Monthly Archives: maio 2017

Segunda Câmara do TCE anula julgamento de denúncia realizada por ex-vereador de Itapetim contra Arquimedes Machado

Resultado de imagem para decisões da camara do tce pe

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) esteve reunida nesta terça (30) e julgou uma denúncia formulada por Mário José Soares Costa Cavalcanti, ex-vereador da Câmara Municipal de Itapetim, contra Arquimedes Magno Machado Nunes Cavalcante, ex-prefeito do referido município, e as empresas Cayo Jefferson Heli Cavalcanti Piancó-ME, Freitas & Marques Consultoria e Construções Ltda-ME, Itapajeú – Construções e Projetos Ltda., Paulo Raimundo Marques Nunes Neto-ME., acerca de fraude em licitações para execução de obras, fornecimento de combustíveis e gêneros alimentícios, no Município nos exercícios de 2013 e 2014.

À unanimidade, a Segunda Câmara da Corte de Contas, invocou o poder de autotutela, para anular o julgamento proferido pela Primeira Câmara na sessão do dia 25/05/2017, reabrindo a instrução para notificação do Advogado.

Relator: CONSELHEIRO DIRCEU RODOLFO Processo: 15048147

Bruno, da dupla com Marrone, pede desculpa por fazer show embriagado em MG

Resultado de imagem para bruno da dupla bruno e marrone

Bruno, dupla de Marrone, se apresentou em Patos de Minas, Minas Gerais, no último sábado (27) e, visivelmente alterado e "animado", o cantor pede uma bebida a um dos técnicos de palco e depois a oferece a Marrone. Chateado com a atitude do parceiro, o músico recusa e segue se apresentando. Bruno insiste, passa a mão na calça de dele e o abraça por trás, fazendo com que ele se solte rápido. E, de modo contrário a Jorge, que passou por um episódio semelhante recente e esclareceu não ter bebido, Bruno assumiu seu erro em vídeo postado nesta terça-feira (30) no Instagram.

Na publicação, ele afirma ter o hábito de beber em shows, mas indica que um episódio como esse não aconteceu. "Estou aqui pra explicar o que aconteceu no show de Pato de Minas. Eu tenho 31 anos de dupla com o Marrone e nunca tinha acontecido isso comigo. Já bebi, já bebi no palco, já pus o pessoal pra beber comigo, e eu sou muito forte pra beber. Só que eu estou tomando um remédio… Na verdade, eu tomei dois remédios. Um na hora de dormir e outro depois do almoço. E o show foi mais cedo e não deu tempo de sair do meu organismo. Tomei uns uísques cowboy e depois do meio do show pra frente, não lembro de mais nada", contou o artista.

Bruno contou ainda que tem planos de voltar a cidade para um novo show. "Eu quero pedir desculpas, perdão. Eu prometo voltar em Pato de Minas e fazer um super show, como a gente sempre fez. Desculpem, me perdoem. As pessoas que me amam, eu tenho certeza que sim, vão me perdoar. Mas tem gente muito maldosa também. Quem me ama vai me perdoar", disse o músico, que coloca uma lista de bebidas como exigência para os camarins em seus show.

Pleno do TCE julga legais 229 contratações realizadas em 2014 pelo prefeito Luciano Duque, de Serra Talhada

Resultado de imagem para luciano duque serra talhada

O Pleno do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) julgou nesta quarta (31) Recurso Ordinário interposto por José Edmar Bezerra Júnior, Josenildo André Barboza, Luciano Duque de Godoy Sousa (prefeito de Serra Talhada), Luiz Aureliano de Carvalho Filho, Márcia Conrado de Lorena e Sá Araújo e Renato Godoy Inácio de Oliveira, gestores da Prefeitura Municipal de Serra Talhada, durante o exercício financeiro de 2014, insurgindo-se contra o Acórdão TC nº 0282/17, da Segunda Câmara do Tribunal de Contas que julgou ilegais 229 contratações temporárias sob a responsabilidade dos recorrentes.

Acolhendo os termos do voto do Relator, o Tribunal Pleno, à unanimidade, invocando os Princípios da Razoabilidade e da Proporcionalidade, conheceu o Recurso Ordinário e, no mérito, deu-lhe provimento, reformando o Acórdão TC nº 0282/17, prolatado pela Segunda Câmara do Tribunal em sede do Processo TC nº 1407606-8, Admissão de Pessoal, julgar legais as 229 contratações temporárias, realizadas entre julho e setembro do exercício de 2014, pela Prefeitura Municipal de Serra Talhada, concedendo-lhes, via de consequência, os respectivos registros. Ainda, afastar as multas que foram aplicadas naquela deliberação a Renato Godoy Inácio de Oliveira, Secretário de Administração, e à Sra. Márcia Conrado de Lorena e Sá Araújo, Secretária de Saúde.

CCJ do Senado aprova eleições diretas em caso de vacância da Presidência

Resultado de imagem para ccj do senado aprova diretas já

Nesta quarta-feira (31) a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou por unanimidade a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece eleições diretas se a Presidência da República ficar vaga nos três primeiros anos de mandato.

A Comissão é responsável por examinar se os projetos apresentados no Senado lesionam algum princípio da Constituição.

Com a aprovação da PEC pelos senadores do colegiado, o texto seguirá ao plenário do Senado. Caso os senadores aprovarem o texto em plenário, a PEC seguirá para a Câmara.

Atualmente, de acordo com a legislação, na hipótese do presidente e vice deixarem o comando do país nos últimos dois anos do mandato, deve ser realizada eleição indireta, em até 30 dias, pelo Congresso Nacional.

A PEC, apresentada pelo senador Reguffe no ano passado, altera o artigo que trata da vacância da Presidência. O texto aprovado nesta terça-feira (30) pela CCJ prevê que, na ausência definitiva do presidente e do vice, o Congresso elege indiretamente o chefe do Executivo Federal se a vacância ocorrer no último dos quatro anos de mandato.

Caso a PEC seja aprovada em 2017, uma eventual saída do presidente Michel Temer ainda em este ano levaria a uma eleição direta, já que o mandato de Temer expira em 31 de dezembro de 2018.

Titular da delegacia que investiga acidente de Teori é morto a tiros

Resultado de imagem para teori zavascki morto

Dois delegados federais foram mortos a tiros na madrugada desta quarta-feira (31), em Florianópolis (SC). As autoridades policiais ainda vão apurar as circunstâncias do crime, mas as informações preliminares são de que Adriano Antônio Soares, 47 anos, e Elias Escobar, 60 anos, foram baleados durante troca de tiros em uma casa noturna.

A Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) divulgou nota de pesar pelas mortes, manifestando as condolências aos parentes dos delegados.

Adriano Antônio Soares era titular da Delegacia da Polícia Federal em Angra dos Reis, à frente das investigações do acidente aéreo em que morreu o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, que era o relator da Operação Lava Jato na Corte. O acidente ocorreu em janeiro deste ano.

Deputado Danilo Cabral reapresenta proposta para que Cartão Reforma ajude vítimas das chuvas

Resultado de imagem para deputado danilo cabral

Após sugestão do governador Paulo Câmara (PSB), o deputado federal Danilo Cabral (PSB) reapresentou uma proposta para que o Cartão Reforma atenda emergencialmente a população vítima das enchentes que atingiram o Estado nos últimos dias. De autoria do parlamentar, o Projeto de Lei 7.744 acrescenta um dispositivo à Lei 13.439 para dar prioridade no atendimento para famílias vítimas de tragédias ou desastres naturais.

