Monthly Archives: dezembro 2018

Processo do promotor Marcellus Ugiette é desmembrado

Resultado de imagem para marcellus ugiette

O desembargador Fábio Eugênio Dantas de Oliveira Lima, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), decidiu separar o processo do promotor do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) Marcellus Ugiette, assim como de outras quatro pessoas, dos demais acusados de envolvimento em uma quadrilha de estelionatários, desmembrada em agosto. “Uma decisão acertada porque fica a cargo do Tribunal apenas o que é do Tribunal. Os outros envolvidos vão ser julgados pela 2ª Vara Criminal de Olinda”, explica Emerson Leônidas, advogado de defesa de Ugiette, que é favorável à decisão do desembargador.

Além de Ugiette, que possui foro privilegiado, foram desmembrados os processos de José Ricardo Gomes Batista, Eduardo Felipe Danielowski Pereira, Karen Danielowski Pereira e Assiel Fernandes da Silva. Todos serão julgados pelo Órgão Especial do TJPE porque o caso deles está diretamente ligado ao de Ugiette, já que são autores da corrupção ativa e responsáveis por corromper o promotor. Esses quatro, além de enfrentarem o Tribunal, também vão ser julgados pela 2ª Vara Criminal de Olinda pelos demais crimes da quadrilha.

Suspeito de corrupção passiva, Ugiette, afastado desde o dia 06 de agosto das 19° e 54° promotoria da Vara de Execução Penal, está sendo investigado, segundo a Polícia Civil de Pernambuco, por ter favorecido uma quadrilha de estelionatários ao realocar membros dessa facção que estavam presos, permitindo que eles seguissem atuando criminalmente de dentro dos presídios.

De acordo com o coordenador do Grupo de Apoio Especializado de Enfrentamento às Organizações Criminosas do MPPE (Gaeco), o promotor de Justiça Ricardo Lapenda, durante as investigações foram encontrados indícios contra Ugiette. Marcellus Ugiette está há 33 anos no MPPE, dos quais 15 são dedicados à Vara de Execução Penal.

Prazo para eleitor justificar ausência no primeiro turno termina nesta quinta

Resultado de imagem para urnas eletronicas

O prazo para justificar a ausência no primeiro turno das eleições deste ano, realizado no dia 7 de outubro, encerra-se nesta quinta-feira (6). Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aqueles que não votaram no primeiro turno precisam regularizar sua situação eleitoral.

Conforme o TSE, a quitação eleitoral é exigida para posse em cargo público, matrícula em instituições de ensino superior e emissão de passaporte, por exemplo. No caso de servidor público, a regularidade eleitoral é condição para recebimento do salário. Após três ausências consecutivas às urnas, o eleitor tem o título cancelado.

A justificativa pode ser feita pela internet, no Sistema Justifica, disponível nos portais dos tribunais regionais eleitorais (TREs), no menu de serviços ao eleitor. Neste caso, o eleitor deve preencher o formulário online, declarar o motivo da ausência e anexar comprovante do impedimento para votar. O sistema emite o protocolo para acompanhamento do pedido.

O eleitor também pode ir a um cartório eleitoral, preencher o formulário disponível nesses locais e nos portais dos tribunais eleitorais. A documentação deve ser entregue pessoalmente em qualquer cartório eleitoral ou enviada por via postal ao juiz da zona eleitoral na qual o eleitor é inscrito. É preciso anexar ao formulário a comprovação do motivo da ausência nas eleições.

Arquidiocese de Olinda e Recife faz sessão de encerramento do processo de Beatificação e Canonização de dom Helder Camara

Resultado de imagem para dom helder camara

A biografia de dom Helder Camara – arcebispo de Olinda e Recife no período de 1964 a 1985 – vai ganhar um contorno significativo, com a Sessão de Encerramento do Processo de Beatificação e de Canonização de dom Helder Camara. A solenidade acontece no próximo dia 19, às 9h, e é aberta ao público, no Palácio dos Manguinhos, sede da Cúria Metropolitana, bairro das Graças, no Recife. O rito será presidido pelo Arcebispo de Olinda e Recife, dom Antônio Fernando Saburido e inclui a posição da assinatura do arcebispo e membros do Tribunal Eclesiástico na ata da Sessão de Encerramento do processo, o lacre das caixas de documentos e a remessa de toda a documentação ao Vaticano.

Com isso, será concluída a chamada “Fase Diocesana” e a documentação remetida para a Congregação da Causa dos Santos, onde os documentos, laudos, pareceres e testemunhos coletados serão analisados por comissões, e será elaborada a “Positio”, dando início, assim, à chamada “Fase Romana” do processo (Vide abaixo o passo a passo sobre a Fase Romana). No âmbito da Arquidiocese, o Postulador da Causa de dom Helder Camara é Frei Jociel Gomes, também responsável por outros dois processos de beatificação na mesma Igreja Particular: Dom Frei Vital de Oliveira e Frei Damião de Bozzano.

Dom Fernando está particularmente feliz com a notícia da conclusão da Fase Diocesana do processo por inúmeras razões: dom Helder Camara foi o arcebispo que o ordenou sacerdote, em 17 de dezembro de 1983 e o processo de beatificação de dom Helder foi aberto no episcopado de dom Fernando Saburido, em 3 de maio de 2015. “A nossa esperança se projeta para o ano de 2020, quando a Arquidiocese de Olinda e Recife sediará o XVIII Congresso Eucarístico Nacional. Temos fé na Santa Eucaristia, confiamos que, até lá, receberemos notícias positivas sobre a análise do processo de dom Helder na Congregação da Causa dos Santos”, diz o arcebispo.

Além disso, dom Fernando lembra que nas preces mais intensas, relembra o quanto a Sagrada Comunhão era especial para dom Helder que, piedosamente e com emoção, celebrava diariamente na Igreja das Fronteiras, sobretudo após a sua emeritude, quando mais envelhecido. “Ele nunca aceitou separar Eucaristia da preocupação com a justiça social e a luta para que todos tenham vida”, recorda.

Dom Fernando observa ainda que: “Em cada Eucaristia que celebramos, temos de nos lembrar que nosso país, até agora, ainda se considera o maior país católico do mundo, no entanto, o Brasil é dentre todos, um dos mais desiguais. As pessoas veem os sinais, valorizam os cultos, mas pouco se interessam pela prática da caridade”.

Dom Helder Camara (1909-1999) – Arcebispo de Olinda e Recife, no período de 1964 a 1985, destacou-se pela defesa dos mais pobres, dos direitos humanos e na proposição de novos caminhos para a Igreja. Com seu dinamismo e habilidade diplomática, dom Helder Camara foi bispo-auxiliar do Rio de Janeiro, membro atuante no Concílio Vaticano II e um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Dentre os seus principais legados, está a organização de mais de quinhentas comunidades eclesiais de base, fortalecendo a atuação social da Igreja junto aos mais pobres. Defensor dos Direitos Humanos durante o regime militar brasileiro, dom Helder recebeu a indicação para o prêmio Nobel da Paz em 1972. Conhecido também como “Dom da Paz” e “Irmão dos pobres”, possuía notável habilidade com a oratória e reunia multidões nas missas e conferências, atraindo a atenção principalmente da juventude católica.

Seu processo de beatificação e canonização foi aberto no 3 de maio de 2015. A causa vem sendo acompanhada em sua “Fase Diocesana” por um Tribunal Eclesiástico constituído para a escuta das testemunhas e outros atos e pelas Comissões histórica e teológica, preparando seus relatórios e pareceres e relatórios.

Extrema pobreza aumenta e chega a 15,2 milhões de pessoas em 2017

Resultado de imagem para extrema pobreza no brasil

O número de pessoas na faixa de extrema pobreza no Brasil aumentou de 6,6% da população em 2016 para 7,4% em 2017, ao passar de 13,5 milhões para 15,2 milhões. De acordo com definição do Banco Mundial, são pessoas com renda inferior a US$ 1,90 por dia ou R$ 140 por mês. Segundo o IBGE, o crescimento do percentual nessa faixa subiu em todo o país, com exceção da Região Norte onde ficou estável.

