IPVA: em abril 167 mil estavam em débito no Estado. Estado ameaçou levar motoristas inadimplentes ao Serasa

Resultado de imagem para ipva 2019

Depois de ter mandado um projeto de lei para beneficiar com descontos nos débitos do IPVA, em atraso, o governo Paulo Câmara não informa o estoque da dívida. A Secretaria da Fazenda foi solicitada a informar os valores, mas se recusa a informar o montante.

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco (SEFAZ-PE) divulgou, em abril deste ano, dados da dívida do IPVA.

Segundo o órgão, na época, 167 mil deviam para o Governo do Estado e seriam notificados por carga.

Na época, o coordenador do SEFAZ-PE alertou que, ao não pagar em dia o IPVA, a dívida “dobrava”.

“Acabou o prazo e não fez o pagamento? A dívida duplica”, disse em abril o coordenador da administração tributária, Anderson de Alencar Freire.

O Governo do Estado anunciou em abril que preparava com o DETRAN-PE uma série de “blitzs” para apreender os veículos que deviam IPVA.

“Quem não apresentar o IPVA pago, vai ter o carro retido para regularização. Deve optar por aplicativos de mobilidade para não ficar sem o veículo”, afirmou, na época, o coordenador da SEFAZ-PE.

Em abril, o representante da SEFAZ-PE disse que, se a dívida ainda não for quitada, o devedor seria inscrito na Dívida Ativa do Estado e o nome iria para o Serasa.

Na época, foram enviadas 167 mil cartas cobrando a dívida.

Esta semana, o governador Paulo Câmara (PSB) propôs uma lei, para dar um desconto de até 70% nos juros e multas de quem regularizar a dívida com o IPVA até 30 de dezembro.

A proposta está em discussão na Assembleia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *