Pernambuco começa a reabrir comércio e indústria nesta terça com lojas de material de construção e delivery de comércio não essencial

Pernambuco chega a 217 leitos exclusivos para Covid-19 no interior ...

O governador Paulo Câmara anunciou na tarde desta segunda-feira (1) um novo decreto com as orientações para a reabertura da economia. O plano terá cinco fases e deve se estender até o dia 31 de agosto, com reavaliações periódicas.

No dia 08/06, reabertura gradual da construção civil e comércio atacadista.

No dia 15/06, reabertura gradual do varejo de bairro, salões de beleza e serviços de estética (um cliente por vez com agendamento). Também haverá o retorno dos treinos de futebol profissional.

O setor de comércio e serviços, por exemplo, será autorizado a voltar a funcionar, mas inicialmente terá que operar com 50% da carga, de modo a cumprir as regras de isolamento, fornecimento de material de higiene aos clientes, combinados em acordo com os setores. Uma loja que eventualmente tenha capacidade de atender 10 clientes terá inicialmente que atender apenas a metade, desde que o patrão cumpra as regras do plano de retomada.

Já o setor de indústrias será autorizado a funcionar a 100% de sua carga, a partir da consideração de que há menos riscos de contágio. Há menos contato entre as pessoas na linhas de produção.

Como haverá mais pessoas em circulação, o setor de transporte público será autorizado a funcionar com 75% da capacidade. Hoje esta capacidade está limitada em 50%, justamente pela tentativa de reduzir o contágio entre as pessoas. Estará sendo mantida a exigência de distanciamento social nos grandes terminais.

As medidas estarão sendo divulgadas depois de negociação com as lideranças dos setores.

Neste final de semana havia acabado a quarentena em cinco cidades da Região Metropolitana. O governo disse que conseguiu adesão de 53% no isolamento social e que a medida ajudou a diminui a curva de contágio, com menos mortes e menos casos de contaminação.

Deixe um comentário