PF faz buscas na casa de governador do Piauí e mira primeira-dama, diz TV

Primeira-dama Rejane Dias à época da sua primeira eleição para deputada federal, em 2014 - Reprodução/FacebookA PF (Polícia Federal) realizou hoje buscas na casa do governador do Piauí, Wellington Dias (PT-PI), e da primeira-dama, Rejane Dias (PT-PI), em Teresina. Segundo a Globonews, a operação investiga desvios que chegam a R$ 50 milhões na pasta da Educação do estado. Rejane, que é deputada federal, é um dos alvos da operação e também teve o seu gabinete em Brasília entre um dos destinos das ações da PF.

Ao todo, a terceira fase da Operação Topique cumpre 12 mandados de busca e apreensão. A casa do irmão de Rejane e a sede da Secretaria de Educação piauiense também estão entre os alvos das buscas. Para o cumprimento do mandado no gabinete em Brasília, a ministra Rosa Weber, do STF (Supremo Tribunal Federal), precisou conceder uma autorização por causa do foro privilegiado de Rejane.

A Operação Topique teve início ainda em 2018 e investiga um suposto esquema criminoso na Educação do Piauí para fraudar licitações do transporte escolar. Os desvios teriam desviado, no mínimo, 50 milhões de recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básic) e do PNATE (Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escola).

As investigações apontam que o esquema existiu entre 2015 e 2016, período em que Rejane era secretária de Educação do Piauí. Integrantes da pasta teriam se associado a empresários do setor de locação de veículos para conseguir a assinatura de contratos superfaturados de prestação de serviços de transporte escolar.

Deixe um comentário