Teresa Leitão divulga evento nacional em defesa da educação pública

O lançamento da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, nesta segunda (22), foi tema de discurso da deputada Teresa Leitão (PT) na Reunião Plenária desta tarde. A parlamentar repercutiu a iniciativa da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), realizada anualmente no mês de abril, com o intuito de avaliar ações na área e apresentar propostas.

Segundo a petista, educadores de todo o País vão denunciar o que consideram retrocessos no setor. “Apesar de a Constituição Federal assegurar o direito à educação, e a Emenda Constitucional nº 59 ampliá-lo das idades de 7 a 14 anos para 4 a 17, hoje estamos vendo esse direito ser retirado”, lamentou. A deputada criticou o que classificou como “abandono” do Plano Nacional de Educação aprovado em 2014: “Essa lei federal chega à metade da vigência em 2019 sem ter nem metade das metas realizadas. Muitas foram abandonadas, outras estão prestes a expirar e o atual Governo a ignora solenemente”.

Teresa ressaltou que no Brasil, atualmente, há 50 milhões de pessoas com 25 anos ou mais de idade que não concluíram o Ensino Fundamental, e quase 80 milhões sem Ensino Médio completo, além de 2,5 milhões de crianças de 6 a 14 anos fora da escola.

“Apenas a metade dos jovens que têm de 15 a 17 anos está matriculada no Ensino Médio e somente 18% da população entre 18 e 24 anos possui Ensino Superior”, acrescentou. “Neste momento crítico de retirada de direitos, é importante que sociedade e, especialmente, a comunidade escolar se apropriem dessa realidade o quanto antes.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *