Aglailson Victor critica falta de apoio a festa em homenagem a Luiz Gonzaga

Em discurso na Reunião Plenária desta terça (10), o deputado Aglailson Victor (PSB) criticou a Secretaria Estadual de Turismo pela falta de apoio ao evento que marcaria os 30 anos da morte de Luiz Gonzaga, em Exu. Na avaliação do parlamentar, os investimentos da pasta estariam sendo direcionados de forma a privilegiar municípios da base eleitoral do secretário, o deputado estadual licenciado Rodrigo Novaes.

“A justificativa para não apoiar a festividade de Exu foi o contingenciamento de gastos. No entanto, dez dias antes da data marcada para o evento, foi promovida, com apoio da secretaria, a Missa do Vaqueiro em Nazaré do Pico, distrito de Floresta”, registrou Aglailson Victor, destacando tratar-se da cidade natal de Novaes. “A festa contou com artistas de renome nacional, o que deixa claro a forma como o secretário vem usando a pasta para se promover”, emendou.

O socialista aproveitou o pronunciamento para ressaltar a importância cultural do homenageado e se solidarizar com a população do município, que teve a festividade cancelada.

Em apartes, os deputados Álvaro Porto (PTB), Antônio Moraes (PP), Henrique Queiroz Filho (PL), Alberto Feitosa (SD) e Romero Albuquerque (PP) também fizeram queixas contra o gestor da pasta de turismo. “Em período de crise, afirma-se que está faltando dinheiro, mas isso não é observado na terra e nos municípios da base do secretário”, reagiu Porto, que disse ainda ter sido lançada uma licitação para a construção de um museu no distrito de Nazaré do Pico.

“Não houve consideração com uma das figuras mais importantes do Estado, que é o Rei do Baião”, acrescentou Moraes. “O Governo do Estado precisa interiorizar e dividir os investimentos entre os municípios”, alegou Queiroz Filho. “Essa situação precisa ser reparada pelo secretário, que deve contactar Vossa Excelência”, argumentou Feitosa. “Vou procurar a secretaria para esclarecer a questão”, prometeu Albuquerque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *