Justiça decide manter inserções de Armando com críticas a segurança no governo de Paulo Câmara

A justiça eleitoral negou neste sábado (14) o pedido da Frente Popular de Pernambuco para que sejam retiradas inserções na programação de rádio e TV da Coligação Pernambuco Vai Mudar que fazem críticas a situação da segurança do Estado na gestão do governador Paulo Câmara (PSB).

Segundo decisão da desembargadora Karina Albuquerque, as inserções não configuram propaganda eleitoral irregular. “Analisando o conteúdo da inserção ora questionada, numa análise preliminar, observo que na inserção combatida, o candidato ao governo, Armando Monteiro, faz uma crítica à administração do candidato Paulo Câmara como Governador do Estado, no tocante à segurança. Não vislumbro propaganda política ofensiva, que macule a reputação e credibilidade do representante perante o eleitorado, tão pouco uma inverdade revestida de injúria, calúnia e difamação”, diz trecho da decisão.

O coordenador jurídico da campanha de Armando Monteiro (PTB), o advogado Walber Agra, comemorou a decisão. “As pernambucanas e os pernambucanos têm o direito de debater segurança pública. Em 2014 Paulo Câmara prometeu inúmeras medidas e avanços e o que vimos foi uma disparada de todos os indicadores ao longo da gestão”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *