Ministério Público de PE entra com ação contra secretária de Saúde e fotógrafo que furaram fila da vacinação contra covid-19 em Jupi

REPRODUÇÃO/

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ingressou com uma ação civil pública por atos de improbidade administrativa contra o fotógrafo José Guilherme da Silva e a secretária de Saúde de Jupi, no Agreste do Estado, Maria Nadir Ferro de Sá. Os dois são acusados de terem desrespeitado as normas de prioridade da imunização contra a covid-19, ao receberem a primeira dose da vacina CoronaVac no município, no dia 19 de janeiro.

Tanto o fotógrafo quanto a secretária não fazem parte dos grupos prioritários da primeira fase de imunização “ainda assim, não se negaram a receber as doses, agindo com dolo, vontade livre e consciente, desrespeitaram os princípios norteadores da administração pública (atos de improbidade administrativa previstos no art. 11, caput, inc. I, da Lei 8429/92)”, aponta o texto.

Deixe um comentário