Funcionário da Celpe é assassinado ao tentar cortar energia de cliente em Limoeiro

CORTESIA

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) informou que um funcionário da empresa foi assassinado enquanto realizava seu trabalho, na Zona Rural de Limoeiro, no Agreste, nesta terça-feira (29). José Reginaldo de Santana Júnior tinha 31 anos e era eletricista. Ele estava no local para procedimento legal de suspensão do fornecimento de energia por inadimplência e, segundo informações iniciais, foi assassinado pelo dono da propriedade que teria a energia cortada.

O proprietário teria ainda apontado a arma para outro colaborador, exigindo que ele religasse a energia, e fugido em seguida. A Polícia Civil informou que o crime foi registrado na Delegacia de Homicídios de Limoeiro e está sendo investigado pelo delegado Fabrício Pimentel.

Por meio de nota, a empresa afirmou que recebeu com consternação a notícia do assassinato e que “condena, veementemente, qualquer conduta violenta, sobretudo que atente contra a vida”. O departamento jurídico da Celpe está acompanhando a instauração do procedimento investigativo. “A Celpe lamenta o ato covarde praticado contra o eletricista e informa que está prestando o apoio necessário à família da vítima”, acrescenta a nota.

Segundo a Celpe, o corte de energia é o último recurso utilizado como mecanismo de cobrança de débitos.

Deixe um comentário