Família enterra idosa e descobre que corpo foi trocado em Pernambuco

Família precisou passar pelo enterro duas vezes no cemitério de Cruzes, em Panelas

Um caso inusitado ocorreu esta semana em Pernambuco: duas idosas com o mesmo nome, Helena Maria da Silva, morreram no último domingo (3) no Hospital Regional de Palmares, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, vítimas de síndrome respiratória. Porém, após o enterro de uma delas, no distrito de Cruzes, em Panelas, no Agreste do Estado, a família recebeu uma ligação de que o corpo da parente ainda estava no hospital. Foi quando a confusão foi descoberta: os corpos tinham sido trocados.

Em vez de enterrar o corpo de Helena de Panelas, de 74 anos, a família havia enterrado o corpo da outra Helena, que morava em Cortês, na Zona da Mata, e tinha 87 anos. Como havia a suspeita do novo coronavírus em uma das pacientes, o caixão foi fechado e os parentes não puderam fazer o velório. Só depois descobriram que o corpo foi trocado.

Com informações do repórter Luiz Carlos Fernandes, da TV Jornal Interior

Deixe um comentário