Os dados fazem parte da Síntese dos Indicadores Sociais 2018, divulgada hoje (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que entende o estudo como “um conjunto de informações sobre a realidade social do país”. O trabalho elaborado por pesquisadores da instituição tem como principal fonte de dados para a construção dos indicadores a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) de 2012 a 2017.

O estudo mostra ainda que também aumentou a proporção de pessoas abaixo da linha de rendimentos. Em 2017, era de 26,5%, enquanto no ano anterior ficou em 25,7%. Os percentuais significam a variação de 52,8 milhões de pessoas para 54,8 milhões. De acordo com definição do Banco Mundial, são pessoas com rendimento até US$ 5,5 por dia ou R$ 406 por mês. A maior parte dessas pessoas, mais de 25 milhões, estava na Região Nordeste.

Houve elevação ainda na proporção de crianças e adolescentes (de 0 a 14 anos) que viviam com rendimentos até US$ 5,5 por dia. Saiu de 42,9% para 43,4%, no período.

Polícia Civil de Pernambuco faz operação contra sonegação

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Pernambuco faz operação nesta quarta-feira (5) para prender integrantes de uma organização criminosa, responsável por crime de sonegação fiscal no estado. Três empresários do ramo de combustíveis foram presos. Eles tiveram mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar, expedidos pela comarca única de Glória do Goitá, no Agreste. O esquema envolveu o desvio do erário público no valor R$ 16 milhões, durante quatro meses.

“Essa associação criminosa de atuação interestadual, envolvia três empresários do ramo de distribuição de combustíveis, dois de distribuição e um de transporte. As distribuidoras não existiam de fato. Entre a usina, que produzia o etanol e os postos de combustíveis, deveria haver o distribuidor, que recolheria esse ICMS para o estado, mas isso não ocorria. O esquema era direto da usina para os postos de combustíveis e para as bombas que abasteciam os veículos. Consolidando o crime de sonegação fiscal, que nesses quatro meses, chegou R$ 16 milhões”, explicou o chefe de Polícia Civil, o delegado Joselito Kehrle do Amaral.

Segundo o delegado, um dos empresários presos é natural da Bahia e foi pego numa operação daquele estado, em 2013, mas conseguiu o relaxamento da prisão. Lá na Bahia, o desvio foi de R$ 300 milhões. “A gente tá falando aqui de uma grande associação criminosa com atuação interestadual”, completou. O empresário baiano foi citado pelo Ministério Público de Pernambuco, em 2016, como sócio de outro homem, preso suspeito de sonegar quase R$ 500 milhões em impostos.

De acordo com o delegado Joselito, a quadrilha atuava desde 2007, o que pode acarretar na possibilidade de o desvio de impostos ter sido ainda maior. “Milhões e milhões de dinheiro público com o não pagamento de ICMS podem ter sido sonegados a partir desse período”, comentou.

O grupo apresentou duas distribuidoras, uma delas localizada no município de Chã de Alegria, mas segundo o chefe de Polícia Civil, a empresa não existia de fato. “Elas não funcionam. Em Chã de Alegria, há tanques, mas há dois anos nada era abastecido. Também criaram um escritório no Recife, que funcionava só como fachada”, disse. Um dos empresários, o baiano, foi preso em um hotel localizado no Pina, Zona Sul do Recife.

Batizada de Octanagem, a operação é a primeira organizada pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado (Draco) e a 63ª ação de repressão qualificada do ano, vinculada à Diretoria Integrada Especializada (Diresp), sob a direção da delegada Priscilla Von Shsten. A investigação teve início em agosto deste ano. O nome octanagem faz referência ao índice de resistência de combustíveis utilizados em motores.

