PT rompe com o PSB e entregará os cargos no governo Paulo Câmara

Deputado Carlos Veras (PT/PE) - Vem Pra RuaO PT de Pernambuco oficializou, na manhã desta quinta-feira (14), sua saída da base do governo de Pernambuco. O partido retomou a aliança com os socialistas em 2018, quando a candidatura da hoje deputada federal Marília Arraes (PT) foi rifada em prol do apoio dos petistas à reeleição de Paulo Câmara (PSB) e do apoio do PSB à candidatura de Fernando Haddad (PT) para a Presidência da República. Com as eleições municipais de 2020 e o lançamento da postulação de Marília no Recife, a pressão para que a sigla entregasse os cargos que possuía no Estado cresceu, culminando, hoje, com o desembarque da Frente Popular.

“Estamos saindo do governo do Estado, essa posição agora é majoritária no partido e estamos cumprindo um ciclo. É bom lembrar que nós entramos no governo por conta de uma aliança construída nacionalmente em 2018. Ao apoiar a reeleição do governador Paulo, isso naturalmente nos colocou no governo. Esse é um momento em que o PT decide o afastamento do governo do estadual”, afirmou o deputado federal Carlos Veras (PT).

Atualmente, o PT ocupa a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, sob o comando de Dilson Peixoto. Partidos como o Progressistas e o PDT já estão, inclusive, de olho no espaço.

Deixe um comentário