Maioria das cidades não pagou piso dos professores em 2016

Lei do Piso está em vigor desde 2009, mas estados e municípios ainda têm dificuldade para pagar o mínimo

Menos da metade dos municípios e 17 estados, além do Distrito Federal, declararam obter o pagamento em 2016 menos um mínimo fixado em professores de escolas públicas de educação básica de suas respectivas redes de ensino. Os dados são de um levantamento feito pelo Ministério da Educação (MEC).

Em 2017, todos os entes terão que arcar com um valor ainda maior. O novo piso foi anunciado em quinta (12) eo salário dos professores passa a ser menos de R $ 2.298,80 para uma jornada de 40 horas semanais, o que representa um reajuste de 7,64% em relação aos R $ 2.135,64 do ano passado. O levantamento foi feito em novembro com base na declaração dos Estados e municípios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *