Arquidiocese de Olinda e Recife ‘lamenta profundamente’ atividades religiosas não serem essenciais

Dom Fernando Saburido celebra primeira missa após se recuperar da covid-19  - TV Jornal

Após o governo de Pernambuco proibir atividades não essenciais no Estado das 20h às 5h durante a semana e ao longo do dia nos sábados e domingos até o dia 17 de março em decorrência dos altos números da pandemia do novo coronavírus, a Arquidiocese de Olinda e Recife “lamentou profundamente” que atividades religiosas não sejam consideradas essenciais e suspendeu as missas presenciais nos fins de semana do período.

“Embora lamentando profundamente que as atividades religiosas não sejam consideradas atividades essenciais, sobretudo neste tempo de tanto sofrimento, obedeceremos ao decreto do Governo do Estado, porque estamos sempre a favor da vida”, disse trecho de comunicado assinado por Dom Antônio Fernando Saburido, arcebispo de Olinda e Recife.