Na época do debate sobre a criação do Cartão Reforma, Danilo Cabral apresentou uma emenda para que o programa priorizasse o atendimento às pessoas vítimas de desastres naturais. Na época, a relatora, senadora Ana Amélia (PP-RS) rejeitou a proposta, justificando que a sistemática de destinação de recursos para a população atingida por catástrofes naturais já é prevista na Lei 12.340, de 2010.

O deputado ressalta que o Cartão Reforma já tem estabelecidos os critérios para o atendimento das pessoas. “O ministro Bruno Araújo (Cidades/PSDB) afirmou que, em Pernambuco, 70 mil pessoas seriam beneficiadas. O que colocamos é que o governo federal priorize as pessoas que foram atingidas pelas enchentes”, reforçou.

Antônio Campos notifica PSB e Paulo Câmara para não usar imagem de Arraes

Resultado de imagem para antonio campos olinda

O presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Miguel Arraes (IMA), Antônio Campos, publicou nota condenando o uso da imagem do ex-governador Miguel Arraes na propaganda partidária do PSB.

O dirigente do órgão notificou a direção estadual do PSB e o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, para cessar com a vinculação do líder socialista nos vídeos. Segundo o texto, a entidade possui a imagem e nome do ex-governador registrados no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), inclusive, como marca e possui a missão de "preservar a história" de Arraes.

Em uma disputa pública com seu antigo partido, o neto de Miguel Arraes quer vetar a vinculação da liderança do PSB ao projeto de reeleição de Paulo Câmara. Ainda segundo a nota, a propaganda não faz uma citação do ex-governador como homem público, mas em contexto de continuidade do atual governo. Segundo ele, não há legitimidade no uso sem prévia autorização do instituto.

"(Ele) é citado dentro de um contexto de continuidade política por Paulo Câmara e não uma citação como homem público, que pertence a todos os pernambucanos, pois não enxergamos legitimidade para tanto, nem houve prévia autorização para a utilização da imagem do ex-governador Miguel Arraes", detalha a nota.

Após a derrota na eleição para a Prefeitura de Olinda em 2016, Antônio Campos se afastou do PSB e começou a endurecer o discurso contra a sigla. O rompimento definitivo ocorreu no início do ano quando Campos deixou a legenda.

São João de Arcoverde terá mais acessibilidade e vai homenagear o Reisado das Caraíbas

Resultado de imagem para sao joao de arcoverde 2017

Os detalhes do São João de Arcoverde serão anunciados nesta quarta-feira, no Polo das Artes, na Praça Winston Siqueira, mas os participantes já podem ter em mente que a festa terá mais acessibilidade. A prefeita do município, Madalena Britto, vai falar da estrutura e das principais atrações da festa, além da articulação com os governos federal e estadual na mobilização de recursos para a festividade durante o lançamento oficial.

Este ano, Madalena Britto decidiu fazer algumas alterações nos polos para melhor receber os moradores e moradoras da cidade, além dos turistas que todos os anos não perdem o melhor São João de Pernambuco. As mudanças vão proporcionar mais acessibilidade e outras opções para quem espera uma programação diurna diferenciada

A escolha desta data para o lançamento do São João de Arcoverde 2017 foi proposital, já que no 31 de maio é também comemorado o Dia Municipal do Samba de Coco em Arcoverde. Por isso, o evento vai contar com o Coco Trupé e com o Reisado das Caraíbas, homenageado no São João deste ano, vai se apresentar também.

Pernambucana que saiu da XCalypso é xingada de puta por Ximbinha em ligação

Resultado de imagem para cantora leya e ximbinha

A cantora pernambucana Leya Emmanuelly fez declarações sobre a relação conturbada que tinha com Ximbinha durante o período em que integrou a XCalypso no programa Balanço geral. Ela foi a segunda vocalista da banda criada após a separação entre o guitarrista e Joelma – a primeira foi Thábata Mendes – e o rompimento foi anunciado em abril. "Você chegou a ter medo do Ximbinha?", pergunta a repórter Letícia Gil, ao que ela responde afirmativamente.

A artista de Serra Talhada exibiu uma ligação de telefone com Ximbinha gravada por ela. "O (que incomodava era) jeito que falava comigo. Era uma forma que eu me sentia muito inferior nas vezes em que ele falava. Muitas situações que às vezes a gente não tem como comprovar, mas tem as situações do dia a dia. Eu estava na casa dele, então 24 horas por dia eu era funcionária. Então você não vai estar à vontade na casa do seu patrão, não tem como", contou.

Leya não tinha salário fixo e recebia R$ 750 por apresentação. Segunda a cantora, o grupo chegou a passar dois meses sem tocar. "Eu não poderia mais dirigir a palavra para ele que já era uma discussão. E daí que ele já começou a gritar e eu disse 'não vou deixar passar mais essa'", explicou. A relação conturbada chegou ao estopim após uma participação deles no Programa do Porchat, apresentado por Fábio Porchat e exibido pela Redcord. O guitarrista não aprovou o vestido escolhido pela artista e a xingou na ligação gravada.

"Ninguém acreditava que ele fazia aquilo comigo e normalmente esse tipo de cena só acontecia quando estávamos só eu e ele. E como já vinha acontecendo esse tipo de discussões e indiretas, eu resolvi gravar, porque eu vi que em algum momento eu iria sair e não iria ter provas", revela Leya, antes de mostrar os áudios, no celular.

A conversa começa com um depoimento dela sobre o fato de ela ter morado com o dono da XCalypso. "Eu saí da tua casa já porque eu não queria saber coisa da tua vida íntima, eu digo 'não, eu não vou ficar aqui porque é a sua casa. Você quer sua privacidade e eu quero a minha", fala a cantora. "Tu tá muito respondona pra mim", interpela ele.

A discussão ganha contornos ainda mais agressivos quando ele retoma o diálogo sobre o figurino usado no Programa do Porchat: "Eu tô chateado até hoje com aquele negócio daquele vestido. Eu tô chateado porque, se tu não tivesse talento, eu nem me importava, tu ia nua, pra mim era bom, porque tu…". O guitarrista é interrompido por ela: "Eu não tava nua, Ximbinha, eu não tava vulgar". "Pra mim, tu tava vulgar, uma puta", xinga ele.

A cantora compara a reação dele com a de outras pessoas e esclarece que não houve críticas de fora. "Porque eles não viram lá o que eu vi", reclama ele. "Existem vestidos que a pessoa usa sem calcinha, Ximbinha. Eu não sou a primeira mulher no mundo", diz a pernambucana. No decorrer da discussão, ele afirma que ela deve "assumir o jeito de 'periguete'", termo imediatamente refutado por ela.

"Eu não gostei do jeito que tu tá falando comigo. Tu tem que me respeitar porque eu sou teu patrão", exige Ximbinha, mais adiante. "Eu sei disso, por isso que eu tô falando, mas, no momento que eu me sentir desrespeitada, eu tenho o direito de me defender", rebate ela. "O meu trabalho não vai ser desse jeito vulgar", rebate ele, ao que, mais uma vez, ela repete não ser vulgar. "Eu não quero o trabalho de gente que vai se expor, eu não quero. Se tu quiser fazer o trabalho que tu quer aparecer, trabalho de funk, grave funk", continua ele. "Eu não vou gravar e eu tô me sentindo extremamente ofendida com isso, Ximbinha".

Ao fim da reportagem, Leya explica que ele estava sóbrio durante a briga por telefone. "Eu tinha medo de um dia ele beber, a gente discutir e ele ultrapassar aquilo dali", revelou ela. "Estou tentando ficar bem. Muita gente achava que eu tava mentindo e é muito ruim porque você tem que comprovar esse tipo de situação. Se eu não tivesse essa prova, com certeza eu ia sair como mentirosa, como mais uma que só queria crescer atrás de Ximbinha".

O Viver tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa de Ximbinha e da XCalypso, mas não conseguiu. Segundo a reportagem do Balanço geral, ele não quis gravar entrevista, entretanto, disse que "Leya é doce, carinhosa e tem uma voz afinadíssima".

Delegado transferido de São José do Egito ‘dispara’ contra o delegado regional Jorge Damasceno


Foto: André Luís

O delegado Ubiratan Rocha esteve participando na manhã desta terça (30) do Debate das Dez na Rádio Pajeú e ‘disparou’ contra o delegado responsável pela 20ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, Jorge Damasceno.

Ubiratan disse que foi transferido de São José do Egito para Sertânia de forma arbitrária, por divergir com o delegado Damasceno. De acordo com Ubiratan, na Portaria diz que o mesmo não tem um bom relacionamento com a PM e que isso vem causando transtorno no gerenciamento da 20ª Seccional, bem como ter o próprio delegado (Jorge) de utilizar as dependência da delegacia em de São José do Egito, e que isso não é verdade.

O delegado Ubiratan afirmou que vai entrar com um Mandado de Segurança contra essa transferência que denominou de arbitrária e autoritária, mas que está no aguardo da Comunicação Interna (CI) que não recebeu, apesar de já ter solicitado. Ainda segundo Ubiratan, 90% dos policiais civis que atuam na área de jurisdição da 20ª Seccional, estão ao seu lado, como uma forma de apoio e também por não concordar com a forma que os fatos aconteceram.

Ubiratan Rocha esteve à frente de várias operações na região do Alto Pajeú que resultou na prisão de suspeitos de praticarem assaltos a instituições bancárias.

MPPE pede que prefeito interino de Belo Jardim evite gastos

Resultado de imagem para belo jardim pe

O município de Belo Jardim volta às urnas no próximo dia 2 de julho. Até lá, o Ministério Público do Estado (MPPE), através do promotor Daniel Martins, expediu recomendação ao prefeito interino de Belo Jardim, Gilvandro Estrela (PV), para evitar gastos e obras que possam comprometer a futura gestão.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) já havia anunciado uma auditoria especial, a pedido do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), para acompanhar a gestão de Estrela. Agora, o prefeito interino está sendo alvo de uma recomendação do Ministério Público.

No texto, o MPPE diz ser inapropriado que o prefeito interino tome atitudes que causem agravo financeiro à gestão a ser eleita, como iniciar novas obras, aumentar despesas com pessoal, assumir compromissos financeiros com repercussão futura ou pagar verbas extraordinárias e controversas aos servidores e fornecedores.

Exercício financeiro de 2014 da gestão de Guga Lins, é julgado irregular pelo TCE

Resultado de imagem para SEGUNDA CAMARA DO TCE - PE

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) esteve analisando e votando nesta terça (30) a Prestação de Contas dos gestores da Prefeitura Municipal de Sertânia, do Fundo Municipal de Saúde de Sertânia, do Fundo Municipal de Assistência Social de Sertânia, relativa ao exercício financeiro de 2014, tendo por interessados o ex-prefeito, Gustavo Marciel Lins de Albuquerque (Guga Lins), Wilmar Pires Bezerra, e as Sras. Juliana Lins de Albuquerque Rabelo (Ordenadora de Despesas), Tatiana Ribeiro Mindêlo (Ordenadora de Despesas), Taciana Cordeiro Coimbra de Albuquerque(Ordenadora de Despesas)

Nos exatos termos do voto do Relator, a Segunda Câmara da Corte de Contas, à unanimidade, julgou IRREGULARES as contas dos gestores do Município de Sertânia, relativas ao exercício financeiro de 2014, do Sr. GUGA LINS, imputando-lhe débito e aplicando-lhe multa; irregulares as contas da Sra. TATIANA RIBEIRO MINDÊLO, com aplicação de multa, e, regulares, com ressalvas, as contas da Sra. TACIANA CORDEIRO COIMBRA DE ALBUQUERQUE.

Os valores das multas ainda serão publicados no Diário Oficial do TCE.

Educação: Justiça anula seleção interna realizada em 2011 em Afogados da Ingazeira

Resultado de imagem para decisão judicial

A Justiça anulou a seleção interna (na Educação) realizada em 2011 para algumas funções em Afogados da Ingazeira. Trata-se do Processo: nº 0000240-82.2012.8.17.0110 tendo como Autores: ANA MARIA PAIVA DE SOUZA, JOSSELMA DE OLIVEIRA SILVA, MARIA ILDA OLIVEIRA SILVA e FABYANA ÂNGELO LIBERAL SILVA MACIEL e Réu: MUNICÍPIO DE AFOGADOS DA INGAZEIRA/PE. Os autores, propuseram a presente "AÇÃO ORDINÁRIA DECLARATÓRIA DE NULIDADE DE CONCURSO PÚBLICO", em face do MUNICÍPIO DE AFOGADOS DA INGAZEIRA/PE, alegando, em síntese, que a GESTORA DO FUNDO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO do município, por meio do edital 02/2011, abriu o processo simplificado de seleção interna para algumas funções.

A Ação que pede a nulidade do concurso, alega que as autoras cumpriram todas as exigências contidas no referido edital e que jamais tomaram conhecimento de suas notas de suas avaliações. Aponta as irregularidades consideradas lesivas à moralidade, à publicidade e à transparência pública.

Diz a Juíza em sua Decisão: Ressalto, inicialmente, que a Constituição Federal, em seu artigo 37, caput, arrola como princípios explícitos que devem ser observados por todos os Poderes da Administração da União, dos Estados e dos Municípios, a legalidade, a impessoalidade, a moralidade, a publicidade e a eficiência. Pelo princípio da legalidade a Administração deve observar estritamente as leis, não podendo agir senão quando e conforme permitido pela ordem jurídica.

Na segunda acepção, a impessoalidade exige que o administrador realize os atos de seu mister de acordo com a finalidade pública e nunca agindo para beneficiar ou afetar determinadas pessoas, pela simples razão de serem essas mesmas pessoas amigas ou desafetas do administrador.

Quanto ao princípio da moralidade, esta também é exigida para a validade de qualquer ato da Administração. Na corrente lição de Hauriou: "a moral administrativa não eqüivale à moral comum, mas deve ser entendida como uma moral jurídica, eqüivalendo a um conjunto de regras de conduta tiradas da disciplina interior da Administração. Elucidando o tema, o referido autor ensina que o agente administrativo, como ser humano dotado de capacidade de atuar, deve, necessariamente, distinguir o Bem do Mal, o honesto do desonesto. Não poderá desprezar o elemento ético de sua conduta, pelo que não basta distinguir entre o legal e o ilegal, o justo e o injusto, mas também entre o honesto e o desonesto…".

O princípio da eficiência, por sua vez, encerra a noção de "boa administração", que no regime jurídico administrativo está intrinsecamente ligado ao princípio da legalidade.

A Constituição da República, em seu artigo 37, inciso II, é expressa no sentido de que "a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração". O concurso público é a forma mais democrática e legítima de se buscar as melhores pessoas, dentre as que participaram do certame, para ingressar no serviço público. Além de ensejar a todos, iguais oportunidades de disputar cargos ou empregos na Administração Pública direta ou indireta, atende, a um só tempo, aos princípios da legalidade, igualdade, impessoalidade, eficiência e, acima de tudo, moralidade. Uma vez eivado de fraudes e irregularidades, o certame reveste-se de desvio de finalidade, deixando de observar os princípios acima mencionados, a fim de se prestar a favorecimentos de toda a sorte. Um concurso mal feito, ou direcionado, não seleciona os melhores profissionais, comprometendo permanentemente a eficiência dos serviços a serem prestados pela administração pública municipal.