Cerca de 40 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães participação dos trabalhos, que estão sendo supervisionados pela chefia da Polícia Civil.As investigações foram assessoradas pelo Núcleo de Inteligência do DRACO, sob o coordenação técnica da DINTEL – Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – e pela Secretaria da Fazenda (Sefaz). Mais detalhes da operação serão revelados numa coletiva para Imprensa nesta quinta-feira (6).

Sebastião Dias tem contas do exercício financeiro de 2014 rejeitadas pelo TCE

Resultado de imagem para sebastiao dias tabira

A Primeira Câmara do TCE-PE esteve reunida nesta terça (4) para julgar a Prestação de Contas de Governo da Prefeitura Municipal de Tabira, relativa ao exercício financeiro de 2014, tendo como interessado o atual prefeito Sebastião Dias.

À unanimidade, a Primeira Câmara da Corte de Contas, emitiu Parecer Prévio recomendando à Câmara Municipal de Tabira a rejeição das contas de Sebastião Dias, relativas ao exercício financeiro de 2014.

‘Superman: O Filme’ volta aos cinemas 40 anos depois do lançamento

Christopher Reeve como o clássico Superman dos cinemas / Foto: Reprodução

Em 1978, o mundo via, pela primeira vez, uma aventura do Superman nos cinemas, com o filme dirigido por Richard Donner e com Christopher Reeve no papel principal. Agora, 40 anos depois, o longa-metragem retorna aos cinemas brasileiros, numa cópia remasterizada.

Ao todo, 53 salas de cinema da rede Cinemark vão exibir o filme nesta terça-feira, 4, às 20h. Os ingressos já estão à venda no site da rede. De acordo com a diretora de Marketing da Cinemark, Bettina Boklis, a versão que será exibida tem “imagem e som no mesmo padrão do cinema contemporâneo”.

O filme traz Marlon Brando como o cientista Jor-El, que envia o seu filho à Terra pouco antes da destruição do planeta Krypton. Criado como Clark Kent, ele desenvolve super-poderes e começa, já adulto, a salvar milhões de pessoas. Gene Hackman, Glenn Ford, Trevor Howard, Margot Kidder e Terence Stamp são outros nomes do elenco.

Carreira
Superman: O Filme chegou a ser indicado a três prêmios do Oscar, melhor edição, melhor música e melhor mixagem. Ganhou, porém, um prêmio especial, por seus efeitos visuais. No Bafta, o Oscar britânico, Christopher Reeve foi apontado como mais promissor novato a ser protagonista em filmes.

À época, o longa foi considerado o mais caro da história, com orçamento de 55 milhões de dólares. Em sua exibição original, faturou cerca de 300 milhões de dólares.

O sucesso garantiu uma sequência, que chegou, porém, cercada de polêmica. Richard Donner foi demitido e substituído por Richard Lester, que viria a dirigir também o terceiro filme da série. Inicialmente, a ideia era que os dois primeiros filmes fossem gravados simultaneamente, mas, com a demissão de Donner, o longa foi interrompido com cerca de 75% das filmagens concluídas. Lester chegou a refilmar cenas gravadas por Donner.

Criado por Jerry Siegel e Joe Shuster, o personagem da DC Comics completou, em 2018, seus 80 anos de existência, desde que seu primeiro quadrinho foi publicado, em junho de 1938.

Bandidos clonam celulares de prefeitos para desviar dinheiro público

Resultado de imagem para celular clonado

Pelo menos cinco prefeitos do Ceará tiveram os números dos telefones celulares clonados por bandidos que atuam no interior do Estado. O POVO teve acesso ao Boletim de Ocorrência (BO) do caso registrado em Camocim, localizado no litoral norte cearense. Depois de perceber a fraude, a Procuradoria do município teria conseguido bloquear o repasse de R$ 552 mil do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Além do telefone da prefeita de Camocim, Mônica Aguiar, os celulares dos prefeitos Osvaldo Neto (Reriutaba), Isis Martins (Hidrolândia), Zé Ailton (Crato) e Renê Vasconcelos (Ubajara) também foram clonados, segundo fontes da Polícia Civil e perfis dos gestores nas redes sociais. Os fraudadores, de acordo com depoimentos, entravam em contato com amigos e secretários municipais, se passando por prefeitos e prefeitas, para que fossem efetuados pagamentos às empresas que teriam executado supostos serviços para o município.Algumas pessoas desconfiaram das mensagens. Outras, como foi o caso registrado em Camocim, caíram no golpe do WhatsApp e fizeram transferências diretas da verba do (Fundeb) para contas particulares. O dinheiro federal é exclusivo para educação. O valor repassado indevidamente chegou a somar R$ 552.500,00. Segundo o Portal da Transparência, em 2018, Camocim recebeu R$ 26,2 milhões da União para aplicar nas despesas admitidas para o Fundo.

O caso aconteceu na última sexta-feira, dia 30, no início da tarde. Uma pessoa, se passando pela prefeita, entrou em contato com Felipe Araújo Veras, que é presidente da Comissão de Programação Financeira da cidade.

Acreditando estar trocando mensagens com Mônica Aguiar, o tesoureiro das contas de Camocim “passou a conversar normalmente atendendo aos seus direcionamentos”. Essa história está narrada num boletim de ocorrência (BO), registrado na manhã seguinte, sábado, 1º de dezembro, na delegacia da cidade. O POVO teve acesso a uma cópia do BO.

Via WhatsApp, uma pessoa deu orientações para que o servidor fizesse “transferências diversas para várias contas” a partir da verba do Fundeb. A primeira quantia repassada teria sido de R$ 100 mil, dirigida para uma conta inscrita no Banco Inter (com sede em Minas Gerais). O repasse não precisou de nenhuma outra chave de bloqueio ou confirmação eletrônica, foi transferido automaticamente.

O tesoureiro disse, no BO, ter estranhado a ordem, “sem nenhum tipo de documento como notas” ou processo de licitação” e teria respondido que “não haveria margem para tal” (operação). Ele contou na delegacia que chegou a ligar para o próprio número da prefeita, que teria retornado com a mensagem de desligado ou fora de área. Ainda assim, teria voltado à conversa via WhatsApp.

Felipe Veras teria questionado que nunca a movimentação do dinheiro do Fundeb teria sido deste modo, sem documentações específicas de contratos. O golpista teria explicado, por escrito, que ele ficasse tranquilo, que os papéis necessários chegariam a ele ainda no final da tarde de sexta-feira. O tesoureiro, então, decidiu continuar atendendo aos pedidos.

A mesma conta do banco Inter recebeu mais duas transferências, de R$ 45 mil e de R$ 300 mil, respectivamente. O fraudador indicou mais duas contas e novos valores. Para uma conta no Banco do Nordeste, pediu que fossem repassados R$ 90 mil. E para a Caixa Econômica, orientou a transferência de R$ 17.500.

Já perto do fim da tarde da sexta-feira, por volta das 17 horas, a chefe de gabinete da prefeita, Ana Elizabeth Rodrigues (“Betinha”) ligou para o tesoureiro avisando que a prefeita tentava falar com ele. Seria para alertá-lo de que o celular dela teria sido clonado. Só aí Felipe Veras teria confirmado o golpe.

No Boletim de Ocorrência, consta que o Banco do Brasil, que atende a conta da prefeitura de Camocim, recebeu ofício (nº 1130001/2018) com relato da fraude e pedindo o bloqueio das transações – contas e bancos de destino. O BO é assinado pela delegada Alana Pinheiro Portela.

Presidente do DETRAN-PE explica mudança para placas do Mercosul

Presidente do DETRAN-PE explica mudança para placas do Mercosul

Pernambuco terá mais tempo para adotar as novas placas veiculares no padrão do Mercosul. Na última sexta-feira (30) o Conselho Nacional de Trânsito (Conatran) determinou que o Estado tem até o dia 10 de dezembro para realizar a mudança. Anteriormente o prazo acabaria no sábado (1º). Charles Ribeiro, presidente do DETRAN-PE, participou deu detalhes de como será feita a mudança de placas da frota no estado.

Segundo ele, a mudança total da frota para a placa do Mercosul deve acontecer em cerca de 5 ou 6 anos. A obrigatoriedade imediata para a nova placa é para aquelas pessoas que adquirirem carros 0 KM a partir de agora e para quem fizer transferência de propriedade ou mudança de município.

Ainda segundo o presidente do DETRAN-PE, a estimativa é de que nova placa tenha um custo de cerca de R$ 70.

Celpe corta fios de provedores e 4 mil pessoas ficam sem internet em Belo Jardim

Segundo a Celpe, as fiações irregulares causam poluição visual, prejudicam o fornecimento de energia e colocam em risco a vida de pessoas

Cerca de 4 mil pessoas ficaram sem internet na cidade de Belo jardim após uma ação da Celpe para a retirada de ligações clandestinas em postes da rede elétrica da cidade. De acordo com moradores, a ação estava acontecendo às margens da BR-232 e, posteriormente, vão seguir para o centro do município.

Redes clandestinas

Segundo o último levantamento estatístico da Celpe, apenas no Grande Recife, 87% dos provedores de internet utilizam clandestinamente os postes da distribuidora. De acordo com a Celpe, a companhia realiza periodicamente a fiscalização dos postes para certificar se as empresas de telecomunicações possuem contrato e estão instalando corretamente os equipamentos.

Ao identificar cabos instalados clandestinamente, a Celpe afirma que realiza a remoção imediata. De acordo com a companhia, a finalidade é garantir o suprimento de energia elétrica e a segurança da população.

Mais de 1.600 funcionários da Caixa Econômica Federal pediram demissão voluntária

Resultado de imagem para caixa economica

Até o dia 30 de novembro, 1.685 empregados da Caixa Econômica Federal se inscreveram no Programa de Desligamento de Empregado (PDE) lançado no dia 26 do mesmo mês de novembro.

A estimativa inicial de economia gerada com o programa é de aproximadamente R$ 314 milhões ao ano. O objetivo do Programa é dar continuidade aos ajustes de estrutura do banco diante do cenário competitivo e econômico atual, buscando mais eficiência. O limite máximo de desligamentos para esta etapa do Programa estava fixado em 1.6 mil empregados. O índice de eficiência operacional da CAIXA no 3º trimestre de 2018 alcançou o patamar de 45,8%, melhor marca da instituição.

Ferrari furtada é apreendida pelo 2º Biesp em Petrolina

Ferrari foi apreendida pelos policiais militares / Foto: divulgação/Polícia Militar

Uma Ferrari furtada foi apreendida por uma equipe do 2º Batalhão Integrado Especializado (2º Biesp) na Avenida Dr. Ulisses Guimarães, no bairro Cohab Massangano, em Petrolina.

De acordo com a Polícia Militar, o carro estava sendo transportado por um caminhão guincho que parou em um posto de combustíveis na avenida.

Após consultar a placa da Ferrari, os policiais descobriram que havia uma restrição de furto. Os condutores do caminhão foram levados para a Delegacia de Ouro Preto, onde a ocorrência foi registrada.

Ainda não há informações sobre onde e como o carro foi furtado, nem sobre o dono do veículo. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Celulares irregulares serão bloqueados

Resultado de imagem para celulares serão bloqueados

O uso de celulares roubados e falsificados está com os dias contados. É que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está reforçando o combate a celulares irregulares. E, para isso, vai passar a bloquear todos os aparelhos que não têm certificação legal. É uma medida que visa reduzir os crimes de roubo, adulteração e contrabando de celular e que entra em vigor em Pernambuco no início do próximo ano.

Chamado de Celular Legal, o projeto da Anatel foi criado através de uma parceria com as operadoras telefônicas e as fabricantes de celular que atuam no Brasil – parceria que permitiu a implantação de um sistema informatizado que identifica todos os celulares que estão em situação irregular na rede de telefonia nacional. Entram nessa “lista-negra” todos os aparelhos adulterados, roubados, extraviados ou não-certificados. “Entre os celulares irregulares a serem bloqueados, há aparelhos que não oferecem a qualidade e segurança exigidas pela regulamentação brasileira”, explicou a agência, que já bloqueou 103 mil aparelhos desse tipo ao testar a plataforma no Distrito Federal e em Goiás nos últimos meses.

Com o bom resultado, a Anatel está levando o serviço para mais dez estados brasileiros e já prepara a terceira fase de implantação do Celular Legal. Serão 15 estados nesta última etapa, inclusive Pernambuco. Por isso, a partir de 7 de janeiro a agência vai enviar mensagens de alerta para os celulares irregulares detectados no Estado através do número 2828. Em 24 de março, serão bloqueados os aparelhos que ainda não tiverem sido regularizados. E os bloqueios vão continuar: aparelhos irregulares que entrarem na rede de telefonia após essa data serão desabilitados após 75 dias de uso.

Para evitar esse transtorno, o consumidor deve, então, procurar o selo de certificação da Anatel no verso da bateria e também no carregador do celular. Também é possível verificar a situação do aparelho no site da agência, através do IMEI – código internacional de 15 números que identifica marca e modelo do aparelho. Mas o Procon-PE ressalta que, antes disso, é preciso comprar o produto em locais de confiança, que emitam nota fiscal.

Implantação do Pátio da Feira Livre de Afogados teve início em julho, diz placa colocada pela Prefeitura

Chama atenção a placa colocada no sistema viário de Afogados da Ingazeira com informações sobre a implantação do Pátio da Feira Livre no município.

Onde antes seria o Pátio de Eventos da cidade, depois teria um Cinturão Verde, agora, a placa indica que, no local, será implantado o local onde funcionará a feira livre do município, deixando as ruas Senador Paulo Guerra, Henrique Dias e adjacências livres.

Mas, o que chama atenção, é que a placa informa que a obra teve início no dia 28 de julho passado, no valor de R$ 1.414.334,22 (Hum milhão, quatrocentos e quatorze mil, trezentos e trinta e quatro reais e vinte dois centavos) e quem passa pelo local estranha a informação que a obra teve início em julho.

IFPE divulga concorrência do Vestibular 2019.1

Resultado de imagem para ifpe

Foi divulgada, nesta segunda-feira (3), a concorrência do Vestibular 2019.1 do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). O curso mais procurado na modalidade Integrado com Ensino Médio é o Técnico em Segurança do Trabalho (manhã) do Campus Recife, que registrou 38,30 candidatos disputando cada uma das vagas oferecidas.

Já na modalidade subsequente, o curso mais concorrido é o Técnico em Enfermagem, do Campus Belo Jardim, que conta com 17,37 candidatos para cada uma das vagas ofertadas. Por fim, entre os cursos superiores, o que tem a concorrência mais alta é Análise e Desenvolvimento de Sistemas, oferecido no Campus Recife, que registrou 18,89 candidatos inscritos por vaga.

Os candidatos inscritos no Vestibular IFPE 2019.1 podem conferir as listas de todos os cursos e suas respectivas concorrências no site da Comissão do Vestibular, além da relação candidato/vaga para aqueles que irão disputar o certame na condição de cotistas. Na página também é possível acessar e imprimir o cartão de inscrição, além de conferir o local da prova, que será realizada dia 16 de dezembro.

No momento da prova, que acontece no próximo dia 16, cada candidato deve apresentar o cartão de inscrição impresso, além de um documento de identificação oficial com foto. Nesta edição, o Vestibular IFPE registrou mais de 25 mil candidatos inscritos disputando as 4.538 vagas, distribuídas entre 65 cursos técnicos e superiores dos 16 campi da instituição (Abreu e Lima, Afogados da Ingazeira, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão).