Tragédia com barragem da Vale em Brumadinho pode ser a pior no mundo desde 1985

Resultado de imagem para bombeiros em minas gerais brumadinho

Com o número cada vez maior de mortes confirmadas em Brumadinho (MG), o Brasil pode vir a se tornar a sede da pior tragédia humana provocada por rompimento de barragens das últimas três décadas.

Relatório da Agência de Meio Ambiente das Nações Unidas registrou os maiores rompimentos de barragens ocorridos desde 1985. Só nos últimos cinco anos, ocorreram oito grandes acidentes pelo mundo.

O Brasil, lamentavelmente, tem destaque nessa lista por ser o país com o maior número. Foram três acidentes com perda humana ou grave dano ambiental de 2014 para cá: rompimento de uma barragem da Herculano Mineração, em Itabirito (MG), em 2013, com três mortes; o vazamento na barragem do Fundão, em Mariana (MG), em 2015, com 19 mortes; e, agora, a tragédia com grande perda de vidas, em Brumadinho.

Segundo o relatório da ONU, publicado no ano passado, o evento mais trágico envolvendo barragens de minério nos últimos 34 anos foi em 1985, no norte da Itália. Na hora do almoço, 180 mil metros cúbicos de lama da barragem administrada pela Prealpi Mineraria varreram as cidades de Stava e Tesero, matando 267 pessoas, entre as quais famílias inteiras.

Evento mais trágico envolvendo barragens de minério nos últimos 35 anos foi em 1985, no norte da Itália

Em Stava, um memorial com uma estátua de bronze foi erguido em homenagem às vítimas. A escultura retrata a cena dramática vista pelas equipes de resgates: dezenas de homens, mulheres e crianças foram encontrados mortos, envoltos em lama, com as mãos erguidas na frente do rosto, numa última tentativa de se proteger.

Engenheiros suspeitos de fraudes em Brumadinho são presos

Resultado de imagem para bombeiros em minas gerais brumadinho

Dois engenheiros, suspeitos de fraudarem laudos técnicos da empresa Vale, permitindo operações na barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, foram presos na manhã desta terça-feira (29) em São Paulo. A ordem de prisão foi expedida pela Justiça de Minas Gerais.

Segundo informações preliminares, os pedidos de prisão foram expedidos no fim de semana. Os homens foram presos em casa. Há desdobramentos da operação também em Minas Gerais. Porém, não foram detalhadas as ações nem os locais.

A força-tarefa envolve a Polícia Federal, o Ministério Público Estadual e Federal e a Polícia Civil, além de policiais, promotores e procuradores de Minas.

Barraco: Eduardo Costa pede para seguranças darem uns “tapas” em fã bêbado

Crédito: Reprodução/YouTube

Eduardo Costa voltou a causar polêmica na mídia. O cantor sertanejo ficou incomodado com um fã, aparentemente embriagado, durante apresentação em Danbury, nos Estados Unidos, e pediu para que seus seguranças o tirassem a força.

Costa ainda teria mandado sua equipe “dar uns tapas” no rapaz, que acabou levando uma gravata e sendo imobilizado por um dos quatro homens que trabalham para o cantor.

“Para todo mundo só para olhar para ele, que está querendo chamar a atenção. Meu segurança, tira ele para mim. Resolve aqui para mim. Pode pegar ele. A moça pode deixar, o rapaz você leva. Tira ele e dá uns tapas nele para mim, por favor. Quer fazer graça, vamos deixar ele fazer lá atrás”, disse o cantor durante a apresentação.

Após a ordem, o cantor foi aplaudido pelos outros fãs que estavam no local. “Esse tipo de gente tem que apanhar para aprender a viver. E o outro rapaz, que provocou ele, fica quietinho ou mando buscar.”

Por fim, ainda segundo a revista Quem, Costa provocou o rapaz, afirmando que essa atitude é de quem não fazia sexo. “Com certeza esse tipo de gente não c*** ninguém. Se for casado alguém vai pegar a mulher dele. Se Deus quiser. Eu estou sem tempo, senão seria eu”, completou.

Cantor Beto Barbosa é operado pela 2ª vez após complicações

Resultado de imagem para beto barbosa cirurgia

Beto Barbosa precisou passar por uma nova cirurgia, neste domingo (27), no hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo. O cantor teve problemas após retirar os órgãos afetados pelo câncer há algumas semanas.

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, o veterano enfrentou complicações no cateter – uma espécie de tubo – que serviria para expelir a urina do corpo. Isso porque foi reconstruída sua bexiga, que havia sido prejudicado pelo um tumor.

Apesar da situação delicada, os médicos garantiram que o procedimento foi um sucesso. Caso fosse adiado, o artista poderia ter pego uma grave infecção e correria risco de vida. Entretanto, segue sem previsão de alta.

Confiante, o famoso já tem apresentações marcadas a partir do mês de março. Ele está em tratamento desde agosto do ano passado, quando revelou sua luta contra a doença.

Padre Aldo assume Paróquia da Imaculada Conceição, em Flores

Tomou posse como pároco neste sábado (26) na Paróquia da Imaculada Conceição, em Flores, o padre Adilton Guedes (Pe. Aldo Guedes).

Padre Aldo foi recepcionado nas proximidades da rodoviária pelos grupos e movimentos da paróquia, bem como pelo Monsenhor João Carlos Acioly. Em seguida, caminharam até a matriz onde aconteceu a missa de posse presidida pelo bispo diocesano, dom Egidio Bisol. Paroquianos da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, em Tabira, também estiveram presentes.

Em seu discurso, o padre explicou da responsabilidade que qualquer sacerdote deve exercer ao assumir uma paróquia. “Ao pároco é dada a responsabilidade de administrar e conduzir uma parte do povo de Deus que está sob os cuidados do bispo diocesano. A exemplo do Bom Pastor, que é Jesus, ele chega como servidor, vem para servir, vem para cuidar, vem para dar proteção ao rebanho, vem à serviço da Paróquia da Imaculada Conceição”, disse.

Para encerrar, Pe. Aldo disse que espera desenvolver um trabalho junto com a comunidade, pois está chegando e que não trouxe nada pronto na bagagem. “Agora lhes digo com toda franqueza, o como fazer e o que se fazer, não trago a receita pronta na bagagem, trago apenas um coração aberto, disponível para caminhar com vocês e, juntos, tentarmos encontrar os caminhos”, concluiu.

Em oração do Angelus, Papa cita vítimas da tragédia de Brumadinho

Papa Francisco

Após a oração do Angelus deste domingo (27), no Lar do Bom Samaritano Juaz Díaz, na Cidade do Panamá, o Papa Francisco lembrou as vítimas do rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), no início da tarde de sexta-feira (25). Pelo menos, 37 pessoas morreram.

O Pontífice citou também a tragédia ocorrida no estado mexicano de Hidalgo, onde a explosão de um oleoduto perfurado ilegalmente mantou até o momento 114 pessoas.

“Desejo expressar meus sentimentos de pesar pelas tragédias que atingiram os estados de Minas Gerais, no Brasil, e Hidalgo, no México. Confio à misericórdia de Deus todas as pessoas falecidas. Ao mesmo tempo, rezo pelos feridos e expresso meu afeto e proximidade espiritual a seus familiares e a toda a população. ”

Bancada da bala quer votar projeto que facilita porte de arma logo após a Câmara analisar nova Previdência

Resultado de imagem para portar arma

Integrantes da bancada da bala dizem ter recebido sinal verde de Jair Bolsonaro para retomar na Câmara debate sobre um projeto que facilita o porte de armas. O presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública, Capitão Augusto (PR-SP), chamou reunião com o grupo para quarta (30). Ele diz que vai trabalhar para construir consenso em torno de proposta que já está em tramitação, para levá-la ao plenário logo após a aprovação da reforma da Previdência, o que espera que ocorra até julho.

A bancada deve adotar o projeto do deputado Rogério Peninha (MDB-SC) que revoga o Estatuto do Desarmamento. Em conversa recente com um dos líderes da frente pró-armas, o presidente avaliou que seria possível retomar a discussão sobre a medida no início desta Legislatura.

Colisão entre van e viatura da PM deixa uma pessoa morta em Arcoverde

Veículos colidiram e caíram em um barranco / Foto: Cortesia

Uma colisão entre uma van e uma viatura da Polícia Militar (PM) terminou com uma mulher morta na tarde deste sábado (26). A batida ocorreu no Km 245 da BR 232, em Arcoverde. Os dois veículos colidiram e caíram em um barranco de pequeno porte.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima, que não teve a identidade divulgada, morreu no local. Ela era ocupante da van. Um homem teve ferimentos leves, mas não precisou ser hospitalizado. As circunstâncias da colisão serão investigadas por peritos do Instituto de Criminalística (IC).

Sob Bolsonaro, Bolsa Família corta 381 mil benefícios no 1º mês do ano

Resultado de imagem para bolsa familia

O relatório do mês de janeiro do programa Bolsa Família aponta que o número de famílias beneficiadas foi reduzido em 381 mil em relação a dezembro de 2018. O corte, segundo o Ministério da Cidadania, é fruto de procedimentos que geram cancelamentos por “inadequações” e desligamentos voluntários.

Segundo o programa, em dezembro foram pagas 14,1 milhões de famílias. Já no primeiro mês do ano foram 13,7 milhões. O pagamento dos beneficiários começou na sexta-feira, dia 18, e obedece um calendário que leva em conta o número final de cadastro da família. Janeiro é o primeiro mês do programa sob o governo de Jair Bolsonaro (PSL), que assumiu dia 1º.

O valor pago em janeiro também teve uma pequena redução nesse primeiro mês do governo, segundo o relatório: de R$ 2,6 bilhões, em dezembro, para R$ 2,5 bilhões. O valor médio do benefício foi de R$ 187.

Wagner Montes morre no Rio, aos 64 anos

Em agosto de 2018, Wagner Montes postou um #tbt: "Junto com o amigo e eterno patrão Silvio Santos. Saudades!"

Nascido em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, morreu neste sábado, dia 26, no Rio de Janeiro, após enfrentar vários problemas de saúde nos últimos anos, o jornalista e político Wagner Montes, aos 64 anos, no Rio de Janeiro. Wagner Montes estava internado há dois dias para tratamento de infecção urinária. Natural de Duque de Caxias, Wagner Montes era advogado, deputado estadual (PRB/RJ) e apresentador. Iniciou sua carreira em 1974, na rádio Tupi. Em 1981, sofreu um acidente de triciclo e teve de amputar a perna direita.

Montes foi vice-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e, nas eleições de outubro, havia sido eleito deputado federal com 65.868 votos. O velório do parlamentar será realizado na Alerj, em horário ainda não definido.

Como apresentador, ganhou fama no programa ‘Aqui Agora’, na extinta TV Tupi, em 1989. Atualmente, trabalhava como apresentador do ‘Balanço Geral’ da Record TV, no Rio de Janeiro.

A Record TV divulgou nota de pesar pela morte do apresentador:

A ‘Record TV’ lamenta o falecimento do nosso querido amigo e apresentador Wagner Montes neste sábado, 26 de janeiro de 2019.Conhecido pela irreverência e luta social que marcou seu trabalho ao longo de 35 anos como jornalista de TV, Wagner Montes foi um campeão de audiência e um dos apresentadores de maior sucesso na televisão brasileira. Expressamos nossas condolências aos familiares, amigos e admiradores do trabalho deste profissional que ajudou a escrever a história da televisão brasileira.

Hospital Geral do Sertão, em Serra Talhada, será entregue até o fim deste ano, garante governador

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

O Hospital Geral do Sertão (HGS) Governador Eduardo Campos, que tem previsão de entrega no fim deste ano, está com 5% das obras realizadas. Representando um investimento de R$ 45 milhões, a unidade atenderá, além de Serra Talhada, os municípios de Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte e Triunfo. Ontem, o secretário de Saúde e o governador estiveram na instituição.

“A expectativa é que em janeiro de 2020 a gente possa inaugurar o hospital, que vai começar com 60 leitos gerais e 10 leitos de UTI. Um bom começo para que tenhamos condições de atender, aqui em Serra Talhada, casos graves de trauma, cirurgias de alta e média complexidade e servir ao Sertão como um todo”, observou o governador Paulo Câmara.

Com cerca de 10 mil metros quadrados de área construída, a estrutura física da unidade de saúde contará com cinco salas de cirurgia. E terá a possibilidade de expansão para 140 leitos de internamento e 20 de UTI, além de atendimento de casos de oncologia, previstos para serem incorporador em um segundo momento. Os 82 trabalhadores da construção, que está com o percentual de progresso geral de 5%, seguem executando serviços de engenharia nas fundações dos blocos A, B C e D. “O cronograma está sendo cumprido dentro do tempo correto”, garantiu o governador.

O HGS complementará a rede de saúde da III Macrorregião, que engloba 35 municípios e atende uma população de 842.153 habitantes. O hospital terá capacidade para realizar, em média, 500 internamentos por mês.

