Monthly Archives: outubro 2018

Recife: Mesária é afastada após eleitor votar duas vezes

Orson Lemos confirma voto duplo no Recife

Após a confusão do voto duplo no Colégio Santa Maria, no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, o Assessor da Corregedoria do TER, Orson Lemos, falou em coletiva na tarde deste domingo (28) que houve uma falha humana.  O caso foi registrado em ata e o Ministério Público ficará responsável pelo para fazer as devidas apurações.

“ Me foi informado que o Rafael havia votado e houve uma troca de comprovantes e que o mesmo caso aconteceu com o senhor Francisco. Após o vídeo eu votei e consegui falar com a própria juíza e foi identificado realmente que houve um erro humano da mesária, onde habilitou o mesmo eleitor, Francisco duas vezes e ele votou duas vezes sim. O caso foi todo registrado em ata. Nesse momento a mesária foi afastada e o Ministério Público de posse da ata no final do dia quando receber vai fazer as devidas apurações. Nós temos 6,5 milhões de eleitores, mais de 80 mil mesários. Foi um erro humano e o caso será apurado pelo Ministério Público que é o órgão competente para apreciar o caso que a juíza ao chegar lá já identificou com os próprios eleitores e que não houve prejuízo para nenhum dos eleitores “, disse. Orson Lemos.

Orson lemos explicou que no momento da confusão, a fila era pequena na seção 062, mas ao lado a 063 era muito grande. Ele ainda disse que o Francisco que não votou, não poderá votar.

“A fila era pequena, mas a sessão ao lado a 063 teve uma fila maior o que era um local amplo, não são salas separadas. Então a fila da 63 ao lado estava muito grande e estavam se confundindo um pouco com a da 062 a situação era essa… A pessoa não pode votar, pois já tinha sido ingressado na urna na votação. Então a pessoa não pode votar e nem se habilita para um terceiro ou quarto. No caso está tudo registrado na ata, ele não apresentou nenhuma reclamação. Estamos somente aguardando e ata estará na sessão”, explicou.

Votos homônimos
De acordo com Orson Lemos, o número de votos homônimos continua em nove. Quatro casos foram pela manhã foram identificados e feita a troca dos comprovantes.  Os demais casos não foram identificados.

Entenda
Um eleitor votou duas vezes no  Colégio Santa Maria, bairro de Boa Viagem,  Zona Sul do Recife .  Identificado como Francisco , o senhor de mais de 80 anos  votou e quando estava saindo da cabine, a mesária liberou a votação para outro o outro eleitor,  pois que queria adiantar o voto devido a fila, então ela liberou antes mesmo que o senhor saísse da cabine de votação. O eleitor achou que o voto não tinha sido computado e votou novamente. O outro Francisco que estava na fila não conseguiu votar.

O engenheiro Francisco Pinheiro Dominice, 66 anos, foi o eleitor lesado. De acordo com um dos mesários do prédio, o caso foi registrado no livro de ocorrências e uma uma juíza eleitoral foi ao local para apurar o ocorrido, mas se recusou a falar com os jornalistas.

Outro caso foi envolvendo dois eleitores com o nome de Rafael.  Um deles acabou tendo o  comprovante trocado pelo mesário e só percebeu ao chegar em casa. Prontamente ele voltou para a zona eleitoral e  ao chegar lá,  o outro Rafael estava no  local.  Os dois conseguiram trocar os comprovantes.

Mesária é detida por forjar fraude de urna em Petrolina

Resultado de imagem para urna eletronica

Uma mesária foi detida na tarde deste domingo (28) em Petrolina por forjar a fraude de uma urna. De acordo com Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, (TRE-PE), Daniele Barbosa era a presidente de uma seção do colégio eleitoral onde aconteceu.

Tudo aconteceu após um eleitor, que não teve o nome divulgado, colar na urna eletrônica o número de um candidato, inutilizando o equipamento. Daniele fez os procedimentos para substituir a urna, mas, antes disso, tirou uma foto da urna (o que é proibido) e publicou nas redes sociais dizendo que a urna tinha sido fraudada, o que não aconteceu.

Daniele foi levada para a Delegacia da cidade, onde foi lavrado contra ela um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Ela vai responder por crime de incitação à fraude.

Ao todo, 104 prisões aconteceram no país durante o segundo turno, sete delas em Pernambuco, por diversos tipos de crimes.

TRE-PE divulga nota de esclarecimento sobre notificação entregue ao bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife

Imagem relacionadaDepois de notificar bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio da Silva, por orientar os fiéis a não votar em branco, nulo e em candidato que incite a violência, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) emitiu, na manhã deste sábado (27), uma nota de esclarecimento em nome do desembargador Luiz Carlos Figueirêdo.

Em doze cláusulas, a nota afirma que "os juízes da propaganda eleitoral atuaram dentro dos limites da lei, com objetivo de garantir uma campanha eleitoral justa e equilibrada, apenas notificando uma denúncia recebida, sem emissão de qualquer juízo de valor". O desembargador diz ainda que o mandado de notificação deixa claro que não houve algum beneficiado e pede que, para o futuro, o religioso se abstenha de fazer propaganda eleitoral em benefício de quaisquer candidatos, em templos religiosos.

Luiz Carlos Figueirêdo afirma ainda que o mandado de notificação é baseado na denúncia de eleitor e o notificado pode apresentar seus argumentos sem nenhum obstáculo legal. A nota diz que denúncias caluniosas ou interpretações confusas podem chegar à Justiça Eleitoral e que isso também será apurado. Se a prática irregular for reconhecida pela Justiça Eleitoral, a pena varia de R$ 2 mil a R$ 8 mil.

Entenda o caso
O pardal de denúncias do TRE-PE recebeu no último dia 23, um vídeo, onde o arcebispo aparece na igreja em um sermão falando aos fiéis. Nas imagens, o religioso aparece no final da homilia discursando aos fiéis e orientando a seguirem a mensagem do evangelho no tocante a direitos humanos e à democracia. O que foi visto pelo fiel que o denunciou como uma indução ao voto no candidato do PT, Fernando Haddad.

Segundo a assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Olinda e Recife, em hora alguma o religioso citou nome do candidato petista. A Arquidiocese disse ainda que o bispo-auxiliar está tranquilo e trabalhou normalmente nesta sexta-feira (26).

De acordo com o assessor chefe da corregedoria do TRE-PE, Orson Lemos, propaganda política em templos religiosos é vedada, por meio da Lei 9.504/97 e pela resolução 23.551 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "O bispo auxiliar foi apenas notificado. Isso não gera abertura de um processo. É uma notificação para que ele se abstenha de fazer propaganda eleitoral, como manda a legislação", ressaltou.

Confira a nota de esclarecimento do TRE-PE na íntegra:

1 – Os juízes da propaganda eleitoral atuaram dentro dos limites da lei, com objetivo de garantir uma campanha eleitoral justa e equilibrada, apenas notificando uma denúncia recebida, sem emissão de qualquer juízo de valor;

2 – O mandado de notificação determina que o bispo deve se abster de “fazer propaganda eleitoral em benefício de quaisquer candidatos, em templos religiosos, em face de proibição legal.” Como se vê, nem diz que aconteceu o fato nem diz se houve algum beneficiado. Diz apenas que, para o futuro, se abstenha de fazer;

3 – A proibição legal, que supostamente teria sido malferida, conforme denúncia registrada no aplicativo Pardal, a que se refere os juízes consta na Lei 9.504/97 e na Resolução 23.551, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

4 – A denúncia de que o bispo utilizou "certo momento da missa para fazer apologia a certa candidatura e dizendo para não votar na outra, induzindo o voto dos fiéis" chegou à Justiça Eleitoral através do aplicativo Pardal, ferramenta que existe exatamente para coibir práticas irregulares. Na denúncia através do Pardal consta expressamente que o fato aconteceu durante a homilia do bispo na Igreja de São José dos Manguinhos, no bairro das Graças.

5 – Em nota oficial datada de 26/10, a Arquidiocese de Olinda e Recife defende a liberdade de expressão e a coerência do discurso do bispo com os temas defendidos por aquela Instituição. A nota afirma também que a homilia em questão teria acontecido na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, no bairro de Salgadinho, em Olinda.

6 – Quanto ao primeiro argumento apresentado na nota da Arquidiocese, trata-se de evidente matéria de defesa, o que só poderá ser apreciado caso haja medida formal intentada pelo Ministério Público Eleitoral. Quanto ao local onde tal homilia teria acontido de fato, também é matéria de defesa, posto que o conflito entre as duas informações é evidente, carecendo, assim, de apuração na hipótese de vir a acontecer medida judicial.

7 – É sempre importante destacar que, eventualmente, podem chegar à Justiça Eleitoral denúncias exacerbadas e interpretações que não condizem com o conteúdo da fala de quem quer que seja. Poderá também, por exemplo, haver denunciação caluniosa. E isso também será apurado;

8 – O mesmo Juízo da Propaganda Eleitoral do Recife, durante a campanha eleitoral do Primeiro Turno, já atuou de forma semelhante, notificando representante da Igreja Episcopal Carismática do Brasil. Antes, na fase chamada de pré-campanha, pastores de três Igrejas Evangélicas também foram advertidos.

9 – Em todas as ocasiões, denúncias dão conta que pastores e padres defendiam em seus sermões e homilias candidatos de coligações e partidos antagônicos, o que demonstra a igualdade de tratamento por parte da Justiça Eleitoral no que se refere ao cumprimento das regras da propaganda.

10 – Como o nome do instrumento legal objeto da iniciativa dos juízes já diz, trata-se apenas de um mandado de notificação com base em denúncia de eleitor. Uma prevenção. Quem quer que seja notificado pode apresentar seus argumentos sem nenhum obstáculo legal, inclusive, se achar que foi ofendido em direito líquido e certo, poderá utilizar-se da via mandamental;

11 – Por outro lado, se o Ministério Público Eleitoral, com base na mesma denúncia, decidir representar contra alguma das autoridades religiosas, elas terão o mais amplo direito de defesa. Se porventura a prática irregular for reconhecida pela Justiça Eleitoral, a pena varia de R$ 2 mil a R$ 8 mil.

12 – Em agosto passado, o TRE reuniu em sua sede líderes religiosos das mais variadas matrizes e orientações. O propósito do encontro foi exatamente o de alertar aos participantes dos limites legais que regem a propaganda eleitoral. Na ocasião, a Igreja Católica foi representada pelo mesmo dom Limacedo Antônio da Silva.
 
Confira a nota de apoio e solidariedade a dom Limacêdo:

“Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que nãoseca” (Am, 5,24)”.Nós, da Articulação de Leigos e Leigas de Olinda e Recife e a ABJD –Associação Brasileira de Juristas pela Democracia, manifestamos nossa solidariedade  a  Dom  Limacedo,  Bispo  auxiliar  de  Olinda  e Recife,  que recebeu, no  dia  25  de  outubro, uma  notificação  do  TRE (Tribunal  Regional  Eleitoral),  em  consequência  de  uma  denúncia  de que  ele  estaria  fazendo  campanha  para  um  candidato  específico. OsJuízes  da  Propaganda  Eleitoraldo  Recife  notificaram o bispo auxiliar para que ele se abstivesse de fazer propaganda eleitoral de qualquer naturezadentro dos templos religiosos. Diante da  denúncia e  da  notificação  acima  referida, a  Articulação  de Leigos  e  Leigas  de  Olinda e  Recifee  a  ABJD,considerando a imensurável  importância  da  Comissão  de  Juízes  da  Propaganda Eleitoral  do  Recife,  entende  que,na  homilia  de  Dom  Limacedo  não ficou evidente um pedido de voto, mas sim uma orientação, baseada em  valores  pregados  por  Jesus  de  Nazaré,  que  defende  a  vida  em abundância.Registramos aqui a nossa profunda consideração a Dom Limacedo e a  nossa   disposição   em   continuar   contribuindo   para   que a Arquidiocese de Olinda e Recifecontinue a trilhar seus caminhos em direção àmanutenção da   vida,  em todas as suas formas, respondendo  ao  chamado à  resistência  evangélica,  à  profecia  que denuncia  na  busca  da  Boa  Nova,  não  baixando,  jamais,  a  cabeça diante de todas as formas de opressão.“Seelesse calarem, as próprias pedras falarão” (Lucas, 19,40)
 
