Afogados On-Line

Café com Poesia homenageia cordelistas com declamações e feira literária

Café com Poesia em Homenagem ao Dia do Cordelista

Mais uma edição do Projeto Café com Poesia foi realizada na Assembleia Legislativa, na manhã desta terça (27). Com o tema “A Vez e a Voz do Cordel”, o evento fez uma homenagem ao Dia Estadual do Cordelista, comemorado em 19 de novembro por proposição do deputado Antonio Moraes (PP). De acordo com o parlamentar, a data foi instituída com o objetivo de apoiar os artistas, em sua maioria anônimos, que “retratam com fidelidade tudo aquilo que diz respeito ao povo pernambucano”.

Na ocasião, o professor e poeta Felipe Júnior falou sobre a importância da literatura de cordel como instrumento pedagógico na arte-educação. “O cordel exerce o papel de cultura de transformação e de base nas escolas”, afirmou. Ele lembrou que, “desde a metodologia desenvolvida por Paulo Freire, um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia mundial, já se utilizava o cordel na alfabetização das crianças”.

O poeta Edgar Diniz concorda com a introdução desse tipo de literatura nas salas de aula. “Contribui para o desenvolvimento do aluno porque envolve divisão de sílabas, métrica e rima”, observou, lembrando a origem portuguesa dessa manifestação popular. “Fomos adaptando essa tradição ao nosso meio e hoje ela é tipicamente nordestina”, complementou.

Para o cordelista Cícero Lins, que escreve há 15 anos e também se apresentou durante o evento, a literatura de cordel representa uma possibilidade de se manifestar. “Por meio dela, eu expresso sentimentos de amor, paz, poesia, crítica política e comportamental, além de crônicas diversas”, comentou.

O Café com Poesia é uma iniciativa da Gerência de Biblioteca da Assembleia que visa expandir e valorizar a cultura local. O encontro também contou com declamações dos cordelistas Chico Pedrosa, Amaro Poeta, Altair Leal, Ismael Gaião, Jefté Amorim, Madalena Castro, Lúcia Costa, Júnior Vieira, Luiz Esperantivo e Ana Ferraz.

Além de se apresentar, os poetas também tiveram a oportunidade de expor produções literárias na primeira Feira de Literatura de Cordel, promovida pela Alepe. Realizado no hall do Edifício Governador Miguel Arraes, sede do Poder Legislativo Estadual, o evento reuniu trabalhos de 20 cordelistas pernambucanos.

Defensor público, Manoel Jerônimo, pede ao TSE para ficar com mandato de deputado de José Queiroz

Resultado de imagem para manoel jeronimo defensor

O defensor público Manoel Jerônimo (PROS) foi à Justiça Eleitoral pedir o mandato do deputado estadual eleito José Queiroz (PDT). As informações são do Blog do Jamildo.

Manoel Jerônimo foi candidato a deputado estadual pelo PROS, ficando como primeiro suplente da coligação.

Em petição protocolada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o defensor diz que José Queiroz está enquadrado na Lei de Ficha Suja e pede que o ex-prefeito de Caruaru tenha seu registro de candidatura indeferido.

Na petição, Manoel diz que José Queiroz sofreu “condenação, em segunda instância, e por órgão colegiado do Tribunal de Justiça de Pernambuco, à pena de suspensão dos direitos políticos, por ato doloso de improbidade administrativa praticado no exercício do mandado de Prefeito do Município de Caruaru”.

Através de advogados, o defensor alega suposto enriquecimento ilícito por parte de José Queiroz.

“Como se não bastasse o enriquecimento ilícito do próprio impugnado, decorrente do mero uso de bens públicos em proveito pessoal, resta patente, de qualquer modo, o enriquecimento ilícito de terceiro, vez que, conforme se infere da condenação proferida pela Justiça Comum, os pagamentos realizados pelo Município de Caruaru foram reputados indevidos, razão pela qual a empresa publicitária, que os recebeu, foi condenada a restituí-los”, aponta a petição de Manoel.

Caso José Queiroz tenha seu registro de candidatura indeferido, Manoel assume como deputado titular, por ser o primeiro suplente da coligação.

Até agora, o Ministério Público Eleitoral concordou com o pedido de Manoel e apresentou um recurso de “agravo interno”, requerendo a perda de mandato de José Queiroz.

A decisão final caberá ao plenário do TSE, com sete ministros votantes.

“Resta patente a inelegibilidade do impugnado, decorrente de sua condenação, em segunda instância, e por órgão colegiado do Tribunal de Justiça”, colocou Manoel Jerônimo, através de seus advogados, em seu pedido final.

Conmebol confirma final da Libertadores fora da Argentina para 8 ou 9/12

Boca Juniors e River Plate empataram em 2 a 2 no jogo de ida da final. Foto: AFP

O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, informou nesta terça-feira que a segunda partida da final da Copa Libertadores será disputada fora da Argentina nos dias 8 ou 9 de dezembro. A partida entre River Plate e Boca Juniors deveria ter sido realizada no sábado passado, no Monumental de Núñez, em Buenos Aires, mas um ataque da torcida do River ao ônibus do rival acabou impedindo a realização do jogo decisivo.

A decisão foi tomada pela Conmebol após reunião realizada na sede da entidade na cidade paraguaia de Luque, nos arredores de Assunção. O encontro contou com as presenças dos presidentes dos dois clubes argentinos: Daniel Angelici, do Boca Juniors, e Rodolfo D’Onofrio, mandatário do River Plate.

Ao fim da reunião, o presidente da Conmebol informou a decisão, pela qual “o partida da volta da final da Copa Libertadores será disputada entre os dias 8 e 9 de dezembro (sábado ou domingo), em horário e sede ainda a serem definidos pela administração da Conmebol assim que possível”.

Após divulgar o comunicado com estas informações, o próprio Alejandro Dominguez anunciou que “a partida será jogada fora do território da Argentina”. Ele alegou falta de segurança para realizar o decisivo jogo em solo argentino, após o ataque da torcida do River aos jogadores do Boca.

O apedrejamento do ônibus do Boca provocou lesões na região dos olhos de dois jogadores, os meias Pablo Pérez, que é o capitão do time, e Gonzalo Lamardo. Além disso, outros atletas passaram mal, pois um artefato contendo gás pimenta também foi atirado no veículo, e torcedores do River entraram em confronto com a polícia e invadiram o Monumental de Núñez.

O episódio de violência fez os dirigentes adiarem a partida por horas antes da transferência para domingo. No dia seguinte, a final foi novamente adiada, sem data definida. Na reunião desta terça, havia a expectativa de que local e dia fossem confirmados, o que só ocorreu com a data.

Antes do anúncio da Conmebol, havia rumores sobre a realização da partida em outros países, como Estados Unidos, Catar e Paraguai, onde fica a sede da Conmebol. Nesta terça, os gestores do Mineirão colocaram o estádio à disposição para receber a partida sem custos.

Ao divulgar o comunicado, a entidade responsável pela gestão do futebol sul-americano garantiu que pagará os custos com as viagens dos dois times. “A Conmebol vai arcar com os gastos de hotel, viagens, alimentação e transporte interno para até 40 integrantes de cada delegação”.

Ainda há a possibilidade de estas decisões serem afetadas por eventuais punições aplicadas ao River Plate, que foi denunciado pela entidade nesta terça. O Tribunal Disciplinar ainda vai julgar o caso, sem data definida.

Débito de mais de R$ 60 mil é imputado ao ex-prefeito Zé Mário de Carnaíba e a médico que acumulava cinco vínculos

Resultado de imagem para tce pe

Tratam os autos sobre Auditoria Especial direcionada a identificar possíveis irregularidades na folha de pagamento da Prefeitura Municipal de Carnaíba, no mês de dezembro de 2014, devido à acumulação indevida de cinco ou mais vínculos públicos por parte de um médico com base em testes realizados no sistema Sagres Pessoal e que permaneceram na mesma situação no mês de Dezembro de 2015.

A Gerência de Controle de Pessoal do TCE realizou consulta na base de dados do SAGRES, módulo PESSOAL, com o objetivo de verificar a existência de acúmulo ilegal de vínculos públicos. No caso em tela, Prefeitura Municipal de Carnaíba, foi detectado um servidor acumulando em 2014, cinco ou mais vínculos públicos em diversas Unidades Jurisdicionadas. Trata-se do médico JOSÉ JOELSON ALVES DE LIMA JÚNIOR que, segundo o TCE, acumulava dois vínculos em Carnaíba, dois em Custódia e um em Serra Talhada.

A Segunda Câmara do TCE, à unanimidade, seguiu o voto do relator e julgou IRREGULAR o objeto da presente Auditoria Especial, respondendo solidariamente à imputação de débito, no valor de R$ 63.550,00 (sessenta e três mil e quinhentos e cinquenta reais), o ex-prefeito de Carnaíba, José Mário Cassiano e o médico José Joelson Alves de Lima Júnior pela acumulação indevida de cargos por parte deste servidor com a consequente totalização de valores indevidamente percebidos. O ex-prefeito ainda foi multado em R$ 8.139,50 (oito mil cento e trinta e nove reais e cinquenta centavos).

Sobrinho-neto confessa que matou idosa de 106 anos no Maranhão

Um jovem de 24 anos confessou durante um interrogatório de mais de dez horas que assassinou a idosa Antonia Conceição da Silva, de 106 anos, na madrugada do dia 17 de novembro, na casa dela, em Feira Nova do Maranhão.

Segundo a investigação, Alypio Noleto da Silva é sobrinho-neto de Antonia e era um dos quatro suspeitos de ter matado a idosa. Ele respondia em liberdade por uma tentativa de homicídio no início deste ano, quando tentou matar uma pessoa com golpes de machado.

De acordo com as autoridades, Alypio foi visto em um festa perto do local do crime e usava uma sandália compatível com as pegadas deixadas na parede da casa. Ele invadiu a casa para roubar uma pequena quantia de dinheiro e assassinou a tia-avó a pauladas por ter sido reconhecido.

O laudo sobre a causa da morte da idosa diz que ela sofreu traumatismo encefálico. Investigações também confirmaram que ela chegou a ser arrastada pela casa antes de morrer.

O neto da vítima, que morava com ela, havia ido para uma festa, e, quando retornou, encontrou a avó já sem vida.

Chuvas caem em quase toda a região do Pajeú

Resultado de imagem para chuva

As chuvas voltaram a cair em quase todo Pajeú na noite desta segunda (26). Municípios registraram bons índices pluviométricos, a exemplo de Solidão (79mm), Quixaba (66mm), Iguaraci (77.9mm) e Serra Talhada (64mm).

Com índices menores na precipitação ficaram os municípios de Afogados da Ingazeira (37mm), Carnaíba (45mm), Flores (20.6mm), Ingazeira (8mm), Itapetim (2mm), Tabira (9.5mm), Calumbi (29.7mm), Santa Cruz da Baixa Verde (5mm) e Triunfo (17.4mm).

Não foram registradas chuvas nos municípios de Brejinho, Santa Terezinha, São José do Egito e Tuparetama.

Brasil pode ter colheita recorde de algodão neste ano

Resultado de imagem para colheita de algodão

O Brasil deve fechar 2018 com recorde de exportação de algodão e se consolidar na segunda posição do mercado mundial da pluma. Nunca na história do país houve tanta colheita de algodão como na última safra: 2,1 milhões de toneladas. É uma quantidade atingida exatamente no momento em que ocorrem negociações externas em relação ao produto.

Enquanto o consumo doméstico é mantido estável em cerca de 700 mil toneladas, as exportações deverão alcançar 1,2 milhão de toneladas, um recorde que pode render a segunda posição do país no mercado internacional, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

A safra já foi toda colhida e parte dela ainda estará sendo beneficiada até junho de 2019 antes de ser levada para fora do país, mas os embarques estão no auge sendo muito provável que antes do final do ano seja alcançado também o recorde de envio em um único mês, segundo o presidente da Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea), Henrique Snitcovski.

Desmatamento no Brasil cresce 13,72%

Resultado de imagem para desmatamento

O desmatamento no Brasil cresceu 13,72% entre agosto de 2017 e julho de 2018, uma área equivalente a um milhão de campos de futebol, segundo dados oficiais citados pelo Greenpeace.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a área total desmatada é de 7.900 km2, equivalente a 5,2 vezes a cidade de São Paulo.

“É mais ou menos 1 milhão de campos de futebol desmatado em apenas uma ano. Todo ano a gente tem esse notícia, uma notícia negativa de que a floresta esta sendo desmatada, desmatada pelo crime”, disse à AFP o coordenador de políticas públicas do Greenpeace Brasil, Marcio Astrini.

Astrini acredita que a situação pode piorar se o presidente eleito, Jair Bolsonaro, concretizar suas promessas de modificar algumas das leis ambientais.

“Essa situação esta ruim, ela pode ainda piorar, porque o próximo presidente do Brasil, o Bolsonaro, ele fez uma serie de ameaças à floresta durante a campanha eleitoral, acabar com áreas protegidas, unidades de conservação, terras indígenas, diminuir os poderes de fiscalização e de punir o crime ambiental”.

“Tudo isso foi o que lá atrás fez o desmatamento diminuir. Se ele acabar com tudo isso, se ele diminuir a capacidade de punir o crime, o desmatamento na Amazônia pode explodir numa situação inimaginável, e está todo mundo muito preocupado com o que pode acontecer”, advertiu Astrini.

Hostilidade contra jornalistas pesou em aposentadoria, diz Tonico Ferreira

Resultado de imagem para tonico ferreira

Com 71 anos, Tonico Ferreira ainda tinha mais dois anos de contrato para cumprir na Globo, chegando a quase 40 trabalhando na emissora, mas saiu em abril. Em entrevista para o jornal Folha de S.Paulo, ele revela que a parte pessoal pesou em sua decisão, mas também o pesado clima político e a agressividade contra os jornalistas em coberturas.

Em 2015, quando cobria a prisão do ex-ministro José Dirceu, o jornalista lembra que ouviu muitas pessoas xingando a imprensa, especialmente a Globo, e colocando cartazes na frente de jornalistas. Esse foi um dos fatos que motivou sua saída prematura da televisão.

“Fui muito importunado quando cobri a prisão do Zé Dirceu. Havia um pessoal do PT que até me conhecia. Eu disse: ‘Gente, por favor, deixa só a gente entrar ao vivo’. Quando entrei no Jornal Nacional, colocaram cartazes. Eu tentava falar e não paravam de gritar”, disse.

Plenário da Assembleia Legislativa aprova Nota Fiscal Solidária e ajustes em impostos estaduais

Plenário aprova Nota Fiscal Solidária e ajustes em impostos estaduais

O pacote de projetos de lei da área fiscal encaminhado pelo Governo do Estado ganhou o aval da Assembleia Legislativa nesta segunda (26). Foi aprovado, em Primeira Discussão, o conjunto de 28 proposições que inclui o Programa Nota Fiscal Solidária – para pagar até R$ 150 anuais a beneficiários do Bolsa Família a partir de 2020 –, além de mudanças em alíquotas de impostos estaduais.

Oposição e Governo divergiram quanto ao aumento de tributos. Na análise do Projeto de Lei nº 2097/2018 – que modifica a cobrança de impostos para custear o programa de distribuição de renda –, a redução de 18% para 16% da alíquota de ICMS sobre o óleo diesel foi apreciada separadamente, a pedido da Oposição. A bancada liderada por Sílvio Costa Filho (PRB) foi favorável apenas a esse ponto do texto e reagiu aos aumentos previstos para outras tributações.

Para fazer crescer a arrecadação do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecep) – de onde virão os recursos da Nota Fiscal Solidária –, o projeto aumenta em 2% o ICMS sobre produtos de valor mais alto (a exemplo de veículos acima de R$ 50 mil e joias), que tenham custos ecológicos ou na saúde pública (como canudos, copos e embalagens plásticas, bebidas alcoólicas e refrigerantes). Além disso, determina o reajuste de 2% do ICMS sobre o etanol combustível.

TCE-PE acata denúncia de vereador de Santa Terezinha e imputa débito solidário ao prefeito Geovane Martins

Resultado de imagem para tce pe

Trata-se de denúncia apresentada pelo Vereador, Adalberto Gonçalves de Brito Júnior sobre possíveis irregularidades na contratação firmada pelo Município de Santa Terezinha com o advogado Marcos Antônio Inácio da Silva, via inexigibilidade de licitação, visando a prestação de serviço jurídico com objeto idêntico a instrumento anterior em curso.

Neste sentido, o denunciante (Vereador Adalberto) requereu uma medida cautelar cujos termos são os sequintes:

A matéria do objeto contratado refere-se ao patrocínio/acompanhamento de causa judicial em nome do Município, para reaver valores do extinto FUNDEF não repassados pela União entre 1998 e 2006, tendo o referido escritório já distribuído ação nº 0002891-22.2015.4.05.8300 e ação nº 0061599- 95.2016.4.01.3400;

Em 10 de fevereiro de 2017, o Município de Santa Terezinha firmou contrato com o advogado Marcos Antônio da Silva, com o MESMO OBJETO daquela contratação formalizada em 2015;

Devido à contratação com o advogado, munido de instrumento procuratório, o causídico atravessou petição nos autos da ação nº 0061599-95.2016.4.01.3400, promovida pelo escritório Monteiro e Monteiro advogados após regular contratação e requereu a desistência do feito;

Da desistência da ação, após a citação e manifestação da União nos autos, acarretou a homologação do pedido com CONDENAÇÃO AO MUNICÍPIO AO PAGAMENTO de honorários sucumbenciais na ordem de 10% do valor da causa, atingindo o montante de R$ 429.375,30 (quatrocentos e vinte e nove mil trezentos e setenta e cinco reais e trinta centavos). A partir da denúncia encaminhada a relatoria, o prefeito Geovane Martins recebeu o ofício nº 00108/2018 TCE-PE/GC07, que o cientificou da Denúncia e concedeu prazo de 05 dias para pronunciamento acerca da medida requerida. O Prefeito apresentou documentação.

CONSIDERANDO os argumentos e documentos apresentados pelo denunciante,  o relator do processo, conselheiro Dirceu Rodolfo, JULGOU PROCEDENTE, sendo acompanhado à unanimidade pela Segunda Câmara do TCE, o objeto da presente denúncia e determinou que o prefeito do Município de Santa Terezinha, Geovane Martins e o advogado Marcos Antônio Inácio da Silva (OAB/PB nº 4007) respondam solidariamente pela imputação do débito referente ao pagamento do ônus da sucumbência da referida ação; DETERMINOU, também, o encaminhamento de cópia dos autos à OAB/PE e à OAB Nacional para apuração das responsabilidades profissionais do causídico em questão.

Diocese de Afogados da Ingazeira realiza Romaria de Cristo Rei e encerra Ano Nacional do Laicato

A diocese de Afogados da Ingazeira juntamente com o setor juventude estiveram promovendo neste domingo (25) a Romaria de Cristo Rei. A concentração com os jovens de diversas paróquias da diocese teve início por volta das 16h no portal da entrada de Santa Cruz da Baixa Verde de onde saíram em direção ao município de Triunfo.

Duas paradas foram realizadas durante o trajeto, a primeira, no portal de Triunfo (sentido Santa Cruz/Triunfo) e, a segunda, no Mosteiro São José.

Após a parada no mosteiro, os jovens juntamente com o bispo e vários padres seguiram até a matriz de Triunfo onde aconteceu a concelebração eucarística em frente à igreja.

Com isso, a diocese encerrou o Ano Nacional do Laicato e o ano litúrgico. Ao final da celebração, dom Egidio perguntou aos jovens se deveria ser mantido anualmente o encontro com o setor missionário da diocese durante a festa de Cristo Rei e os jovens concordaram com a proposta do bispo diocesano.

Bolsonaro: Programa Mais Médicos “destruiu famílias”

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse que o programa Mais Médicos “destruiu famílias”, em coletiva para a imprensa após participar de uma cerimônia de aniversário de 73 anos da brigada da Infantaria de Paraquedista, na Vila Militar, em Deodoro, zona oeste do Rio.

“Há muitos cubanos que têm famílias lá em Cuba e já constituíram famílias aqui. Esse projeto destruiu famílias. Também tem muita mulher cubana que está aqui há um ano sem ver o seu filho. Isso é mais do que tortura, é um ato criminoso praticado pelo governo de Cuba e pelo desgoverno do PT”, afirmou.

Bolsonaro afirmou que o Brasil não pode deixar pessoas vivendo em regime “de semi escravidão”, referindo-se ao programa. “Qualquer um de fora que trabalhe aqui tem que ser submetido às mesmas leis que vocês. Não podem confiscar salários, afastar famílias”, declarou.

Xuxa passa a noite em aeroporto após avião ser apreendido no Ceará e cancela show no Recife

A apresentadora Xuxa, 55, passou a madrugada deste domingo (25) em uma sala de espera no aeroporto de Fortaleza, após ter o avião em que viajaria barrado por irregularidade. A artista desabafou nas redes sociais e disse que não fará o show do próximo dia 1º, no Recife, por ter sido contratado pela mesma empresa.

“Amanheceu aqui em Fortaleza, eu ainda não dormi. Estamos no aeroporto porque nossa contratante deixou a gente na furada. Então, como ela é uma pessoa muito legal, queria dizer a vocês de Recife que, infelizmente, não faremos o show de Recife, da semana que vem”, afirmou ela em um vídeo postado em seu Instagram.

Segundo Xuxa, a mesma empresa contratou as duas apresentações e, tendo em vista os problemas ocorridos em Fortaleza, ela não fará o próximo: “Quero pedir desculpas a todos vocês do Recife ou perto do Recife que já tinham colocado na agenda de vocês que iam brincar comigo, não vai dar. Sinto muito.”

A assessoria da apresentadora afirmou que a aeronave disponibilizada pela empresa que contratou os shows é particular e, por isso, não poderia prestar serviço de táxi aéreo, como estava fazendo. Além disso, os documentos apresentavam prefixo diferente do que estava no avião.

Ainda de acordo com a assessoria, a equipe da apresentadora viajou para Fortaleza na mesma aeronave, sem saber da irregularidade. Após o show, o grupo foi informado que o avião teve uma “pane”, sabendo apenas depois que ele, na verdade, tinha sido apreendido pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Na manhã deste domingo, a apresentadora fez uma live no Instagram para informar aos fãs que finamente conseguiu embarcar para o Rio de Janeiro “depois de quase 12 horas”, mas lamentou que deverá passar apenas alguns instantes com a filha, Sasha, que viajar ainda neste domingo.

Xuxa pousou no Rio depois das 15h, segundo a assessoria.

Durante tentativa de assalto, família é feita refém em Surubim

PM cercou a residência para negociar com os suspeitos a liberação da família

Uma suposta tentativa de assalto terminou com uma família refém na madrugada deste domingo (25) em Surubim, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações iniciais do 22° Batalhão da Polícia Militar, um empresário e sua mulher, além dos filhos e uma empregada, foram feitos reféns por suspeitos em uma residência no centro do município.

Segundo a PM, a ação teve início por volta de 1h e continuou por toda a madrugada. Não se sabe quantos suspeitos participaram da investida e nem a motivação para manter toda a família refém. Policiais cercaram a residência para negociar a liberação das vítimas.

O casal, que estava sob a mira dos bandidos, foi ferido a tiros durante a investida criminosa. Após serem liberados, o empresário e sua mulher foram levados para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Surubim. Ainda não se tem informações sobre o estado de saúde do casal.

Diligências
Após liberarem a família, os suspeitos conseguiram fugir em direção a zona rural de Orobó, também no Agreste do estado. Segundo o 22° BPM, os agentes estão, neste momento, em diligências pela localidade em busca dos criminosos.