Governo de PE não adotará recomendações do Conselho Estadual de Saúde

 (Douglas Fagner/SEI)

Na tarde desta quinta-feira (6), o secretário estadual de Saúde, André Longo, concedeu uma entrevista coletiva na qual foi questionado a respeito da recomendação feita pelo Conselho Estadual de Saúde (CES-PE), orientando a suspensão das aulas presenciais e lockdown de 21 dias, diante da ocupação dos leitos para Covid-19, que chegou a 97%. Sua resposta foi que as recomendações não serão acatadas.

“O Conselho tem autonomia, mas a decisão é da autoridade sanitária. É possível que se atenda essa recomendação em relação a medidas pontuais de quarentena. Mas diante da avaliação que o Comitê de Enfrentamento faz, que recebe recomendações de vários pesquisadores, instituições e epidemiologistas, cabe ao Comitê fazer essa avaliação. Nesse momento, não vamos seguir essa recomendação do conselho”, disse o secretário.

Longo afirmou, ainda, que a educação presencial está sendo ofertada com segurança pelas escolas, não é obrigatória e configura uma prioridade para o governo. “As aulas presenciais, nas escolas públicas e privadas, tem seguido protocolos e se comportado como ambientes seguros. Não é obrigatório o ensino presencial, ele está sendo ofertado em segurança. Quando a gente nota aceleração exponencial, a gente suspende essas atividades, mas hoje nosso entendimento como comitê de enfrentamento é que essas atividades são seguras e devem ser preservadas, na medida em que a parada da educação é muito mais grave. Devem ser preservadas até que haja parada de todas as outras atividades. Educação a gente vê como prioridade”.

Promotorias recomendam a mais 16 municípios do Agreste e do Pajeú implementar protocolo de retorno seguro às aulas presenciais

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio de Promotorias de Justiça locais, recomendou aos prefeitos e aos secretários de Saúde e Educação de 16 municípios que implementem ações para garantir o retorno seguro das aulas presenciais, através da adoção e fiscalização de todos os protocolos de biossegurança contra o novo coronavírus.

Os 16 municípios são: Arcoverde e mais os 15 que compõe a 14ª Circunscrição Ministerial (Belém de São Francisco, Itacuruba, Betânia, Custódia, Flores, Calumbi, Floresta, Mirandiba, Carnaubeira da Penha, Petrolândia, São José do Belmonte, Serra Talhada, Tacaratu, Triunfo e Santa Cruz da Baixa Verde).

Desde o dia 5 de abril, está permitida a retomada das aulas e atividades presenciais nas escolas e universidades, públicas e privadas, conforme cronograma divulgado pelo governo de Pernambuco. Em atenção à esse retorno às aulas, as Promotorias de Justiça recomendaram aos gestores públicos dos 16 municípios que elaborem um plano de ação e fiscalização, devidamente normatizado, segundo o cronograma de autorização estabelecido pela Secretaria de Educação do Estado, de forma a garantir transparência e previsibilidade para a retomada gradual das atividades educacionais.

Os planos deverão ser embasados por estudos técnicos e medidas prévias de estruturação física e pedagógica das escolas. Os estudos devem também contemplar as atividades remotas, por qualquer meio, que se mantiverem necessárias durante o processo de retomada, como medida de reforço e revisão das atividades, consideradas as especificidades do território, a diversidade socioeconômica das famílias e as desigualdades de acesso de alunos e professores.

De modo a garantir a retomada do processo ensino-aprendizagem presencial em cada unidade escolar desses municípios, os espaços físicos para as aulas presenciais deverão dispor de material de higiene recomendado e garantir o distanciamento controlado de alunos e professores.

Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco propõe adesão a lockdown de 21 dias

Ministério Público pede à Justiça determinação de lockdown em Pernambuco

Em nota de posicionamento sobre o enfrentamento à pandemia de covid-19, o Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco (CES/PE) propõe que seja estruturada uma estratégia para a adesão rigorosa ao lockdown de 21 dias proposto na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 822. A ação responsabiliza o poder executivo pela calamidade sanitária causada pela pandemia de covid-19 e solicita que o Supremo Tribunal Federal (STF) instrua pelo lockdown nacional e o devido auxílio emergencial digno para garantir a sobrevivência de trabalhadores brasileiros.

O CES/PE reforça que imediatas medidas mais restritivas se faz necessária por causa do estado crítico e persistente de pressão da covid-19 sobre a rede assistencial, com 97% de ocupação de leitos de terapia intensiva (UTI), segundo atualização de 5 de maio. O conselho também chama a atenção para a marca de 558 óbitos registrados na semana epidemiológica 17 (25 de abril a 1º de maio), em Pernambuco.

O órgão colegiado ainda chama a atenção para o fato de que a estratégia atual, de reabertura de atividades, faz a população erroneamente entender que há uma situação de finalização da pandemia, o que leva a uma redução da adesão às medidas de controle de transmissão.

Bolsonaro diz que ‘sem voto impresso, não tem eleição em 2022’

Em declarações na noite desta quinta-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro chamou o Brasil de “republiqueta” por realizar eleições por meio eletrônico. Disse ainda que, se o Congresso aprovar voto impresso, esta será a maneira de realização das eleições de 2022, ou “não terá eleição”. O chefe do Executivo atacou ainda o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro afirmou que nas próximas eleições deve ser adotado o modelo de voto impresso. A hipótese é rechaçada por ministros do TSE, que alegam o alto custo da operação e defendem a segurança do sistema eletrônico de votação. O chefe do Executivo disse que, se aprovada no Congresso, a medida será aplicada. “Ele é o dono do mundo, o Barroso. Ninguém mais aceita esse voto que tá ai. A única republiqueta do mundo que aceita isso daí é a nossa. Se o parlamento brasileiro aprovar e promulgar, vai ter voto impresso em 2022 e ponto final. Se não tiver voto impresso, não vai ter eleição”, disse Bolsonaro.

Governo de Pernambuco prorroga restrições por mais 15 dias

Pernambuco anuncia reabertura de 70 leitos de UTI e enfermaria para doentes  com Covid-19 na rede pública | Pernambuco | G1

O Governo de Pernambuco anunciou na tarde desta quinta-feira (06) como fica o funcionamento de comércio e atividades econômicas a partir de segunda-feira (10) no Estado.

Até 24 de maio permanece tudo como esta. A única mudança no período será o horário ampliado do comércio no dia das mães que já foi anunciado.

O governo do Estado avaliou que a ocupação de UTIs ainda elevada.

O atual decreto valia até o próximo domingo (09), Dia das Mães.

O anúncio foi feito em pronunciamentos, transmitido via YouTube, dos secretários de Saúde, André Longo, e da secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça.

Com mais de 3 mil confirmações, Pernambuco registra recorde de casos de covid-19 em 24h desde o início da pandemia

Dois primeiros casos do novo coronavírus são confirmados em PE, diz  Secretaria de Saúde | Pernambuco | G1

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta quinta-feira (6) registrou 3.074 novos casos da Covid-19 em 24h, número recorde desde o início da pandemia em Pernambuco.

Do total, 144 (4,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.930 (95,5%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 418.003 casos confirmados da doença, sendo 41.127 graves e 376.876 leves.

Também foram confirmados 52 óbitos, ocorridos entre 14 de novembro de 2020 e 05 de maio de 2021. Com isso, o Estado totaliza 14.385 mortes pela Covid-19.

Média móvel

Apesar do alto número de confirmações, a média móvel de casos do novo coronavírus em Pernambuco apresenta tendência de estabilidade. O indicativo – considerado o melhor jeito de medir o comportamento da pandemia – calcula a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com a de duas semanas atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indica estabilidade.

Com as mais 3.074 confirmações desta quinta, a média móvel de casos ficou em 1.905, 3% de variação em relação a de 14 dias atrás.

Já a de mortes apresentou tendência de estabilidade nesta quinta pela primeira vez em sete dias. O indicativo está em 60, uma variação de -1% em relação a duas semanas atrás.

Colapso em Manaus foi apoiado por Bolsonaro, diz vice-governador do Amazonas

 (Foto: divulgação)

O vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida Filho afirmou em entrevista à coluna Painel, da Folha de S. Paulo que o governador Wilson Lima e o presidente Jair Bolsonaro são responsáveis pelo colapso do sistema de saúde em Manaus e pela criação da nova cepa, a P.1.

De acordo com ele, o governador levou o estado a uma “imunidade de rebanho”, política apoiada por Bolsonaro, que já afirmou que a contaminação da maioria da população é inevitável e que diminuiria o ritmo da doença. Almeida Filho disse que Wilson “deixou a P.1 ser gerada”, pois o governo não tomou as medidas sanitárias necessárias para conter o vírus.

O vice-governador, que rompeu laços com Wilson Lima em maio, contou também que o governo de Manaus só pediu apoio do governo federal quando a situação estava crítica, o que colaborou com a crise.

Em janeiro, Manaus enfrentou a pior fase da pandemia no estado. Sem leitos, oxigênio e com uma variante mais contagiosa.

Ao vivo, Alexandre Garcia ameaça deixar a CNN Brasil

Rafael Colombo e Alexandre Garcia no quadro "Liberdade de Opinião" na CNN Brasil - Reprodução

Como diz o velho ditado: “o caldo entornou” na manhã desta quinta-feira no telejornal “Novo Dia”, na CNN Brasil.

Comandado pelo âncora Rafael Colombo, tudo corria bem no jornal até o quadro “Liberdade de Opinião”, que tem participação de Alexandre Garcia.

No quadro, Garcia, 80 anos, defendia o governo Bolsonaro (para variar) e afirmou que o presidente tem “todo o direito” de lançar um decreto proibindo governadores e prefeitos de decretarem restrições para o controle de coronavírus—o que Bolsonaro ameaçou fazer ontem

Para Garcia, a edição de decretos por presidentes “está na Constituição” e, se ele o fizer, o decreto deve ser cumprido.

Ao que Colombo respondeu de imediato: E a proteção à vida (que é o objetivo dos governadores)? Também não está na Constituição?

Garcia ficou mudo. Parecia indignado. Ficou calado por tempo suficiente para que Colombo acreditasse que havia algum problema técnico na transmissão.

Após o silêncio, Garcia respondeu de forma até certo ponto rude: “Eu não estou sendo entrevistado” —em referência à pergunta do âncora.

Sem se abalar, Colombo seguiu normalmente e disse que (os dois) continuariam falando sobre o assunto no dia seguinte (não havia mais tempo).

De semblante fechado, Garcia respondeu que “não sabia” se voltaria no dia seguinte (amanhã, sexta, dia 07).

Outro lado

No início da tarde desta quinta-feira (06), a CNN disse, por meio de sua assessoria, que Alexandre Garcia “seguirá no quadro” do telejornal.

Com alta na média móvel de mortes, cresce expectativa por anúncio de novidades no plano de convivência em Pernambuco

Ele falta com respeito às pessoas e à vida', diz Paulo Câmara quanto ao 'E  daí?' de Bolsonaro sobre mortos pela Covid-19 no Brasil | Pernambuco | G1

Após Pernambuco completar sete dias consecutivos com tendência de alta no número de mortes por covid-19, cresce a expectativa de que o Governo do Estado anuncie ainda nesta quinta-feira (6), no Palácio do Campo das Princesas, na área central do Recife, novidades sobre o funcionamento das atividades econômicas a partir da segunda-feira (10).

As atuais regras do Plano de Convivência com a Covid-19, que regula o funcionamento de tais atividades em meio à pandemia, perdem validade no próximo domingo (9). Por isso, espera-se do governo, que marcou para esta quinta uma entrevista coletiva, informações sobre a prorrogação, diminuição ou ampliação das flexibilizações adotadas até o momento.

Senado aprova suspensão de pagamento de parcelas do Fies até dezembro de 2021

Novas regras do Fies excluiriam 10% dos estudantes que pediram o benefício  em 2019 - Jornal O Globo

O Senado aprovou nesta quarta-feira (5) a suspensão do pagamento de parcelas do Fies (Financiamento Estudantil) até 31 de dezembro deste ano.

Pela proposta inicial, do senador Jayme Campos (DEM-MT), a medida valeria por 180 dias a partir de 1° de janeiro.

No entanto, o relator da matéria, senador Dário Berger (MDB-SC), acatou emendas de outros congressistas e ampliou o prazo para o fim do ano. O texto agora precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados.