Assinam as seguintes entidades / grupos:

1. CEB´s
2. CEBI – Centro de Estudos Bíblicos
3. Centro Educacional Profissionalizante do Flau – Turma do Flau
4. Comissão de Justiça e Paz
5. Comissão Pastoral da Terra
6. Grito dos Excluídos
7. Grupo de Leigos Católicos Igreja Nova
8. Grupo Encontro da Partilha
9. Grupo Fé e Política Dom Helder Câmara
10. Grupo Mulher Maravilha
11. IDheC – Instituto Dom Helder Camara
12. Instituto Humanitas
13. Mística e Revolução – MIRE
14. Movimento de Cursilhos de Cristandade da Arquidiocese de Olinda e Recife
15. Movimento de Mulheres Contra o Desemprego
16. MPC – Movimento de Profissionais Cristãos
17. MTC/NE II – Movimento de Trabalhadores Cristãos
18. Pastoral das pessoas em situação de rua
19. RCB – Renovação Cristã do Brasil
20. Tenda da Fé
21. Trapeiros de Emaús

Em 19 municípios, eleitores vão eleger prefeitos neste segundo turno

Resultado de imagem para urna eletrônica 2018

Além de votar para presidente da República, os eleitores de 19 cidades irão às urnas, neste domingo (28), para escolher novos prefeitos devido ao afastamento dos vencedores em 2016. As eleições suplementares vão mobilizar o eleitorado de cinco municípios de Goiás, quatro de São Paulo, três do Rio de Janeiro, dois do Amazonas, um do Rio Grande do Sul, um de Santa Catarina, um do Mato Grosso, um do Ceará e um do Maranhão.

Ordem de votação

No estado do Rio de Janeiro, além de Mangaratiba, os eleitores vão escolher também os prefeitos de Aperibé e Laje do Muriaé. É distinta a situação dos eleitores das três cidades do Rio de Janeiro e das cinco de Goiás. No Rio, há segundo turno para governador, mas em Goiás – e também no Ceará e Maranhão – a disputa para o governo do estado foi resolvida no primeiro turno. Já em mais oito cidades onde haverá eleição municipal suplementar, localizadas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Amazonas, haverá segundo turno para governadores.

Portanto, em Mangaratiba (RJ), Aperibé (RJ) e Laje do Muriaé (RJ),  Alpestre (RS), Vidal Ramos (SC), Araras (SP), Rincão (SP), Monte Azul Paulista (SP), Mongaguá (SP), Anamã (AM) e Novo Airão (AM), os eleitores vão seguir a seguinte ordem de votação: governador, presidente e prefeito. Para cada cargo, deverão digitar dois números.

Em Planalto da Serra (MT), Croatá (CE), Turvelândia (GO), Planaltina (GO), Davinópolis (GO), Divinópolis (GO), Serranópolis (GO) e Bacabal (MA), os eleitores vão escolher o presidente e o prefeito. Nesses estados, os governadores foram eleitos no primeiro turno.

Deputado Tadeu Alencar: ‘O PSB não tem compromisso com os erros do PT’

Resultado de imagem para tadeu alencar pe

Às vésperas do 2º turno da corrida presidencial, o deputado Tadeu Alencar, líder do PSB na Câmara Federal, ouvido pela coluna digital "No Cafezinho", lembrou que o PSB, a despeito do apoio ao presidenciável petista, Fernando Haddad, "não tem compromisso com os erros do PT".

E, entre críticas ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), Tadeu disse esperar que o candidato do PSL "tire o coturno", caso seja eleito neste domingo (28), antes de assumir o comando do Palácio do Planalto.

Citou ainda o crescimento da bancada socialista, que elegeu 32 deputados, ficando maior do que legendas como o DEM, que cresceram antes do processo eleitoral, mediante desidratação do PSB. Na análise de Tadeu, após o pleito, o Congresso deve priorizar a pauta econômica, citando a Reforma Tributária como exemplo.

Joaquim Barbosa declara voto em Haddad

Resultado de imagem para joaquim barbosa

"Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad". Foram com essas palavras que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, declarou seu voto no candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT), por meio de publicação em seu perfil no Twitter neste sábado (27), véspera da votação no segundo turno.

Há algumas semanas, Barbosa foi visitado por Haddad em busca de apoio para a formação de frente democrática que se contraponha a Jair Bolsonaro (PSL). O ministro aposentado foi relator do mensalão, que condenou e prendeu petistas históricos, como José Dirceu, José Genoino e João Paulo Cunha.

Ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, declara voto em Haddad

Garanhuns: Surto de doenças leva MPPE a recomendar investigação do abastecimento de água no município

A existência de surto de doenças transmitidas pela água que acometeu o município de Garanhuns levou o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a expedir recomendações à Prefeitura, à Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), à V Gerência Regional de Saúde (Geres) e à Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) para que tomem providências visando investigar e sanar o problema de saúde gerado pelo abastecimento de água.

Até agora são 71 pessoas doentes no município, de acordo com o Informe Epidemiológico de Surtos de Doenças Transmitidas por Água/Alimentos. A investigação laboratorial na água para consumo humano acusou a presença de Escherichia coli, grupo de bactérias que pode causar infecção intestinal, o que implica na ausência de potabilidade da água.

Assim, se faz necessário realizar investigação de campo, identificando a magnitude do surto, as formas de abastecimento da água, existência ou não de tratamento, tipos e condições de higiene no armazenamento da água ou dos reservatórios.

Assim, cabe à Secretaria Municipal de Saúde adotar imediatamente medidas cautelares, tal como interdição do sistema de abastecimento do qual proveniente o surto, a fim de afastar o risco de contaminação da água e a ocorrência de novos casos de doenças de veiculação hídrica.

“É preciso ainda coletar novas amostras, nos locais onde ocorreram o surto, para identificar a origem e responsabilidade pela contaminação. Hospitais, escolas, creches, postos de saúde, Unidades de Saúde da Família devem ser orientados a realizar uma imediata limpeza e desinfecção dos reservatórios, cisternas e caixas d'água, após as novas coletas”, advertiu o promotor de Justiça Domingos Sávio Agra.

A Compesa deve informar os responsáveis por poços, chafarizes e carros-pipa sobre o surto, bem como, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, realizar a análise microbiológica completa para identificar os micro-organismos responsáveis pelo surto.

A Geres precisa encaminhar aos responsáveis pelo abastecimento de água quaisquer informações referentes à investigação do surto relacionado à qualidade da água, além de executar ações de vigilância da qualidade da água para consumo humano.

A Apevisa terá que fazer um monitoramento sistemático da qualidade da água em escolas, hospitais, creches, asilos, encaminhando ao MPPE um relatório mensal.

Projeto que cria delegacias de repressão ao crime organizado tem votação adiada na Assembleia

Reunião PlenáriaA proposta de criação, na Polícia Civil, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado teve a votação adiada para o próximo dia 30. O Projeto de Lei Ordinária nº 2066/2018 estava incluído na Ordem do Dia desta terça (23), mas foi retirado porque o prazo para a apresentação de emendas ao texto ainda estava aberto. A mudança aconteceu a pedido da deputada Priscila Krause (DEM), que formulou Questão de Ordem à Mesa Diretora.

De autoria do Poder Executivo, o texto prevê a abertura de duas delegacias especializadas no enfrentamento a organizações criminosas. Além disso, passarão a integrar o novo departamento as unidades já existentes voltadas à investigação de ilícitos cibernéticos e contra a ordem tributária. Segundo a justificativa, a medida reproduz modelos de polícias de outros Estados, o que deve facilitar a integração entre os órgãos de segurança e “reforçar a capacidade institucional de repressão qualificada ao crime”.

Durante a apreciação da Ordem do Dia no Plenário, Priscila Krause alertou que o trâmite da proposição não estava obedecendo aos prazos do Regimento Interno e requereu o adiamento da votação. “A publicação do projeto (no Diário Oficial do Poder Legislativo) aconteceu no sábado (20), ele foi distribuído hoje, na Comissão de Justiça, e já veio à votação. Acontece que o prazo para emendas somente se encerra no dia 29”, questionou, sendo atendida pelo presidente da reunião, o deputado Romário Dias (PSD): “A argumentação da deputada observa rigorosamente aquilo que diz o nosso Regimento”.

Líder da Oposição, Sílvio Costa Filho (PRB) elogiou a Mesa Diretora por respeitar o rito previsto para a apreciação da matéria e adiantou que sua bancada deverá apoiar a proposta. “É uma medida importante para Pernambuco, para o combate à corrupção e para ampliar o trabalho de inteligência das polícias”, observou. O líder do Governo, deputado Isaltino Nascimento (PSB), manifestou-se no mesmo sentido.

Encontro de frevo será realizado em Serra Talhada

Resultado de imagem para frevo

A cidade de Serra Talhada irá receber entre os dias 5 e 6 de novembro o Encontro do Comitê Gestor de Salvaguarda do Frevo realizado pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Cultura com apoio da Fundarpe.

O encontro será no CEU das Artes, na Caxixola, das 9h às 17h, e tem como objetivo promover o intercâmbio entre representantes de Frevo da Região Metropolitana do Recife juntamente com o interior do Estado, além de discutir as propostas para o frevo no âmbito regional.

Entre as atividades que serão realizadas estão apresentações, oficinas de dança, confecção de adereços, oficinas de música e formulação de propostas. O encontro é gratuito.

Confira a programação:
5 de novembro

9h – 12h:

Apresentação da Política de Patrimônio Imaterial do IPHAN;
Apresentação da Política de Patrimônio Imaterial do Estado de Pernambuco – Fundarpe;
Apresentação do Comitê Gestor de Salvaguarda do Frevo – CGSF;
Apresentação do Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio;
Espaço para dúvidas e debates.
12h – 14h: Intervalo

14h – 17h:

Discussão sobre proposta de salvaguarda para o Frevo de Pernambuco;
Apresentação pública das propostas.

6 de novembro

Oficinas de Música (Sede da Filarmônica Vilabelense):

Nilsinho Amarante (Trombone)
Érico Veríssimo (Trompete)
Roberto Silveira (Sax alto)
Édson Rodrigues (Sax)
Oficina de Danças (Museu do Cangaço):

Wilson Aguiar de Souza (Frevo).
Oficina de Confecção de Adereços (na Escola de Artes):

Mauricéa Santiago (Bloco Utopia e Paixão).

Polícia Federal autua quatro pessoas com R$ 1,9 mil em notas falsas no Agreste pernambucano

Imagem: Divulgação/PF

A Polícia Federal em Pernambuco autuou em flagrante quatro pessoas suspeitas de cicularem com notas de real falsificada. Dois homens e duas mulheres foram pegos, após pagarem artesanato com uma nota de R$ 100 falsa. O grupo foi abordado por policiais militares e civis numa blitz da Operação Malhas da Lei, que acontecia no município de Limoeiro, no Agreste. No banco traseiro do carro que eles estavam, os policiais encontraram R$ 1, 8 mil em notas com o mesmo número de série. Outros R$ 100 falsificados, já havia sido repassado pelo grupo em uma lojinha de artesanato na cidade.  

Adriana Rufino da Silva, 37, Poliana Oliveira de Arruda, 21, José da Silva Barbosa, 25, e David da Silva Barbosa, 18, foram detidos e trazidos para a sede da Polícia Federal, no Recife. Eles estavam no veículo Palio, de placas KIN 6412, quando ocorreu a prisão. Os quatro foram autuados pelo crime contido no artigo 289, parágrafo 1º do Código Penal, que corresponde a adquirir, repassar ou guardar moeda falsa. Caso sejam condenados, poderão pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de pagemtno de multa.

Em seus interrogatórios, os presos disseram que saíram do Recife com destino à cidade de João Alfredo, no Agreste, para fazer uma visita a parentes e pararam em Limoeiro, ficando numa pousada para depois seguirem viagem. Foi quando um dos ocupantes parou numa loja de artesanato para adquirir duas bonecas. Disseram também que o dinheiro falso seria fruto de uma venda de uma moto na qual haviam recebido parte do dinheiro em notas falsas, porém ao consultar a placa da moto, os policiais verificaram que se tratava de um veículo Palio. O Palio que os suspeitos se encontravam era emprestado de um amigo para que a viagem fosse realizada.

Federação consegue datas extras e regulamento do Pernambucano não deve ser alterado

Resultado de imagem para evandro carvalho fpf

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, conseguiu nesta quinta-feira junto ao departamento técnico da CBF, as duas datas extras necessárias para a realização do Campeonato Pernambucano dentro da fórmula aprovada pela maioria dos clubes no conselho arbitral realizado no último dia 17.

Assim, o Estadual deve manter o regulamento utilizado neste ano, com oito das dez equipes se classificando para as quartas de final, disputada em jogo único. A semifinal também será realizada em jogo único, enquanto a decisão será em partidas de ida e volta. Os dois times que não se classificarem na primeira fase serão rebaixados à Série A2.

Segundo Evandro, os dias extras necessários para a realização do Campeonato Pernambucano de 2019 sairão de datas reservadas para a Copa do Brasil, Copa Libertadores e Sul-Americana. Ainda de acordo com o presidente da FPF, na próxima semana, os clubes deverão voltar a se reunir para assinarem o regulamento do Estadual.

"Conseguimos depois de muito esforço as 13 datas necessárias. Seremos, ao lado da Bahia, a única federação onde o estadual terá 13 datas", explicou Evandro.

O dirigente afirmou ainda que terá os fins de semana disponíveis para a realização dos clássicos. Vale ressaltar que paralelamente ao Pernambucano, Náutico e Santa Cruz (além do Salgueiro) também estarão disputando a Copa do Nordeste. Vale lembrar que este ano, apenas um dos quatro clássicos do Pernambucano foi realizado em um fim de semana (no caso, Santa Cruz 0 a 0 Náutico, disputado em um sábado).

Deputado Edilson Silva pede mais transparência na investigação do Caso Beatriz

A Polícia Civil deveria dar mais transparência às investigações do assassinato da menina Beatriz. A cobrança foi feita na Reunião Plenária desta quinta (25) pelo deputado Edilson Silva (PSOL). Segundo o parlamentar, os advogados da família não estão tendo acesso a nenhuma informação relativa ao inquérito da Polícia Civil sobre o crime. Beatriz Angélica da Mota, 7 anos, foi morta no dia 10 de dezembro de 2015, durante a festa de formatura de um tradicional colégio particular de Petrolina (Sertão do São Francisco).

“Eu recebi um pedido da mãe da vítima, Lucinha Mota, para que a Polícia Civil aja com mais transparência no inquérito policial. A falta de acesso da família às investigações é, legalmente, uma situação irregular, segundo advogados que consultei”, afirmou o deputado. “Um grande sigilo para um caso como esse é absurdo e uma crueldade enorme. Beatriz não para de morrer para a família dela”, considerou Silva.

O parlamentar relembrou que o caso já foi tema de uma reunião da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia. “Acredito que a Alepe ainda pode contribuir com esse episódio, até porque, na próxima legislatura (2019-2022), teremos a delegada Gleide Ângelo, que já esteve à frente das investigações, como deputada desta Casa”, registrou Edilson Silva.

Custódia: Ex-prefeito Luiz Carlos é multado em mais de R$ 68 mil pelo TCE

Imagem relacionada

Como o blog noticiou anteriormente, na última terça (23), a Segunda Câmara do TCE julgou irregular a Gestão Fiscal de 2014 do ex-prefeito de Custódia, Luiz Carlos Galdêncio.

Trata-se de Processo de Relatório de Gestão Fiscal da Prefeitura Municipal de Custódia, relativo à análise dos 1º, 2º e 3º quadrimestres do exercício financeiro de 2014. Considerando que o Poder Executivo do Município em ultrapassou o limite de despesas com pessoal no 1º quadrimestre de 2013, apresentando descontrole nos gastos, durante todos os períodos subsequentes, até o 3º quadrimestre de 2014, quando chegou-se ao elevado percentual de 77,07%, a presente auditoria indicou que tal situação evidenciaria a ausência de medidas suficientes para o saneamento completo dos excessos identificados.

A Segunda Câmara, à unanimidade, seguiu o voto do relator, Conselheiro João Campos e aplicou multa ao ex-prefeito, Luiz Carlos Gaudêncio de Queiroz, no valor de R$ 68.400,00 (sessenta e oito mil e quatrocentos reais).

Polêmica na extinção de delegacias para criação de departamento

Resultado de imagem para delegado joselito amaral

Projeto de lei que prevê a extinção das Delegacias Especializadas de Combate à Pirataria e a de Combate aos Crimes contra a Administração Pública (Decasp), para criação de um Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) está causando polêmica no meio policial. Encaminhado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na semana passada, o PLO nº 2066/2018 foi classificado como um “retrocesso” pela Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco (Adeppe).

Em nota encaminhada à imprensa, a entidade diz que a extinção de delegacias “é uma medida extremamente danosa ao combate à corrupção em Pernambuco”, uma vez que elas “vêm se destacando nos últimos anos com operações de grande vulto, tais como Ratatouille, Ghost e, mais recentemente, Castelo de Farinha, que evitaram desvios de milhões de reais do erário” – essas últimas investigaram fraudes em licitações para fornecimento de merenda escolar, no Grande Recife, inclusive em governos do PSB. Por isso, nos bastidores especula-se que a medida afastaria a delegada à frente das operações, Patrícia Domingos.

Reforço

O chefe da Polícia Civil, Joselito do Amaral, explica que o projeto criando o Draco prevê duas delegacias (uma para capital e Grande Recife e outra para o interior) que absorverão as atribuições das duas unidades extintas e ampliarão suas competências, ajustando-se à Lei Federal nº 12.850, de 2013. “Elas não só vão apurar e repelir crimes contra a corrupção, mas também outras infrações contra a administração pública, como o peculato. Vão atuar em qualquer crime de organização criminosa”, afirma.

O delegado salienta que também não haverá redução de pessoal ou estrutural, mas reforço. “As equipes das duas delegacias extintas vão atuar nas unidades criadas. E posteriormente vamos criar mais seis delegacias de combate à corrupção, ligadas ao Draco, sendo duas na Zona da Mata, duas no Agreste e duas no Sertão, mas para isso precisaremos chamar e capacitar outros policiais aprovados no último concurso”. Ele afirma que Patrícia Domingos “tem relevantes serviços prestados” e retaliações são “mera especulação”, pois a escolha dos titulares será apenas por “critério técnico”.

Idosa atacada por carneiro em Orobó morre no Hospital da Restauração

Rita Minervina Gomes deu entrada no Hospital da Restauração após ser atacada por um carneiro

Uma agricultora de 81 anos morreu no Hospital da Restauração, no Recife, 11 dias após ser internada em estado grave. Rita Minervina Gomes foi atacada por um carneiro de sua criação enquanto colocava os animais para pastar. A idosa teve traumatismo cranioencefálico e chegou a ser entubada.

o caso

Uma idosa de 81 anos foi atacada por um carneiro enquanto levava os animais para o pasto na zona rural do município Orobó, no Agreste de Pernambuco. Rita Minervina Gomes deu entrada no Hospital da Restauração, na área central do Recife, desta segunda-feira (8). O estado de saúde da vítima é grave e ela respira com a ajuda de aparelhos.

Segundo os vizinhos que testemunharam o ocorrido, a idosa foi atacada com várias cabeçadas pelo carneiro. Dona Rita foi socorrida por moradores ao hospital da cidade e devido à gravidade dos ferimentos foi transferida para o HR, como conta Josefa Maciel, amiga da vítima. Ainda segundo dona Josefa, a idosa sempre cuida bem dos animais. "Nunca vi os carneiros agressivos com ela. São bem cuidados", contou.