Caixa e BB cortam 21,2 mil empregados em dois anos e cresce número de reclamações de clientes

Resultado de imagem para banco do brasil e caixa

Bancos públicos diminuíram a folha de pagamento em 21,2 mil empregados nos últimos dois anos. O corte faz parte do esforço do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal em reduzir custos e tornar a estrutura mais parecida com a dos bancos privados. A saída dos empregados deve gerar economia de pelo menos R$ 2,5 bilhões por ano aos dois bancos. Enquanto BB e Caixa se esforçam em reduzir o pessoal, a qualidade do serviço parece ter piorado e cresceram as reclamações relativas aos serviços das duas instituições no Banco Central.

Após operar com mais de 114 mil empregados no início da década, o BB, que já foi símbolo de emprego estável, começou a agir para reduzir o quadro de funcionários. Ações como o incentivo à aposentadoria e mudança na estrutura de atendimento resultaram na saída de mais de 16 mil pessoas, sendo quase 12 mil apenas nos últimos dois anos, quando o quadro diminuiu em 10,9%. Na Caixa, um plano de demissão voluntária resultou na saída de 9,2 mil pessoas, queda de 9,7%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *