Parlamentares de Pernambuco visitam instalações de usina nuclear em Angra dos Reis de olho em Itacuruba

Um grupo de parlamentares estaduais visitou, nesta quinta (17) e sexta (18), a Usina Nuclear de Angra 2, no município de Angra dos Reis (RJ). O objetivo da viagem foi fundamentar o debate sobre a possível instalação de uma central desse tipo em Itacuruba (Sertão de Itaparica), no Interior de Pernambuco.

Integraram a comitiva os deputados Alberto Feitosa (SD), Antonio Fernando (PSC), Henrique Queiroz Filho (PL), José Queiroz (PDT), Romero Sales Filho (PTB) e Wanderson Florêncio (PSC). Eles assistiram a uma palestra de Leonam dos Santos Guimarães, presidente da Eletronuclear, subsidiária da Eletrobrás responsável pela geração de energia nuclear, que detalhou as vantagens da cidade pernambucana para a instalação de uma central.

“Itacuruba tem uma série de aspectos técnicos referentes à geologia e à hidrologia que a tornam favorável. É um local de baixa densidade demográfica, próximo a um centro universitário importante, em Belém do São Francisco. Também têm uma facilidade de conexão ao sistema elétrico nacional e é uma região carente. O impacto econômico seria extremamente importante”, considerou Guimarães.

O município sertanejo foi uma das áreas selecionadas no Plano Nacional de Energia 2030, realizado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e lançado em 2007. De acordo com o presidente da Eletronuclear, o projeto da central em Itacuruba prevê investimento de US$ 30 bilhões. Envolve a construção de seis reatores com potência de 6.600 megawatts ao todo, numa área de oito quilômetros quadrados de propriedade da Chesf na beira do Rio São Francisco. O Governo Federal afirmou que busca investidores privados para o projeto, mas o modelo de participação ainda não foi definido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *