Suspeito de ameaçar ex-governador da Paraíba e governador de São Paulo é preso no interior de Pernambuco

Dez entidades pedem a Doria que sistema financeiro fique fora do ...

Um homem de 22 anos suspeito de extorquir e ameaçar o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, foi preso durante uma operação da Polícia Civil da Paraíba, juntamente com a Polícia Civil de Pernambuco. A prisão ocorreu em 16 de maio, mas foi divulgada nesta sexta-feira (22). De acordo com a polícia, foram encontradas indícios de ameaçadas contra o governador de São Paulo, João Dória, e o ex-candidato a Presidência da República, João Amoêdo, no celular do suspeito.

Segundo a Polícia Civil da Paraíba, as investigações começaram no dia 11 de maio, quando a equipe soube que o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, estava sendo extorquido e ameaçado de morte. Ainda de acordo com as investigações da polícia, o ex-governador recebeu, nas redes sociais, ameaças dizendo que uma organização criminosa havia sido contratada por R$ 2 milhões para matá-lo. A vítima teria que pagar R$ 3 milhões para a organização.

Segundo a polícia, o suspeito também mostrava dados pessoais sobre a vítima para demonstrar que conhecia a rotina do político. A polícia foi acionada e, com apoio da Unidade de Inteligência da PCPB e Laboratório de Operações Cibernéticas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, conseguiu identificar e localizar o suspeito em Santa Cruz de Capibaribe, no Agreste pernambucano.

O homem foi preso e levado para o Presídio de Santa Cruz de Capibaribe. De acordo com a Polícia Civil da Paraíba, as investigações vão continuar.

Deixe um comentário