, o fato do Sertão ter menos deputados do que outras mesorregiões do estado expõe a desigualdade de representação na Casa Joaquim Nabuco. Fabrizio também pontuou que esse fator interfere na relação do Poder Público com as necessidades da população.

“Existe fragilidade política muito grande na região, com problemas na saúde e na segurança, por exemplo, e também na geração de emprego e renda. Existem poucas políticas públicas no potencial turístico da região de Itaparica, nas áreas de caprinocultura, agricultura e piscicultura também”, pontuou Ferraz. Ele também disse que proporá cursos e capacitações na área de consumo e couro para profissionais, bem como créditos para bancos do Nordeste oferecerem créditos de investimento para produções na região. O parlamentar eleito confirmou que fará parte da base de apoio do governador Paulo Câmara (PSB).

Carnaíba: Ministério Público ajuíza ação civil contra ex-prefeito e vereador por improbidade administrativa em compra de terreno

Resultado de imagem para mppeO Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ajuizou uma ação civil de responsabilidade por atos de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Carnaíba José Mário Cassiano Bezerra e o vereador do município Irenildo Pereira dos Santos (Neudo da Itã). Ambos já denunciados por ilegalidade na dispensa de licitação e superfaturamento na aquisição de um terreno.

Segundo o promotor de Justiça, Ariano Tércio Silva de Aguiar, há fortes indícios de que houve enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e violação a princípios gerais da administração pública, notadamente o da legalidade, da impessoalidade e da eficiência, dos dois acusados. A ação se baseia na venda de um terreno de propriedade de Irenildo Pereira dos Santos por valor superior ao praticado habitualmente, caracterizando superfaturamento, adquirido pelo município de Carnaíba, em 2013, época da gestão pública de José Mário Cassiano Bezerra.

“Na qualidade de prefeito e ordenador de despesas de Carnaíba, José Mário Cassiano Bezerra, dolosamente, deixou de observar as formalidades pertinentes à dispensa de licitação, autorizando e assinando contrato de compra e venda de um terreno localizado no povoado da Itã, distrito de Carnaíba, medindo dois hectares, com área de 6.000,00 mil metros quadrados”, relatou o promotor da Justiça. O ex-prefeito pagou o valor de R$ 80.000,00, além de burlar o processo licitatório.

A quitação do valor se deu em quatro parcelas. A primeira de R$ 30.000,00 em 11 de março de 2013. A segunda parcela foi de R$ 20.000,00 em 12 de abril; a terceira, de R$ 10.000,00 em 13 de maio; e a última de R$ 20.000,00 em 10 de junho de 2013.

“O terreno em questão foi declarado à Receita Federal e ao Tribunal Regional Eleitoral, no ano de 2012, com o valor de R$ 10.000,00, de acordo com a declaração de patrimônio de Irenildo Pereira dos Santos”, revelou o promotor de Justiça Ariano Tércio Silva de Aguiar. Ele frisou na peça da ação civil que “no ano de 2013, o mesmo terreno que valia R$ 10.000,00 foi vendido à Prefeitura de Carnaíba por R$ 80.000,00, valorizando-se mais de 800% em menos de um ano”.

O terreno, em tese, seria destinado a construção de um sistema de tratamento de rede de esgoto. Todavia, até o presente momento a mencionada rede não foi edificada. “Não havia viabilidade técnica para construção de uma estação de tratamento de esgoto, uma vez que esse tipo de empreendimento exige uma série de outros investimentos que envolvem altos custos operacionais relacionados ao sistema de coleta, armazenamento, manutenção, tratamento e destino final”, pontuou o promotor, baseado em pareceres técnicos. “Caracteriza desvio de finalidade e constitui ato de improbidade administrativa, que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, e dilapidação dos bens municipais”, concluiu Ariano Tércio Silva de Aguiar.

Assim, o MPPE requer para os dois envolvidos ressarcimento integral do dano ao erário no valor de R$ 80.000,00, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos, ao pagamento de indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 100.000,00, a ser revertido ao Fundo previsto no art. 13 da Lei nº 7.347/85.

“O dinheiro gasto na aquisição do terreno poderia ter sido utilizado na construção de escolas, creches, aparelhamento do serviço público, melhoria do salário dos professores, profissionais de saúde, segurança pública e em inúmeras áreas deficitárias do município de Carnaíba. Mas não teve utilidade alguma para a municipalidade”, argumentou o promotor de Justiça.

Delegado de Pernambuco é multado por post em rede social sobre o caso Marielli Franco

Resultado de imagem para marielli franco

O delegado Jorge Ferreira de Souza, da Delegacia da Mulher de Pernambuco, foi punido com a perda de valor equivalente a dez dias de trabalho no próximo salário pela Secretaria de Defesa Social (SDS). O desconto dos R$ 7,9 mil será feito direto na folha do servidor, que recebe mensalmente cerca de R$ 24 mil.