“Como nós já estamos no mês de maio, o benefício para os estudantes brasileiros ocorreria apenas nos meses de junho e julho. Portanto, acho muito justo e muito legítimo que nós possamos prorrogar esse benefício até o dia 31 de dezembro de 2021”, afirmou Berger.

Como terá efeito retroativo, o projeto proíbe que sejam cobrados juros e multas por inadimplência de estudantes no período de janeiro de 2021 à publicação da lei.

Salgueiro bate Vera Cruz e enfrenta Sport na semifinal do Pernambucano

Renato Henrique brilha, Salgueiro bate Vera Cruz e pega Sport na semifinal  - Folha PE

Em jogo disputado, o Salgueiro venceu por 2×1 o Vera Cruz, nesta quarta-feira, no estádio Cornélio de Barros, em partida única e válida pelas quartas de final do Estadual. Os gols do triunfo do Carcará foram marcados pelo atacante Renato, ex-Náutico. Vitinho descontou para o Galo das Tabocas. Com esse resultado, o time sertanejo encara o Sport na semifinal, à princípio, marcada para o próximo domingo na Ilha do Retiro.

Santa Cruz vence Afogados nos pênaltis e está na semifinal do Campeonato Pernambucano

Santa Cruz vence Afogados nos pênaltis e está na semifinal do Campeonato Pernambucano

O Santa Cruz sofreu, mas conseguiu avançar para a semifinal do Campeonato Pernambucano 2021. Após o empate sem gols no tempo regulamentar, a Cobra Coral venceu o Afogados na disputa de pênaltis por 5 x 4, no Estádio do Arruda, na noite desta quarta-feira (05), e vai ser o adversário do Náutico na próxima fase da competição estadual.

O jogo – Quando se encontraram no último domingo (2) para a partida válida pela última rodada da primeira fase do Pernambucano, Santa Cruz e Afogados ficaram no empate sem gols. No reencontro pelas quartas de final, nesta quarta-feira, as equipes estenderam esse empate em 0x0 por mais 90 minutos.

Visitante no Arruda, o Afogados preferiu não se expor muito. Praticamente não saiu jogando com a bola e apostou na estratégia de segurar, ao máximo, o Santa Cruz no meio de campo, aproveitando uma ou outra oportunidade de chegar com perigo na área coral.

Diante dessa abordagem da Coruja do Sertão, o Santa Cruz sofreu, mas aos poucos foi achando alguns espaços e tentando levar perigo para a meta do goleiro afogadense. Nesse ritmo, a partida apesar de decisiva para os dois lados, teve poucos lances de destaque nos primeiros 45 minutos.

A primeira – e única – boa chegada do Afogados no jogo foi logo aos 4 minutos, quando Vargas avançou pelo campo de ataque, fez um bom passe para Bravo, que bateu de primeira por cima do gol de Jordan.

O Santa, por sua vez, teve duas boas oportunidades. Aos 24 minutos, Madson recebeu passe de Eduardo, pela esquerda, e cruzou. Pipico, na área, se antecipou e cabeceou bem, mas Léo espalmou, evitando o gol tricolor. Aos 45 minutos, em uma das poucas tentativas do Santa Cruz pelo lado direito do campo, Chiquinho fez uma jogada individual, entrou na área e bateu cruzado. A bola tirou tinta da trave e saiu pela linha de fundo e a partida foi para o intervalo empatada em 0x0.

A tentativa de reação do Santa Cruz se apresentou já nos primeiro minutos da segunda etapa. Aos dois minutos, Pipico recebeu boa bola de Madson, dentro da área, girou e chutou rasteiro, mas o goleiro do Afogados defendeu. Aos 12, Bustamante cruzou da direita para Chiquinho, na esquerda. De primeira, o meia chutou com bastante força, obrigando Léo a fazer mais uma grande defesa.

Se defendendo na maior parte do tempo, aos 18 minutos o Afogados teve uma boa chance. O lateral-direito Jordan se livrou de Derley e chutou de longe, dando um susto no xará Jordan, goleiro do Santa. A partida seguiu até o fim sem que ninguém mexesse no placar e a decisão foi para os pênaltis.

Nos pênaltis, Chiquinho, Karl, França e Léo Gaúcho marcaram para o Santa Cruz, enquanto Léo defendeu a cobrança de Augusto, nas primeiras cinco chances. Pelo Afogados, Gabriel, Cal, Wendel Ney e Jordan também marcaram, enquanto Arêz chutou na trave. A decisão ficou para as cobranças alternadas. Adriano Michael Jackson fez para o Santa e na chance de Índio, Jordan defendeu, classificando o Santa Cruz para as semifinais.

Santa Cruz e Afogados se reencontram para jogo que define semifinalista do Pernambucano

RAFAEL MELO/SANTA CRUZ

Três dias depois de ficarem no empate em 0x0, no jogo válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano, Santa Cruz e Afogados vão se reencontrar, mas desta vez valendo vaga na semifinal do certame. Agora, se ficarem no empate outra vez, a Cobra Coral e a Coruja do Sertão levarão a decisão para os pênaltis. A partida entre Santa Cruz e Afogados será às 21h desta quarta-feira (5), no estádio do Arruda. O vencedor deste duelo enfrentará o Náutico na semifinal.

Paraibana Juliette é a campeã do Big Brother Brasil 21 e ganha R$ 1,5 milhão

Juliette é a campeã do Big Brother Brasil 21 e ganha R$ 1,5 milhão

Juliette se sagrou campeã do Big Brother Brasil na noite desta terça-feira (4). A advogada levou para casa o prêmio de R$ 1,5 milhão com 90,15% dos votos. A influenciadora digital Camilla de Lucas ficou em segundo lugar, com 5,23%, e o cantor Fiuk, teve 4,62% dos votos. Os dois recebem prêmios de R$ 150 mil e R$ 50 mil, respectivamente.

A passagem da advogada e maquiadora na casa mais vigiada do Brasil contou com três paredões. O primeiro foi logo na segunda semana do reality, ao lado de Arcrebiano e Gilberto. O segundo foi contra Sarah e Rodolffo. O último foi a decisão para a final e formação do top 3, contra Camilla de Lucas e Gilberto. Sem sorte nas provas, Juliette só conseguiu ganhar uma prova do líder já no final do programa.

A paraibana se destacou desde o início do reality. Juliette foi uma das seis selecionadas, por votação popular, para ficar um dia em uma casa separada dos demais participantes, ao lado de Fiuk, Viih Tube, Arthur, Projota e Lumena.

Juliette e Fiuk foram os primeiros a entrar na casa principal e a troca de carinhos entre os dois encantou os fãs que declararam apoio ao casal. Poucas horas depois, as palavras e chamegos em excesso dirigidas pela profissional de direito ao cantor caíram no desgosto do público, e o hit “Calma, Juliete, o cara só foi educado”, do MC WC, viralizou nas redes sociais.

Morre Paulo Gustavo aos 42 anos

Estado de saúde de Paulo Gustavo: ator tem sinais vitais, mas quadro é  irreversível - Jornal O Globo

No Brasil, ninguém fez humor como Paulo Gustavo, que morreu nesta terça (4), aos 42 anos, vítima da covid-19. O ator conquistou o público brasileiro com seus textos e personagens populares, capazes de divertir —e despertar identificação em— gente de todo tipo, classe social e ideologia.

Com piadas aceleradas e espontâneas, um humor muito físico e frases que todo brasileiro já ouviu no dia a dia, ele brilhou no papel de mulheres cômicas e fez até os surtos de mãe serem pop: todo o mundo ama Dona Herminia!

Mas a alegria chegou ao fim. Internado desde 13 de março, Paulo Gustavo morreu hoje em decorrência da covid-19, aos 42 anos. Pouco depois de conquistar o merecido espaço que ainda faltava em sua carreira: em dezembro de 2020, depois de muitos anos de sucesso no cinema, na TV paga, no teatro e na internet, ele enfim fez o país rir na TV aberta com um especial de “220 Volts”, na Globo —reprisado após a final do “BBB 21”, no lugar do “Profissão Repórter”.

Paulo Gustavo é um caso raro de sucesso em todas as mídias e é dele o recorde de filme que mais faturou em bilheterias na história do cinema nacional. “Minha Mãe É uma Peça 3” levou mais de 11,5 milhões de espectadores às salas do país e rendeu mais de R$ 180 milhões. O número total da trilogia é ainda mais impressionante: a franquia vendeu mais de 25 milhões de ingressos e estava prestes a virar série de TV.