Ministro da Educação, Abraham Weintraub deixa o governo

Jair Bolsonaro ao lado do agora ex-ministro da Educação Abraham Weintraub

O ministro Abraham Weintraub não faz mais parte do governo. A saída do então titular da Educação foi anunciada na tarde desta quinta-feira (18) em um vídeo no qual aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro, a quem apelida como o “melhor presidente do Brasil” na legenda da postagem. Até o momento, não foi anunciado o nome do substituto. O atual secretário de Alfabetização, Carlos Nadalim, nome ligado ao guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, é cotado para assumir seu lugar.

Weintraub não se prolongou sobre os motivos de sua saída do governo, mas afirmou que assumirá a direção do Banco Mundial. “Nesse momento não quero discutir os motivos da minha saída, não cabe. O importante é dizer que eu recebi o convite para ser diretor de um banco. Eu já fui diretor de um banco no passado, volto no mesmo cargo, porém no Banco Mundial”, disse.

Sucessor de Ricardo Vélez Rodríguez, Weintraub assumiu o cargo em abril do ano passado e deixa o comando 14 meses depois. Durante a sua gestão, acumulou polêmicas por declarações que feriram a comunidade judaica, povos indígenas e representantes chineses aqui no Brasil.

Recentemente, foi multado em R$ 2 mil por participar de uma manifestação no dia (14) sem fazer uso de máscara de proteção. A medida é obrigatória por causa de um decreto assinado no Distrito Federal. O grupo desrespeitou uma ordem do governo do Distrito Federal, que proibiu protestos na Esplanada dos Ministérios.

Deixe um comentário