Após se declarar contra Bolsonaro, Marília Mendonça é ameaçada e apaga vídeo

Foto:  Luis Nova/Esp CB/DA Press

Depois de aderir à campanha #EleNão, contra as propostas de governo do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), a cantora sertaneja Marília Mendonça deletou o vídeo onde rechaçava qualquer possibilidade de votar no deputado federal. Segundo a artista, ela apagou a postagem após ser alvo de ameaças feitas por bolsonaristas. As ofensas, diz a jovem, foram direcionadas à mãe e ao irmão dela.

Diversos artistas entraram na onda do #EleNão, hashtag utilizada por milhares de pessoas que se negam a votar no candidato carioca, polêmico por usar discursos considerados machistas, racistas e homofóbicos. Em sua conta no Instagram, Marília fez um desabafo, com uma foto onde aparece com a família. "Deixo aqui, o meu pedido de desculpas à todas as mulheres que acreditei estar defendendo naquele momento. Deixo aqui o meu pedido de desculpas à todos os homens, por em um instante de loucura acreditar que uma opinião não feriria já vocês", escreveu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *