Polícia investiga ameaça de morte contra governador do Ceará

Homem vestido de camisa branca sentado gesticula com a mão

A Polícia Civil do Ceará instaurou inquérito para investigar ameaça de morte sofrida pelo governador Camilo Santana (PT) em grupo de WhatsApp que reúne pessoas contrárias a medidas restritivas de combate à pandemia do novo coronavírus.

No áudio compartilhado no grupo intitulado “Ceará contra o lockdown”, um homem já identificado pela polícia diz que participaria de uma ação para “pegar o governador”.

“Vou ser sincero com vocês: tinha uma galera aí doida para pegar o governador…é porque sumiu [sic]. Mas não tá fácil pra ele escapar não. Tem um bocado de menino bom aí doido para pegar ele, para comer a cabeça dele. É grana, viu? E eu estou dentro”, diz a voz na gravação.