A penalidade é o resultado do inquérito administrativo instaurado para apurar as declarações do delegado. Em março do ano passado, Ferreira publicou um post no Facebook atacando a vereadora Marielle Franco (PSol-RJ), que havia sido executada alguns dias antes na capital carioca. “Se envolve com o narcotráfico, vira mulher de bandido, troca de facção criminosa, é assassinada pelos ‘mano’… Va se fu dona Marielle, já foi tarde”, disse o ex-titular da Delegacia da Mulher. À época, ele argumentou que sua conta no Facebook havia sido hackeada.

O texto com a punição afirma que o delegado “cometeu transgressão disciplinar, uma vez que restou devidamente comprovado no decorrer do procedimento administrativo, que o imputado publicou e compartilhou em seu Facebook posts em que participou de manifestações de desapreço a autoridades públicas e políticas”. A reportagem da Folha de Pernambuco tentou contato com o delegado, mas não conseguiu conversar com ele.

Sucessão: Gonzaga Patriota diz que tem que haver entendimento na Frente Popular, senão Sandrinho se lasca

Resultado de imagem para gonzaga patriota radio pajeu

Durante entrevista na manhã desta quarta (9) na Rádio Pajeú, o deputado federal Gonzaga Patriota fez duras críticas à forma de como o governo Paulo Câmara trata os deputados.

Gonzaga está na região do Pajeú e esteve fazendo um balanço de sua visita em alguns municípios.

Sobre o governador Paulo Câmara, Gonzaga disse que, devido ser um governo técnico, deu uma equilibrada no Estado, mesmo apesar das dificuldades em que se encontram outros estados, mas no relacionamento com os políticos de mandatos é muito ruim por conta de não ter assessoramento. “Os secretários dele são ruins demais para os políticos. Quem tá falando aqui não é Gonzaga Patriota, é o deputado que se elegeu em 2014 e o mandato termina agora em 31 de janeiro com mais de 100 mil votos. Então, na hora que Gonzaga Patriota liga para um secretário desses é para atender ou retornar, mas não fazem isso. Vieram a Custódia onde sou o segundo deputado mais votado da Frente para inaugurar coisas que ajudei a levar para o município e me avisam à noite ‘olha amanhã bem cedo o governador tá em Custódia’ eu respondi diga a ele que seja bem ido porque eu não vou”, disse o deputado.

Sobre Afogados da Ingazeira, o deputado disse que não esteve presente na inauguração e revitalização da Avenida Rio Branco porque não foi não sabia. Disse ter tido conhecimento da inauguração através de blogs da cidade. Quanto à sucessão no município, Gonzaga disse que não é muito cedo para se falar nisso. Para ele, Patriota deu sequência ao trabalho de Totonho e já está no momento de se conversar sobre eleição que acontece o ano que vem e que Afogados da Ingazeira tem que começar a exigir entendimentos para que se possam escolher os próximos candidatos.

Racha entre Totonho e Patriota

Gonzaga disse que pode sim acontecer o racha, mas que todos sentarão para debater e discutir uma saída em que todos possam marchar juntos na eleição ano que vem. “Poder, pode acontecer (do racha) agora a gente vai trabalhar muito para que não ter racha, o que não pode é alguém dizer que ‘eu sou o prefeito’ e vou colocar alguém para ser meu sucessor, não tem que ouvir. Porque se for assim, o camarada que está como prefeito e as vezes se excede com os poderes, ele cai, já vi muitos caírem. Então, se Patriota chegar e disser ‘meu candidato é Sandrinho’ e se for assim, a gente vai pra o lado de lá e trás muita gente, porque não é só Sandrinho que quer se candidato da Frente não, tem muita gente do lado de Patriota que também quer ser candidato. Um exemplo, se Patriota chegar e disser que Sandrinho é o candidato, e acabou-se, do lado de cá a gente tem candidato, do lado de lá a gente trás uns 40% e Sandrinho se lasca, dai que tem que ter um entendimento”, concluiu Gonzaga.

39 veículos irregulares no Agreste e na Mata Sul de Pernambuco

Fiscalização na BR-104. Foto Divulgação PRF

Por meio de fiscalização realizada pela Polícia Rodoviária Federal nesta terça-feira (08), foram recolhidos 39 veículos irregulares. As apreensões ocorreram na BR 104 nos limites dos municípios de Panelas, Cupira, (Agreste), e Quipapá (Mata Sul de Pernambuco). A ação integra a Operação Rodovida, que visa reduzir acidentes graves, e segue até o período do Carnaval.

Ao todo, foram emitidos 275 autos por diversas infrações. Entre elas, destacam-se 13 pela falta do capacete, 10 pelo não uso do cinto de segurança, duas por ultrapassagem indevida, duas por excesso de peso e uma por alcoolemia.

Do total de veículos recolhidos, 20 eram carros e 19 eram motocicletas. As irregularidades verificadas vão desde problemas no licenciamento até a falta de conservação, que contribui para a ocorrência de acidentes.