Com duelos entre brasileiros e argentinos, Conmebol define confrontos das oitavas de final da Libertadores

DIVULGAÇÃO/CONMEBOL

A Conmebol realizou nesta sexta-feira (23) o sorteio dos confrontos das oitavas de final da Copa Libertadores da América 2020. O sorteio que determinou o chaveamento até o final da competição foi realizado na sede da entidade, em Luque, no Paraguai e foi transmitido ao vivo pelo site do SBT e pela página do SBT News no Facebook. A decisão da Libertadores será em jogo único realizado no dia 21 de novembro, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

O sorteio foi dividido de forma que as 16 equipes classificadas ficassem separadas em dois potes, onde necessariamente aqueles que ficaram em primeiro lugar enfrentassem os times que ficaram em segundo nas suas respectivas chaves. Com isso, o destino tratou de colocar frente a frente três confrontos entre brasileiros e argentinos. As equipes que se classificaram em primeiro na fase de grupos fazem o jogo de ida como visitantes e o jogo da volta como mandantes.

O Grêmio abre as oitavas de final visitando o Guaraní, do Paraguai, no jogo de ida. Já o rival gaúcho, o Internacional, terá pela frente uma pedreira. O Colorado vai encarar um dos maiores campeões da Libertadores com seis títulos, o Boca Juniors. O time argentino tem a vantagem de decidir o confronto em casa, já que avançou para as oitavas em primeiro lugar no grupo H.

Atual campeão da Libertadores, o Flamengo vai encarar o Racing, da Argentina, com a vantagem de decidir a classificação em seus domínios, no Maracanã. Por outro lado, o Athletico Paranaense vai encarar o atual vice-campeão, River Plate, com a decisão marcada para acontecer na Argentina. Já o Palmeiras terá, ao menos na teoria, o confronto mais fácil entre os brasileiros que estão na competição. O alviverde vai enfrentar o Delfín, do Equador, com o jogo decisivo no Allianz Parque.

Outro brasileiro que segue nas oitavas de final é o Santos, do técnico Cuca. O alvinegro praiano vai encarar a LDU de Quito. O primeiro jogo acontece no Equador e a decisão na Vila Belmiro. Por fim, o último confronto da fase será entre o pior primeiro colocado contra o segundo pior colocado da fase de grupos. Libertad e Jorge Wilstermann se enfrentam com a decisão sendo realizada na casa do time boliviano.

Deixe um comentário