Prefeito Adelmo Moura disse estar tranquilo sobre a operação deflagrada pela Polícia Federal

Resultado de imagem para adelmo moura itapetim

O prefeito de Itapetim, Adelmo Moura (PSB), falou na manhã desta terça (16) na Rádio Pajeú sobre a “Operação Couraça” deflagrada pela Polícia Federal no final da semana passada onde esteve realizando busca e apreensões nos municípios de Brejinho, Itapetim e São José do Egito.

A operação foi realizada depois de uma denúncia de um vereador que afirmou que escolas construídas foram de péssima qualidade e com valores exorbitantes e que o atual prefeito de Itapetim seria um dos proprietários da empresa responsável pela construção dessas escolas citadas na denúncia.

Adelmo confirmou que a PF esteve em sua residência, mas que não encontrou dinheiro e nem nada de que o comprometesse. “A Polícia Federal esteve na minha casa e não encontrou dinheiro e nem outras coisas. As obras (escolas) estão ai, servindo a população e são de boa qualidade, não existe obra de péssima qualidade”, disse Adelmo.

O prefeito confirmou que foi pedida a condução coercitiva e pedido de prisão por parte da PF, mas que foi negado pela Justiça. Adelmo disse que respondeu a todas as perguntas feitas pela delegada da PF.

Quanto à questão dos valores da construção de uma escola citado na denúncia, Adelmo negou que tenha chegado a R$ 40 milhões, e sim, R$ 7 milhões, e disse estar tranquilo em se tratando da operação realizada pela PF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *