Vendas de livros sobem 31% e apontam para recuperação após pandemia

Venda de livros cai 20% nos primeiros quatro meses do ano | VEJA

As vendas de livros aumentaram no Brasil, segundo mostra a última pesquisa da Nielsen em parceria com o Sindicato Nacional dos Editores de Livros, o que pode apontar para um movimento de recuperação do mercado editorial após o vale da pandemia.

O valor acumulado das vendas, porém, ainda é menor que o registrado no período correspondente de 2019.

A pesquisa mostra que, no período de 18 de maio a 14 de junho, o setor livreiro teve faturamento de R$ 109 milhões, um crescimento de 31% em relação ao mês anterior. Comparado com o mesmo mês do ano passado, houve uma queda de 3,16% no valor total das vendas.

Quando se observa o número de títulos vendidos, o movimento foi parecido, aumentando 32% em relação ao mês anterior, mas ainda representando uma queda de 5% comparado com o ano passado. Foram vendidos 2,7 milhões de livros no período da pesquisa.

Deixe um comentário