Papa acolhe pedido de renúncia e nomeia novo bispo para diocese de Caruaru

Papa acolhe pedido de renúncia e nomeia novo bispo para diocese de Caruaru (PE)

O Papa Francisco acolheu nesta quarta-feira, 10 de julho, o pedido de renúncia apresentado por dom Bernardino Marchió ao governo pastoral da diocese de Caruaru e nomeou como novo bispo dom José Ruy Gonçalves Lopes, até o momento à frente da diocese de Jequié (BA). A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação a dom José Ruy e uma mensagem de agradecimento a dom Bernardino Marchió. Veja abaixo.

Dom José Ruy Gonçalves Lopes

Baiano de Feira de Santana, ele nasceu em 06 de agosto de 1967, filho de José Ionilton C. Lopes (já falecido) e Romilda Gonçalves Lopes. Ingressou na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos em fevereiro de 1985 e emitiu votos em 10 de janeiro de 1988. Foi ordenado sacerdote em dezembro de 1993.

Logo depois da ordenação, foi pároco em Valéria e Capelão do Leprosário de Águas Claras na arquidiocese de Salvador (BA). Eleito Definidor Provincial esteve no cargo de 1995 a 1988 quando também exerceu a função de Ecônomo Provincial. Neste mesmo período também teve a responsabilidade da promoção vocacional e foi Mestre dos pós-noviços. Entre os anos de 2002 a 2007 foi Ministro Provincial e parte desse tempo foi vice-presidente da Conferência dos Capuchinhos do Brasil (2002 a 2004).

Cursou pós-graduação em Teologia Moral na Faculdade Assunção de São Paulo em 2007 e 2008. Também atuou no Conselho de Formação Internacional dos Capuchinhos e no Conselho de Administração das Obras Sociais da Beata Irmã Dulce. Também foi professor de Teologia Moral na Faculdade Arquidiocesana e diretor do Colégio Santo Antônio de Feira de Santana (BA).

Foi nomeado bispo de Jequié (BA) pelo Papa Bento XVI no dia 4 de julho de 2012 e recebeu a ordenação episcopal no dia 7 de setembro desse mesmo ano. Sucede a dom Bernardino Marchió, cuja renúncia ao cuidado pastoral da mesma diocese de Caruaru foi aceita pelo Santo Padre por ter chegado ao limite de idade de 75 anos estabelecido pelo Código de Direito Canônico.

Câmara aprova texto-base de projeto que regulamenta a vaquejada; Marília Arraes diz que aprovação foi ‘moeda de troca’

Resultado de imagem para vaquejada

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (9), por 402 votos a 34, o texto-base do projeto de lei que regulamenta as práticas da vaquejada, do rodeio e do laço no Brasil (PL 8240/17). Os deputados continuarão a análise dos destaques apresentados em outra sessão a ser marcada.

A proposta é consequência da Emenda Constitucional 96, que, entre outros pontos, reconhece a vaquejada como um bem de natureza imaterial integrante do patrimônio cultural brasileiro. A emenda determinou a regulamentação da prática por uma lei específica, que assegure o bem-estar dos animais envolvidos.

De acordo com o texto aprovado nesta terça, ficam reconhecidos o rodeio, a vaquejada e o laço como expressões esportivo-culturais pertencentes ao patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial, sendo atividades intrinsecamente ligadas à vida, à identidade, à ação e à memória de grupos formadores da sociedade brasileira.

O relator, deputado Efraim Filho (DEM-PB), defendeu a importância do projeto. “A intenção é regulamentar o bem-estar animal nesses eventos, como a obrigatoriedade de médico veterinário, juiz, tamanho mínimo de curral para evitar o confinamento”, disse.

Por outro lado, a proposta foi criticada pelo líder do Patriota, deputado Fred Costa (MG), que disse que a vaquejada comete “atrocidades contra animais usando a cultura do subterfúgio”. “Esta proposta é um atentado contra os animais.”

Segundo a deputada Marília Arraes (PT-PE), a votação do projeto sobre a vaquejada faz parte de uma “moeda de troca” do governo em busca de apoio da bancada ruralista para a reforma da Previdência (PEC 6/19), que está na pauta do Plenário.

Quase todos os serviços do INSS podem ser acessados por telefone e internet

Resultado de imagem para inss

A partir de hoje, 90 dos 96 serviços do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) poderão ser feitos sem sair de casa, por meio do aplicativo e do site Meu INSS, ou pelo telefone 135, segundo o instituto.

Com os serviços automatizados, não será preciso falar com um atendente, na maioria dos casos. O objetivo é agilizar o atendimento e reduzir o tempo de espera, segundo o INSS. Cerca de 670 mil atendimentos por mês que antes eram feitos presencialmente poderão ser realizados pela internet ou por telefone.

Apenas 6 serviços do INSS continuam sendo feitos apenas presencialmente:

Perícia médica
Avaliação social
Vista ou carga de processos (consultas ao processo)
Realização de prova de vida
Devolução de documentos
Outros cumprimentos de exigências

“Esses seis que restam são os serviços em que é muito importante a presença do cidadão. Não é possível digitalizar uma perícia médica, por exemplo”, disse Castro Júnior, diretor de Atendimento do INSS.

Benefício pode sair em poucas horas, diz diretor

Alguns benefícios –como a aposentadoria– podem ser liberados poucas horas após o trabalhador dar entrada no pedido, se todos os dados estiverem no sistema, afirmou o diretor de Atendimento do INSS.

“A concessão automática de benefícios também já é uma realidade no INSS. 80% dos pedidos de aposentadorias por tempo de contribuição, por exemplo, são feitos pelo Meu INSS, automaticamente, possibilitando resposta ao segurado em até 24h”, afirmou em junho o presidente do INSS, Renato Vieira.

Ministério Público Federal recorre de extinção de processo de suposta improbidade contra Paulo Câmara

Resultado de imagem para paulo camara na radio pajeu

O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco interpôs recurso contra decisão da Justiça Federal que extinguiu processo decorrente de ação de improbidade ajuizada pelo MPF em razão da omissão das organizações sociais da área de saúde e do Estado de Pernambuco na aplicação da Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011). A apelação, remetida ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região, foi assinada pela procuradora da República Silvia Regina Pontes Lopes, que requer a reforma da sentença proferida em primeiro grau.

Na ação, ajuizada no ano passado, o MPF requereu à Justiça Federal que o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o secretário Estadual de Saúde, José Iran Costa Júnior, fossem condenados por improbidade administrativa, pela omissão relacionada à transparência e à fiscalização dos recursos repassados às organizações sociais da área de saúde. Desde 2017, ambos foram cientificados pelo MPF para sanar a ausência de informações precisas e transparentes sobre a aplicação dos recursos da saúde no estado, tendo o secretário de Saúde, inclusive, participado de audiência pública sobre o tema, promovida pelo MPF.

Para a procuradora da República, houve equívoco da decisão judicial em primeiro grau ao atrelar a atuação do MPF à participação da Advocacia-Geral da União (AGU). A Justiça entendeu que inexiste interesse federal no caso, o que afastaria a legitimidade do MPF no processo. Na sentença, também é destacado que a falta de transparência não indica o uso indevido dos recursos.

Vereador licenciado de Caruaru e Secretário do Trabalho de Paulo Câmara perde o mandato em decisão do TRE

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) julgou procedente a ação de perda de cargo eletivo por desfiliação partidária ajuizada contra o vereador licenciado de Caruaru, Alberes Lopes, atual secretário estadual de Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação.

A decisão foi tomada por cinco votos a dois, na tarde desta terça-feira (9). A Câmara Municipal será comunicada, como determinado pelo desembargador-relator.

O vereador que pediu licença do cargo de parlamentar para assumir a secretaria estadual foi julgado por infidelidade partidária, pois trocou o PRP pelo PSC.

Ele vai recorrer da decisão – O secretário disse que vai recorrer da decisão no TRE e até no Tribunal Superior Eleitoral, se for necessário. “Eu estou muito tranquilo, até porque o partido não existe mais. Eu cumpri todos os requisitos, o partido que entrou com a ação contra mim retirou quando a sigla deixou de existir, então fiquei até sem entender essa decisão”, comentou Alberes Lopes.

O vereador licenciado disse ainda que mesmo se não fosse secretário estadual, o suplente, Moisés Santos, só assumiria de forma definitiva após o fim de todos os recursos.

Celpe identifica 65 mil ligações clandestinas de energia em 2019

Foto: Celpe/Divulgação.

Durante o primeiro semestre de 2019, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) realizou cerca de 107 mil inspeções em Pernambuco, identificando 65.706 ligações irregulares. A energia recuperada nessas ações seria capaz de abastecer, por exemplo, a cidade do Cabo de Santo Agostinho durante três meses consecutivos.

Nos primeiros seis meses do ano, a Celpe realizou quase 20 mil inspeções a mais que o mesmo período em 2018, quando 88.182 inspeções foram executadas. Como consequência da intensificação das ações e da modernização do setor de inteligência, a quantidade de ligações clandestinas identificadas foi 73% maior em relação ao primeiro semestre do ano passado.

Na Região Metropolitana do Recife, foram identificadas 40.843 ligações irregulares, o que corresponde a cerca de 62% do total de energia furtada em todo o estado. Com essa energia seria possível abastecer um município como Petrolina durante um mês. No entanto, as ações para identificar e coibir as irregularidades no consumo de energia ocorrem em toda a área de concessão da empresa. As equipes destinadas a atuar no interior pernambucano identificaram 24.863 ligações irregulares.

Policial militar mata homem após briga por poltrona no cinema em MS

Foto: Divulgação/Shopping Avenida Center

Um policial militar matou um homem dentro de um cinema nesta segunda-feira (8) em Dourados (230 km de Campo Grande-MS) após uma discussão sobre as poltronas na qual estavam sentados.

O bioquímico Júlio Cesar Cerveira Filho foi ao cinema do shopping Avenida Center junto com a sua filha de 16 anos para assistir ao filme ao filme “Homem-Aranha: Longe de casa”.

No meio da sessão, ele discutiu com o policial militar Dijavan Batista dos Santos, que estava no cinema acompanhado pelos filhos de 10 e 14 anos.

Após discutirem dentro do cinema, os dois homens começaram a trocar agressões mútuas, momento em que o policial sacou sua arma e deu dois tiros em Júlio Cesar Cerveira Filho. Ele morreu no local.

Dezenas de crianças estavam no cinema e presenciaram o crime. Após o episódio, a sala foi esvaziada e o shopping fechado.

Em nota, a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul lamentou a morte do bioquímico e informou que instaurou inquérito policial militar para investigar o caso: “O militar encontra-se detido em flagrante e seguirá os trâmites normais da investigação como qualquer cidadão”.

Fundarpe diz que 180 mil reais em buffet é para alimentar artistas do Festival de Inverno de Garanhuns

Resultado de imagem para fig garanhuns

Após o Blog de Jamildo revelar que o governo de Pernambuco está promovendo uma licitação para serviços de “buffet” (comidas e bebidas) no valor de R$ 181 mil reais na edição deste ano do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), a Secretaria estadual de Cultura e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Fundarpe) afirmaram, em nota, que o gasto é destinado à alimentação dos artistas que se apresentarão no festival da cidade do Agreste. Segundo a nota, o valor não será utilizado para atender políticos, autoridades e convidados.

“A licitação de buffet se refere ao atendimento de alimentação (lanches e refeições) para os grupos culturais e artistas dos 18 pólos do festival de Inverno de Garanhuns como Cultura Popular, Circo, quilombo Castainho, Teatro, Dança, Forró, Som da Rural, entre outros, não sendo destinados a convidados, políticos ou autoridades”, diz trecho da nota.

Ainda de acordo com a nota, “o valor licitado é um teto estimado, que historicamente não é atingido” e que o hoje presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, “extinguiu” a contratação de camarotes para festividades como o FIG quando comandava a pasta de Cultura, em 2014. Canuto foi o responsável pela homologação da licitação.

O Festival de Inverno de Garanhuns está marcado para acontecer entre os dias 18 e 27 de julho deste ano e é uma realização do Governo de Pernambuco (Secult-PE e Fundarpe), em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, o SESC-PE, SEBRAE, Conservatório Pernambucano de Música, Virtuosi e a Cepe Editora.

Confira a nota na íntegra

A Secult/Fundarpe vem por meio de nota esclarecer nota publicada pelo Blog de Jamildo nessa segunda-feira (8):

1) A licitação de buffet se refere ao atendimento de alimentação (lanches e refeições) para os grupos culturais e artistas dos 18 pólos do festival de Inverno de Garanhuns como Cultura Popular, Circo, quilombo Castainho, Teatro, Dança, Forró, Som da Rural, entre outros, não sendo destinados a convidados, políticos ou autoridades;

2) Quando secretário de Cultura em 2014, o agora presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, extinguiu a contratação de estruturas de camarotes para festividades governamentais como FIG, Carnaval e São João;

3) O valor licitado é um teto estimado, que historicamente não é atingido.

Polícia descobre fábrica clandestina de armas no Agreste de Pernambuco

Foto: Divulgação/PMPE. (Foto: Divulgação/PMPE.)

A Polícia Militar localizou uma fábrica clandestina de armas, na Zona Rural Jucati, no Agreste pernambucano. Dois homens foram presos durante a Operação Espinho e 13 armas de fogo, peças para montagem de outras, munições e um carregador foram apreendidas.

Policiais militares da 11ª CIPM localizaram a fábrica clandestina de armas, onde funcionava, também, um estande secreto para a prática de tiro, numa área próxima ao Sítio Fama. Durante as rondas na área, os policiais desconfiaram de um Ford Fiesta estacionado em um terreno e, durante uma abordagem, encontraram um revólver calibre 38.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Garanhuns, assim como todo o material apreendido: três espingardas calibre 36, uma espingarda calibre 16, uma calibre 22 e outra calibre 32; dois revólveres calibre 38, três de calibre 22 , um de calibre 12 e mais um, sendo artesanal, munições para todos esses calibre, um carregador de pisto calibre .380 e as peças variadas para montagem de armas.

Homem é condenado a pagar R$ 55 mil a mulher por estelionato sentimental na Paraíba

Imagem relacionada

Um homem casado que se passou por solteiro e manteve relacionamento virtual com uma mulher de João Pessoa (PB) deverá pagar R$ 55 mil de indenização por danos morais e materiais pela prática de estelionato sentimental.

A sentença foi divulgada nesta segunda (08) pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, e cabe recurso. Os nomes do réu e da reclamante não foram divulgados, pois o processo correu em segredo de Justiça.

Segundo os autos do processo, a jovem emprestou R$ 5 mil ao namorado virtual porque se sensibilizou com relatos dele sobre problemas financeiros e acabou sendo enganada.

O homem é proprietário de uma agência de viagem e conheceu a cliente durante a venda de um pacote de viagens para Natal. Depois, os dois passaram a se relacionar virtualmente. O homem se dizia solteiro, mas é casado e tem três filhos.

Após ganhar a confiança da mulher, o empresário passou a relatar dificuldades financeiras e afirmou que precisaria de R$ 10 mil para investir em nova estrutura de uma agência de viagens.

A mulher depositou R$ 5 mil para o namorado virtual no dia 24 de fevereiro de 2014, deixando claro que se tratava de um empréstimo. Mas ele não devolveu.

Dois dias depois, o homem viajou para João Pessoa para conhecer pessoalmente a namorada virtual. Durante a estadia, ele disse que perdeu a carteira e pediu que ela pagasse as despesas da viagem, como hospedagem e alimentação, além de ter pegado emprestada a quantia de R$ 600,00.

Após a estadia em João Pessoa, o empresário não atendeu mais as ligações telefônicas da “namorada” e sumiu sem pagar o dinheiro emprestado. Depois disso, ao buscar informações, ela descobriu que ele era casado e que tinha três filhos.

A jovem relata que se sentiu enganada, por acreditar que estava num relacionamento amoroso e que foi induzida a emprestar o dinheiro, acreditando na boa fé do acusado. Diante disto, ela ingressou com ação judicial pedindo indenização por danos morais e materiais.

A juíza Silvana Carvalho Soares, da 4ª Vara Cível da Comarca de João Pessoa, observou que “o réu se utilizou da confiança da promovente, acenando com possibilidade de grandes lucros e de uma parceria e casamento, no campo pessoal.”

Para a magistrada, o sumiço do empresário com o dinheiro caracterizou-se um ato ardiloso utilizado para subtrair a quantia que pediu a suposta namorada.

“Resta claro que o réu, entendendo os sentimentos da autora em relação a ele, praticou conduta ilícita consistente em exploração econômica, mediante ardil, o que se convencionou chamar na doutrina e na jurisprudência de estelionato sentimental, pretendendo obter vantagem ilícita de sua ‘namorada’, na vigência do relacionamento, com o único propósito de, valendo-se de meios fraudulentos e sem observância da boa-fé objetiva, obter vantagem que não lograria se não houvesse o envolvimento amoroso”, escreveu a juíza.

Casos de coqueluche em Pernambuco aumentam 101% em 2019

Resultado de imagem para vacinaçao contra coqueluche

Os casos de coqueluche dobraram neste ano em Pernambuco. As notificações dessa doença infecciosa aguda, de acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), tiveram um aumento de 101%, entre janeiro e junho. Já os casos confirmados tiveram um aumento de 109%, no mesmo período, em comparação com a mesma época de 2018. Pernambuco tem atualmente 566 notificações para investigar a doença e 245 confirmações. A maior quantidade de doentes está na faixa etária dos 2 aos 5 meses. No mês passado, a secretaria reforçou entre os profissionais de saúde um alerta sobre a importância da vacinação.

Em 2019, até a semana epidemiológica 25 (que compreende o período até o dia 22 de junho), o estado tinha contabilizado que 43,3% das notificações haviam sido confirmadas para a doença. No ano passado, o percentual de notificados que tiveram confirmação da doença era de 41,5%. Neste ano, cerca de 31% dos casos notificados são em crianças de 2 a 5 meses, e 29% dos confirmados também estão na mesma faixa etária. A população de 1 a 4 anos é a segunda mais atingida, representando 21% das notificações e 23% das confirmações. Em 23 de abril, o estado já havia confirmado um óbito, ocorrido na semana epidemiológica 47 de 2018. Em 2019, não há mortes por coqueluche confirmadas.

Os casos notificados de coqueluche estão concentrados, em sua maioria, no Recife e em Jaboatão dos Guararapes. Das notificações, 46,8% ocorreram na capital pernambucana. Outros 35,4%, em Jaboatão. No Recife, o número de casos notificados aumentou em 151% entre os anos de 2018 e 2019. Já as confirmações aumentaram 125% na cidade. Dos municípios do interior, Petrolina é o que apresenta mais casos de coqueluche em 2019, com 43 notificações e seis confirmações.