Carnaíba: Apicultura estimula geração de renda

Associação oferece uma série de produtos derivado do mel. Foto: Roberto Arrais/Divulgação  (Foto: Roberto Arrais/Divulgação )

Um projeto de geração de renda que vem beneficiando a população de Carnaíba é desenvolvido pela Associação dos Apicultores de Carnaíba e Região (AAPIC) em parceria com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do município. Trata-se do projeto de criação de abelhas, que se estende por vários locais das áreas urbana e rural. Dos 43 sócios da AAPIC, 35 estão produzindo mel e derivados da abelha. No ano passado, a produção variou entre 8 a 12 toneladas de mel. Além do mel, a associação produz e comercializa ketchup, própolis puro e composto, lambedores e cosméticos, entre outros produtos. Os preços dos itens variam de R$ 5 (uma pomada à base de própolis) a R$ 30 (mel em favo). Já o mel líquido tem preços entre R$ 10 e R$ 25, dependendo do litro. A matéria é destaque no Diario de Pernambuco deste sábado.

“É uma atividade sustentável”, garante Luiz Alves de Siqueira, 49, presidente da associação. “Quanto mais se produzir, fica mais fácil a venda”. Um dos motivos para a escolha da opção da atividade numa região tão seca foi, segundo o gestor, a diversidade de plantas da caatinga já que as abelhas são responsáveis pela polinização das plantas. “A natureza nos presenteia com uma florada de diversas plantas, e com isso as abelhas são favorecidas”, explica Luiz Siqueira, que é um dos produtores de mel de Carnaíba. O município tem potencial para produzir 30 toneladas anualmente. “Se todos os associados praticassem a apicultura, teríamos cerca de 51 toneladas/ano”, acredita o dirigente da AAPIC. A produção no ano passado teve uma baixa, creditada por Luiz Siqueira às condições climáticas, pois “o inverno parou de vez”.

De 2007 para cá, quando foi fundada, a associação vem dando passos largos na conscientização dos associados e da população quanto à rentabilidade da apicultura. Já existe um selo, o Vozes da Seca, e falta apenas certificação para que os produtos à base de mel da AAPIC chegue ao mercado consumidor. Informamelmente, já são vendidos em feiras e exposições na região e no estado. O projeto é amplo e envolve até mesmo a capacitação de agricultores para produção de derivados à base do mel de abelha. A associação mantém uma casa do mel com maquinário que beneficia toda produção dos sócios e tem também uma escola para capacitação na área da apicultura.

Projeto evita o êxodo rural

“Como é rentável, a apicultura é uma forma de manter o homem fixo à terra”, analisa Luiz Siqueira, presidente da Associação dos Apicultores de Carnaíba e Região (AAPIC). Foi o que aconteceu com o agricultor Manoel Alves da Silva, 54, morador do Sítio Tamboril, na zona rural do município. Manoel pôde diversificar suas atividades na roça com a adesão à apicultura sem precisar ir muito longe. Antes vivia de plantar apenas milho e feijão. Atualmente, mantém 24 colmeias com estimativa de produção de mel em torno de 700 quilos, este ano, ao lado da casa onde mora. “Estou esperando o inverno chegar para trazer uma nova florada”, revela o agricultor, ansioso para ter uma renda extra com a produção de mel.

Na verdade, a apicultura em Carnaíba está em evidência agora mas é uma operação antiga. Na família do funcionário público Olavo Damião Torres, 63, tudo começou com seu pai José Damião Torres. Morando na área urbana da cidade, ele cria a abelha indígena, tida como social e que tem baixa agressividade e produz entre um a dois quilos de mel por ano. Esse mel é tido como mais valioso. São 32 colmeias mantidas no quintal de casa. No ano passado, ele tirou cerca de 30 litros, cada um sendo vendido a R$ 40. No Sítio Poço Grande, Olavo mantém o apiário com a criação da abelha italiana, produzindo cerca de uma tonelada de mel por ano.

Engenheiro agronômo Anchieta Alves se deu bem com investimento na apicultura. Ele obtém uma grana extra mensal em torno de R$ 2 mil. Foto: Roberto Arrais/Divulgação

O engenheiro agrônomo José Anchieta Alves de Queiroz, 51, acabou tornando-se referência no município no quesito apicultura. Fez um curso na área em 1990, identificou-se com o ofício e possui cerca de 60 colmeias, divididas em três apiários distribuídos pelos sítios Riacho do Peixe e Serrote Verde, em Carnaíba, e Matinha, em Afogados da Ingazeira. Em 2018, Anchieta Alves tirou aproximadamente 40 quilos por caixa, ficando a produção total em torno de 1.800 quilos. “É um investimento garantido pois traz retorno”, pontua o produtor. “Para mim gera uma renda mensal em torno de R$ 2 mil”. Na visão do engenheiro, a apicultura está ainda engatinhando em Carnaíba. “Tem campo para crescer mas falta incentivo. Não temos, por exemplo, a assistência técnica que deveríamos ter”, expõe. “Mas, no geral, estou satisfeito”.

O próprio presidente da associação é dono de um apiário contendo com 45 colmeias, no meio da caatinga no Sítio Tamboril, aproximadamente 12 quilômetros do Centro. Luiz já era apicultor e enfrentou um período de desemprego na vida. “Foram as abelhas que me deram o respaldo para continuar sobrevivendo”, relembra. Hoje, o faturamento do dirigente chega a aproximadamente R$ 3 mil mensais.

do Diario de Pernambuco

Jucazinho, em Surubim, está entre as 45 barragens em risco no país

Preocupação só não é maior porque reservatório tem ficado com água abaixo da sua capacidade e o nível vem sendo monitorado (Foto: Aluisio Moreira / Divulgação)

Rompimentos de barragens no Brasil, tal como aconteceu com a de Brumadinho ontem, em Minas Gerais, têm sido tragédias anunciadas. O último Relatório sobre Segurança de Barragens, divulgado no fim de novembro do ano passado pela Agência Nacional de Águas (ANA), listava pelo menos 45 barragens com grande risco de rompimento, quase o dobro do número registrado no ano anterior. Em Pernambuco, Jucazinho, em Surubim, é a única no documento em situação de alerta de risco.

O problema é que Jucazinho é o maior reservatório para abastecimento humano do Agreste, com capacidade para armazenar mais de 327 milhões de metros cúbicos de água, e o terceiro do estado. Segundo o corpo técnico do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), num cenário de rompimento de Jucazinho, o estrago poderia se propagar até o Recife com o reservatório cheio, mas o volume atual é de apenas 3,2% de sua capacidade diminuindo o risco de tragédia.

De acordo com o relatório, entre os problemas estruturais importantes identificados em Jucazinho, que impactam na segurança do reservatório, foram observadas fissuras nos vertedouros laterais e nas ombreiras e a bacia de dissipação não é capaz de sustentar a vazão de água do rio. Ou seja, em períodos de chuvas intensas, há grande possibilidade de rompimento da barragem. O relatório também identificou que o Dnocs não tem Plano de Ação de Emergência para o caso de uma possível tragédia e que a situação de risco da barragem já é conhecida pela diretoria-geral do Dnocs desde 2004, inclusive com a demonstração de dados de engenheiros da própria autarquia. Outros órgãos também estão cientes da situação de Jucazinho como a Compesa, a Secretaria estadual de Recursos Hídricos e a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), responsável pela fiscalização.

Padre Aldo Guedes toma posse neste sábado na Paróquia da Imaculada Conceição de Flores

Resultado de imagem para padre aldo tabira

Dando início ao calendário de transferências anunciadas em novembro pelo bispo dom Egidio Bisol, acontece neste sábado (26), a posse do novo pároco da Paróquia da Imaculada Conceição, em Flores. O padre Adilton Guedes (Pe. Aldo Guedes) que esteve durante vários anos à frente da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, em Tabira, será empossado como pároco de Flores pelo bispo dom Egidio Bisol. A missa de posse acontecerá às 19h.

Serra Talhada deve fortalecer atuação da Defesa Civil para proteger a população

Planejar e coordenar as ações de mapeamento das áreas de risco de alagamento, deslizamento e outros tipos de desastres naturais para resguardar a vida das pessoas deve ser uma das prioridades do poder público. Atento a essa questão, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, e à Defesa Civil do município reforçar as medidas preventivas em relação às áreas de risco na cidade.

De acordo com o promotor de Justiça Vandeci Leite, a Secretaria de Planejamento e Gestão informou ao MPPE que existem vários imóveis construídos sem licenciamento em áreas de alagamento. Para garantir a integridade física desses moradores, a gestão municipal deverá fortalecer ações preventivas e realizar um mapeamento dos pontos de risco a fim de minimizar os riscos de enchentes, deslizamentos e alagamentos.

Outra medida que deve ser providenciada pela Defesa Civil de Serra Talhada é a implementação de ações intersetoriais, com a colaboração entre Defesa Civil, Secretaria de Obras e Infraestrutura e de Serviços Públicos, a fim de realizar os serviços necessários para conter alagamentos e deslizamentos.

“Cabe à administração pública zelar pelo bem da coletividade, preservando a segurança das pessoas ao viabilizar o escoamento das águas pluviais e, neste caso, não concedendo licenças de construção, embargando obras em locais de risco e realizando a limpeza e desobstrução das áreas mapeadas”, concluiu Vandeci Leite.