MEC corta investimentos do ensino infantil à pós-graduação

Apesar de congelar investimentos na educação básica o ministro da Educação, Abraham Weintraub, defendeu que priorizaria creches  / Foto: Reprodução/YouTube Dukascopy TV

O corte de R$ 5,7 bilhões do Ministério da Educação atinge da educação infantil à pós-graduação. O congelamento inclui verbas para construção de escolas, ensino técnico, bolsas de pesquisa, transporte escolar, além de custeio das universidades federais. A iniciativa atende a um decreto de contingenciamento definido pela área econômica do governo da ordem de R$ 30 bilhões. No MEC, ele envolve, no total, 23% dos valores discricionários (que excluem despesas obrigatórias, como salários). As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Na semana passada, o governo definiu um novo bloqueio de R$ 1,6 bilhão. O adicional de contingenciamento resultará em um corte total de R$ 7,3 bilhões. A divisão desse novo congelamento por área ou órgão ainda passa por análises dentro do MEC. E, apesar do discurso do governo ter sido o de privilegiar a educação básica, especialmente a educação infantil, alfabetização e ensino profissional, essas áreas foram atingidas.

Deixe um comentário