‘Não desistimos’, diz José Patriota sobre inclusão de municípios na reforma

Resultado de imagem para jose patriota amupe

Em entrevista ao programa Folha Política da Rádio Folha (FM 96,7), nesta segunda-feira (8), o presidente da Amupe e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB) comentou sobre o esforço dos prefeitos pela inclusão dos municípios na reforma da Previdência. Após aprovação pela Comissão Especial, o relatório vai à discussão no plenário da Câmara federal e, por enquanto, exclui Estados e Municípios.

“Estamos tentando salvar a inclusão dos municípios. não podemos ter dois pesos e duas medidas. Somos uma república Federativa e os órgãos subnacionais precisam trabalhar de maneira integrada. As políticas se integram e se complementam. Não se pode ter essa anomalia. A federação e seus entes devem ter princípios e diretrizes comuns”, afirmou Patriota.

Questionado sobre de quem seria a responsabilidade pela exclusão dos municípios do texto, diante da quebra de braço entre o governo Bolsonaro e governadores do Nordeste, José Patriota preferiu não apontar responsabilidades, mas eximiu os municípios desse ônus. “Eu só tenho certeza de quem não tem culpa de jeito nenhum, que são os municípios. A maioria dos prefeitos já deliberou a decisão pela inclusão dos municípios na reforma”.

Bolsonaro tem pior avaliação em seis meses do 1º mandato desde Collor

Resultado de imagem para bolsonaro presidente

A pesquisa de opinião divulgada pelo Datafolha nesta segunda-feira (8) revela que o governo de Jair Bolsonaro (PSL), quando avaliado nas mesmas condições de tempo e mandato, tem a pior avaliação desde Fernando Collor, que tomou posse em 1990.

A pesquisa atual foi feita em 4 e 5 de julho e ouviu 2.860 pessoas com mais de 16 anos, em 130 cidades. Ela tem uma margem de erro de dois pontos percentuais.

Dados – No primeiro mandato de Dilma Rousseff (PT), aos seis meses de governo, a então presidenta era avaliada positivamente por 49% dos brasileiros, enquanto 10% consideravam sua gestão ruim ou péssima. A reprovação do petista Lula era de 11% e 42% julgavam o governo bom ou ótimo.

Nas mesmas circunstâncias, Fernando Henrique Cardoso, eleito no primeiro turno das eleições presidenciais, tinha a aprovação de 42% dos entrevistados e a reprovação de 15%. A gestão de Itamar Franco era apreciada por 19% dos brasileiros, enquanto 26% consideravam ruim ou péssima.

O primeiro presidente eleito pelo voto direto após Regime Militar, Fernando Collor, era reprovado por 20% da população e aprovado por 34% dos entrevistados.

Além disso, o levantamento também demonstra o maior equilíbrio opinativo entre os entrevistados, com 33% dos entrevistados considerando o governo ótimo ou bom, 33% ruim ou péssimo e 31% regular.

Mauro Naves é demitido da Globo após envolvimento no caso Neymar

Mauro Naves é demitido da Globo após caso NeymarMauro Naves foi demitido da TV Globo após ter se envolvido na polêmica acusação de estupro feita por Najila Trindade contra Neymar. A emissora carioca emitiu uma nota para comunicar o desligamento do jornalista, que já havia sido afastado da cobertura esportiva do canal há um mês.

“O Grupo Globo e o jornalista Mauro Naves decidiram encerrar consensualmente o contrato de prestação de serviços que mantinham. O Grupo Globo reconhece a imensa contribuição de Mauro Naves ao jornalismo esportivo e a ele agradece os 31 anos de dedicação e colaboração”, informou.

No dia 5 de junho, durante o “Jornal Nacional”, William Bonner anunciou que o colega deixaria temporariamente o trabalho. “As atitudes dele [Mauro Naves] neste caso contrariaram a expectativa da empresa sobre a conduta de seus jornalistas […]”, disse o âncora na época.

Vale lembrar que o apresentador foi acusado de ter fornecido ao advogado de Najila o telefone do pai de Neymar.