Na presente hipótese, o réu não observou a Constituição Federal e as leis na realização do concurso público e, assim, frustrou o próprio regime jurídico administrativo, fundado na indisponibilidade do interesse público.

A Juíza, Daniela Rocha Gomes, JULGOU PROCEDENTE os pedidos contidos para declarar a nulidade da Seleção Pública Interna regulada pelo Edital 02/2011, motivo pelo qual, EXTINGUIU O PROCESSO, COM RESOLUÇÃO DE MÉRITO. Condeno, o vencido no pagamento dos honorários advocatícios do patrono da Autora, os quais arbitro em R$ 2.000,00 (dois mil reais), consoante dispõe o Art. 85, §8º do CPC. Decorrido, pois, o prazo para recurso voluntário, remeta-se ao Egrégio Tribunal de Justiça de Pernambuco, com homenagens de estilo. Publique-se, registre-se e intimem-se. Após o trânsito em julgado da presente, arquive-se com as baixas devidas. Afogados da Ingazeira, 04 de abril de 2017. Daniela Rocha Gomes Juíza de Direito PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE PERNAMBUCO JUÍZO DE DIREITO DA 2ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE AFOGADOS DA INGAZEIRA.

SDS determina policiamento em escolas estaduais das 14h às 22h

Resultado de imagem para policiamento nas escolas de pernambuco

Portaria conjunta da Secretaria de Defesa Social (SDS) e de Educação (Seduc) disciplina o policiamento nas escolas da rede estadual de ensino realizado pela Patrulha Escolar da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). O documento publicado no último dia 26 determina que o policiamento escolar será feito pela Patrulha Escolar por meio do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES), visando, além de garantir a segurança das unidades de ensino, incentivar o espírito cívico, promover a cultura de paz e prevenir a violência escolar, o consumo e o tráfico de drogas.

A portaria determina que o policiamento será realizado por uma viatura composta por dois policiais militares nas áreas internas e nos entornos de 333 escolas estaduais de Pernambuco. O acionamento das viaturas escolares só deverá ser feito para atendimento de ocorrências ligadas à rede estadual de ensino.

Governador Paulo Câmara visita cidades atingidas pelas chuvas

O governador afirmou que parcerias com os municípios estão sendo reforçadas para oferecer toda a assistência à população prejudicada. Foto: Governo de Pernambuco/Divulgação

Para acompanhar de perto a situação das cidades da Mata Sul mais afetadas pelas fortes chuvas dos últimos dias, o governador de Pernambuco Paulo Câmara visitou, nesta segunda-feira (29), os municípios de Barreiros, Belém de Maria e Palmares, no interior do estado. Em conversa com os moradores e políticos da região o socialista afirmou que, com a diminuição das chuvas, a prioridade agora é restabelecimento dos principais serviços nesses municípios. ''Nesse momento, o que nós queremos e temos que fazer de imediato é restabelecer os serviços de água e energia, e ajudar na limpeza das cidades e na remoção dos entulhos'', disse o governador.

Paulo Câmara ressaltou ainda que parcerias com os municípios estão sendo reforçadas para oferecer toda a assistência necessária à população prejudicada. De acordo com o gestor estadual, um conjunto assistencial com colchões, água e alimentos de pronto consumo, medicamentos está sendo enviado aos municípios. ''Vi  de perto a destruição, e o nosso esforço precisa ser redobrado a partir de agora, principalmente  na questão humanitária'', afirmou Paulo Câmara.

Diante da difícil situação, o prefeito de Palmares, Altair Junior, explicou sobre os trabalhos desenvolvidos no município e as ações que estão sendo feitas para auxiliar a população. "Desde ontem, nós estamos com equipes da Defesa Civil acompanhando a situação, tirando as pessoas das áreas de risco, que são as partes mais baixas da cidade, como os bairros Santo Onofre, Pedreiras e Cohab I, além do centro comercial. Hoje, começamos a operação limpeza, e vamos continuar trabalhando", detalhou ele.