Conselho de Educação Física interdita 22 academias no Sertão de Pernambuco; fiscalização passou por Afogados

A fiscalização passou 120 estabelecimentos em 33 municípios da região.  / Foto: Divulgação

O Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região (CREF12-PE) interditou 22 academias no Sertão do Estado que não possuíam profissional de educação física atuando no local. Outros 55 estabelecimentos foram notificados por funcionarem clandestinamente e 21 pessoas foram notificadas por exercício ilegal da profissão. Com o apoio da Polícia Militar da Vigilância Sanitária de Petrolina, a equipe do CREF12-PE levou a Operação Carcará por 33 municípios da região durante esta semana.

A fiscalização visitou ainda 22 escolas da rede estadual e municipal, checando as condições estruturais dos locais reservados para a prática de atividades físicas e esportivas, além do registro profissional dos professores das instituições.

A ausência de profissionais de educação física foi a infração mais registrada durante a Carcará. Segundo o assessor técnico de fiscalização do CREF-12-PE, o registro profissional no Conselho é a prova de que o educador físico tem habilitação técnica e científica para prescrever treinos com segurança e qualidade. “Muitas vezes os alunos fazem o exercício sem orientação, acompanhados por um estudante ou, em alguns casos, por uma pessoa que nem pela faculdade passou. A sociedade deve sempre cobrar do instrutor o registro no CREF12-PE”, destacou.

Confira as cidades por onde a Operação Carcará passou – O Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região, com o apoio da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária de Petrolina, passou pelas cidades de: Serra Talhada, Salgueiro, Ouricuri, Petrolina, Afogados da Ingazeira, Mirandiba, Cedro, São José do Belmonte, Carnaíba, Tuparetama, Santa Terezinha, Terra Nova, Verdejante, Parnamirim, Flores, Triunfo, Tabira, Serrita, Sertânia, São José do Egito, Araripina, Trindade, Santa Cruz da Baixa Verde, Iguaracy, Custódia, Ingazeira, Santa Cruz, Calumbi, Moreilândia, Ipubi, Itapetim, Inajá, Manari e Betânia.

Deixe um comentário