TCE suspende licitação de R$ 10 milhões na educação do Recife por suposto favorecimento de empresa

Uma denúncia de empresas concorrentes levou o Tribunal de Contas do Estado (TCE) a expedir uma medida cautelar para suspender o Pregão Eletrônico 19/20, da Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas do Recife.

O objeto da licitação de R$ 10.201.090,83 é a “contratação de empresa especializada para criação de uma Central de Serviços, atendimento e o suporte técnico operacional para o atendimento aos usuários da Secretaria de Educação do Recife”.

Segundo a decisão oficial do TCE, o suposto prejuízo aos cofres públicos poderia chegar a R$ 2.752.693,38 (Dois milhões, setecentos e cinquenta e dois mil, seiscentos e noventa e três reais e trinta e oito centavos).

Deixe um comentário