Parlamentares repercutem na Assembleia Legislativa decisão do PT de abrir mão de candidatura própria ao Governo do Estado

Os deputados Teresa Leitão e Odacy Amorim, ambos do PT, comentaram, na Reunião Plenária desta segunda (6), a decisão do Diretório Nacional do partido de não lançar a vereadora do Recife Marília Arraes como candidata ao Governo do Estado. Em vez disso, a legenda apoiará a reeleição do governador Paulo Câmara, cujo partido, o PSB, ficará neutro na eleição para presidente da República.

No discurso, Teresa leu a resolução aprovada no Encontro Estadual de Tática Eleitoral do PT, realizado na última quinta (2), apoiando a candidatura própria. Segundo o documento, o nome de Marília como pré-candidata ao Governo nasceu com o apoio da base militante em atos realizados desde o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

“Depois de tantas derrotas políticas e eleitorais, que massacraram e desanimaram a base do PT, surge a possibilidade de agregar ao palanque de Lula em Pernambuco uma militância revigorada, pronta para trazer às urnas a esperança de um novo tempo para Pernambuco”, leu. “Lula presidente, Marília governadora. Estratégia perfeita para uma tática eleitoral que se desenha vitoriosa”, emendou. “Essa tese teve 90% de apoio dos delegados presentes ao encontro estadual do PT, em meio a um revigoramento de militância nunca visto nas últimas campanhas. Mas, infelizmente, não foi reconhecida pela direção nacional, que fez, mais uma vez, uma intervenção em Pernambuco”, disse Teresa.

Líder do PT na Alepe, Odacy Amorim analisou o cenário nacional e defendeu a importância de selar a aliança em Minas Gerais para a reeleição do governador Fernando Pimentel (PT). “Entendo que muita gente do PT se preparou para votar numa candidatura do próprio partido, inclusive eu estava pronto para apoiar Marília, mas as circunstâncias levaram o partido a rever essa posição”, observou.

Amorim afirmou que seguirá a orientação de apoiar Paulo Câmara. “É a minha missão agir de forma disciplinada diante do que é discutido e combinado. Marília foi convocada para outra tarefa: contribuir com o Parlamento Federal. O que não é possível agora fica para o futuro. O momento é de fazer uma bela bancada de deputados estaduais e federais”, pontuou.

Em seu pronunciamento, o deputado Edilson Silva (PSOL) se solidarizou com Marília Arraes. “Isso é da conta do Partido dos Trabalhadores, mas nós, como agentes políticos da esquerda, temos o direito e a obrigação de emitir a nossa opinião. Essa opção retira da esquerda pernambucana a perspectiva de trabalhar uma unidade política em torno de questões muito caras para o povo”, avaliou.

MPPE afasta promotor para investigar indícios de irregularidades apontados pela Operação Ponto Cego

Após ser comunicada pela Polícia Civil sobre indícios de favorecimento a um membro do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) levantados no âmbito da investigação que culminou com a Operação Ponto Cego, na última sexta-feira (3), a Procuradoria Geral de Justiça afastou o membro do exercício de suas funções, de forma cautelar, no sábado (4), determinou a continuidade das investigações no âmbito criminal e encaminhou expediente à Corregedoria Geral para instauração de procedimento administrativo.

Em razão dos ditames legais que regem a investigação de supostos atos ilícitos praticados por membros do Ministério Público, o prosseguimento das investigações será feito de forma sigilosa tanto no âmbito da Corregedoria, que avalia a conduta funcional do promotor de Justiça, quanto no procedimento criminal, que está sendo conduzido pela Subprocuradoria Geral em Assuntos Institucionais, por delegação da Procuradoria Geral de Justiça, através do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento às Organizações Criminosas (Gaeco), em conjunto com a Polícia Civil.

“Recebemos com tristeza a notícia e os graves indícios trazidos pela Polícia, mas isso não impede a Instituição de atuar com firmeza e seriedade para apurar a conduta de seu integrante, assegurando-lhe o direito à ampla defesa de que dispõe cada cidadão brasileiro. O Ministério Público de Pernambuco fez e continuará fazendo o máximo para cumprir a sua função, que é servir à população pernambucana”, ressaltou a subprocuradora-geral de Justiça em Assuntos Institucionais, Laís Teixeira.

TCE aplica multa de mais de R$ 13 mil ao ex-prefeito de Calumbi

Resultado de imagem para prefeito erivaldo de calumbi

Trata-se de Processo de Gestão Fiscal (PGF) da Prefeitura Municipal de Calumbi, referente ao exercício de 2013, de responsabilidade do ex-prefeito, Erivaldo José da Silva. Após análise técnica, foi elaborado o Relatório de Auditoria, que apontou a não adoção no exercício de 2013 de medidas necessárias e suficientes para a eliminação do excedente da despesa com pessoal, nos termos da Lei de Responsabilidade Fiscal. De forma detalhada, a análise da Gestão Fiscal evidenciou que o Poder Executivo do Município de Calumbi vem, reiteradamente, abstendo-se de adotar medidas que permitam a recondução da Despesa Total com Pessoal (DTP) ao limite legal estabelecido pela LRF, qual seja, 54% da Receita Corrente Líquida (RCL).

A Segunda Câmara, à unanimidade, julgou irregular a gestão fiscal do período sob exame, exercício de 2013, sob a responsabilidade do ex-Prefeito do Município de Calumbi, aplicando-lhe multa no valor de R$ 13.200,00, correspondente a 30% da soma do subsídio anual.

Victor & Leo anunciam separação por tempo indeterminado

Resultado de imagem para victor e leo

A dupla Victor & Leo vai se separar por tempo indeterminado. A informação foi confirmada nesta segunda-feira pela assessoria de imprensa dos artistas. Após 26 anos de carreira, os sertanejos darão continuidade a projetos pessoais, entre eles a carreira de escritor que começa a ser trilhada por Leo Chaves, de 41 anos. No último fim de semana, o músico lançou o livro "No colo dos anjos", na Bienal de São Paulo.

A dupla cumprirá a agenda de shows até o fim de setembro. Nesta semana, os dois ainda têm o lançamento do último trabalho juntos, o DVD, "O cantor no sertão", que resgata sua música de raiz. Além da carreira de escritor, Leo Chaves planeja seguir como palestrante. Nos eventos para os quais é contratado, o sertanejo também faz apresentações musicais em formato de pocket show.

'Brasileiros devem refletir sobre orientação do papa contra pena de morte', diz CNBB

Resultado de imagem para papa francisco fazendo leitura

Os bispos brasileiros pediram aos católicos que reflitam sobre as orientações do papa Francisco contra a pena de morte, em um país cada vez mais inclinado por respostas rápidas e contundentes para a onda de violência, e às vésperas das eleições presidenciais de outubro.

A respeito da modificação feita na semana passada por Francisco no catecismo, declarando a pena de morte inadmissível, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) considerou que esse posicionamento tem uma implicação direta nas questões que agitam o país com mais católicos no mundo.

"No debate político sobre a adoção da pena de morte, os católicos recebem agora uma orientação clara e justa", afirmou o secretário-geral da CNBB, Leonardo Steiner, em um e-mail enviado nesta segunda-feira à AFP.

"A pena de morte não é solução para os problema sociais, econômicos e políticos que vivemos", enfatizou.

A abolição da pena de morte é uma cláusula pétrea (inalterável) da Constituição brasileira de 1988, apesar de continuar contemplada para casos de deserção em situações de guerra.

Mas o tema ganha força em meio a uma população exasperada pelo aumento da violência, que resulta em 60 mil mortes por ano.

Uma pesquisa do Datafolha de janeiro passado revelou que o apoio à pena de morte no Brasil cresceu de 47% em 2008 a 57%.

Segundo Steiner, "Francisco indica, mais uma vez, que a Igreja deve deixar-se guiar pela Evangelho: toda a pessoa humana é filho, filha de Deus. Ninguém pode retirar-lhe essa dignidade".  

"Por isso, a Igreja ensina, à luz do Evangelho, que a pena de morte é inadmissível, porque atenta contra a inviolabilidade e a dignidade da pessoa, e se compromete com determinação com sua abolição em todo mundo", acrescentou.

Polícia Federal aponta falha mecânica como causa do acidente que vitimou Eduardo Campos

Resultado de imagem para aviao de eduardo campos

A conclusão do inquérito que investiga as causas do acidente que vitimou o ex-governador Eduardo Campos e mais seis pessoas, ocorrido em 2014, aponta que houve falha mecânica na aeronave Cessna 560XL. As informações foram apresentadas às famílias do ex-governador e de outras vítimas do acidente, na manhã desta segunda-feira (6), em uma reunião ocorrida no Aeroporto Internacional do Recife-Guararapes/Gilberto Freyre.

De acordo com o advogado Antônio Campos, irmão de Eduardo, o relatório do delegado Rubens Maleiner apresentado aos familiares diz que houve uma falha mecânica no compensador do profundor. Localizada nas asas traseiras, a peça é essencial para manter a inclinação correta da aeronave. “O relatório discorda da análise apresentada pelo Cenipa. Entre dez hipóteses inicialmente levantadas, restaram quatro, das quais a da falha mecânica foi a mais forte”, explica Campos. As outras possibilidades, segundo o advogado, eram a desorientação espacial dos pilotos, perda de controle após colisão com algum animal ou defeito exclusivamente no profundor.

Promotor Marcellus Ugiette é um dos alvos de operação da polícia

Resultado de imagem para promotor marcellus ugiette

O ex-promotor de Afogados da Ingazeira, e atual promotor da Vara de Execuções Penais de Justiça, Marcellus Ugiette, foi um dos alvos da operação da Polícia Civil de Pernambuco deflagrada na última sexta-feira (03). Durante a operação, uma quadrilha foi presa suspeita de crimes como estelionato, corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de capital, advocacia administrativa e furto qualificado. Mas ainda não foi revelado se o promotor tinha alguma relação ou contato com o grupo. As informações são do Jc Online, coluna Ronda JC.

No total, 19 mandados de prisão preventiva foram cumpridos (entre eles de pessoas que já estão presas). Dezesseis mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, também foram cumpridos – um deles na residência do promotor Marcellus Ugiette. O celular pessoal, pen drives  e outros objetos foram apreendidos para perícia.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) também decidiu afastar Ugiette das funções até a conclusão do caso.

O procurador Ricardo Lapenda, coordenador do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do MPPE, confirmou a investigação. “Houve o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do promotor, mas ainda é cedo para falar da ligação dele com a quadrilha. Tudo que foi apreendido vai ser alvo de análise para ajudar nas investigações”, disse.

O Ronda JC está tentando contato com o promotor Marcellur Ugiette para que ele fale sobre o caso.

QUADRILHA

Detalhes da investigação da quadrilha estão sendo divulgados nesta segunda-feira (06). Na coletiva, representantes da Polícia Civil e do Gaeco explicam a suposta participação de cada preso na organização criminosa. À tarde, o procurador geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, também deve se pronunciar.

Mais de 800 animais silvestres são resgatados de cativeiros no Sertão do Pajeú

Entre eles, um papagaio da espécie Chauá, ameaçado de extinção, foi encontrado / Foto: Divulgação/CPRH

Mais de oitocentos animais silvestres foram resgatados durante a primeira semana do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) na Bacia Hidrográfica do São Francisco, no Pajéu. Entre eles, um papagaio da espécie Chauá e um pássaro identificado como Maritaca Azul, ameaçados de extinção, também foram encontrados.  

A fiscalização começou na última segunda-feira (30) e tem o objetivo de resgatar animais silvestres em cativeiros, para que eles recebem tratamento no Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) e voltem para natureza ou passem pelo processo de readaptação com técnicos especializados.  

Os animais já estão passando por avaliações e os que estão saudáveis estão sendo levados para o seu habitat natural. Até o momento, 242 animais já foram devolvidos à natureza. Os que apresentaram machucados permanecem no CETAS.

Segundo os técnicos do CPRH, algumas espécies encontradas são raras e estão ameaçadas de extinção, o que indica que eles foram trazidos para Pernambuco por meio do tráfico de animais. Entre os animais encontrados estão as aves: Galo de Campina, Golinho, Papa-Campim, Garibaldi, Cravinhos Azulão, Mané-Magro, Caboclinhos, Bigode, Canário-da-terra, Tico-Tico, Tiziu, Sibito, Cancão e Maria Fita, além de alguns répteis, como uma cascavel, dez jabutis e uma tartaruga. Um Jacu foi entregue voluntariamente.  

Entregas voluntárias
Além da fiscalização, um caminhão da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Pernambuco está circulando pelos municípios de Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Tabira e Taparetama, para que sejam possíveis a entrega voluntária desses animais.  

“A estratégia de termos uma campanha para a ‘entrega voluntária’ durante a campanha é uma comprovação de que é possível ter a sociedade como protagonista desse processo”, afirmou o superintendente Francisco Campello, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). A Campanha também tem o objetivo de conscientizar e ampliar o conhecimento da população sobre a importância da preservação do meio ambiente. 

Saiba quem são os seis candidatos ao governo de Pernambuco

Resultado de imagem para eleições 2018

Após meses de especulações e apenas a poucas horas antes do fim do prazo oficial das convenções, enfim, o cenário eleitoral no Estado é traçado. Em uma campanha mais curta, candidatos já estão prontos para ganharem às ruas e mostrarem seus programas de governo.

Neste fim de semana, as convenções partidárias do PTB, PSOL, Rede, Pros, PSB e PSTU confirmaram as candidaturas de Armando Monteiro, Danielle Portela, Julio Lossio, Maurício Rands, Paulo Câmara e Simone Fontana, respectivamente. Saiba um pouco mais sobre os nomes que disputam o Palácio do Campo das Princesas:

ARMANDO MONTEIRO (PTB)
O senador é candidato à governador de Pernambuco pela segunda vez consecutiva e tem Fred Ferreira (PSC), vereador do Recife, como vice. Completam sua chapa os ex-ministros e candidatos ao Senado Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB). A frente de oposição Pernambuco Vai Mudar possui treze partidos: PTB, PSDB, DEM, PSC, PPS, PRB, Podemos, PV, PSL, PRTB, PHS, PSDC E PMB.  

DANIELLE PORTELA (PSOL)
O PSOL de Pernambuco concorre ao governo em 2018 com uma chapa majoritária composta exclusivamente por mulheres. A pré-candidata ao governo do Estado será a advogada e historiadora Daniella Portela, tendo como vice Gerlane Simões. Já as vagas para o Senado Federal serão postuladas por Albanise Pires e Eugênia Lima. A chapa fechou aliança com o PCB.

JULIO LOSSIO (REDE)
O ex-prefeito de Petrolina busca o governo de Pernambuco sem ainda ter um nome para ocupar o posto de vice em sua chapa. Para o Senado, Pastor Jairinho (Rede) é o primeiro evangélico a concorrer ao cargo. A segunda vaga ao Senado também está em aberto. Partido não fechou alianças.

MAURÍCIO RANDS (PROS)
Ex-deputado federal, Maurício Rands lançou sua candidatura para o governo do Estado ao lado da ex-vereadora do Recife Isabela de Roldão (PDT), que será a vice. Para o Senado, Silvio Costa (Avante) ocupa uma das vagas, ficando a segunda vaga em aberto. PROS, Avante e PDT formam a frente Pernambuco que Você Quer.  

PAULO CÂMARA (PSB)
O governador de Pernambuco é candidato à reeleição e tem como vice de sua chapa a ex-prefeita de Olinda Luciana Santos (PCdoB). O senador Humberto Costa (PT) e o ex-governador Jarbas Vasconcelos (MDB) completam a chapa majoritária do socialista como candidatos ao Senado Federal. A Frente Popular de Pernambuco conta com o apoio de doze partidos: PSB, PT, MDB, PSD, PCdoB, PP, PRP, PR, SD, PPL, Patriota e PMN.

SIMONE FONTANA (PSTU)
O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU) concorrerá ao governo de Pernambuco com Simone Fontana e o sindicalista Jair Pedro para vice. O partido só terá um candidato a senador, o professor universitário Hélio Cabral. Partido não fechou alianças. 

MPPE investiga irregularidades nos batalhões da Polícia Militar

Resultado de imagem para bope pernambuco

O Ministério Público de Pernambuco instaurou inquéritos para apurar supostas irregularidades em dois batalhões da Polícia Militar. Um deles é o Batalhão de Operações Especiais (Bope). O outro é o 16º BPM, responsável pela segurança em bairros da área central do Recife, como Boa Vista, Santo Amaro e Ilha do Leite.

De acordo com as investigações preliminares, o número do efetivo e a quantidade de equipamentos à disposição dos batalhões seriam insuficientes para atender a todas as demandas. Além disso, as condições dos imóveis seriam precárias e, segundo o MPPE, há necessidade de reformas urgentes nas instalações físicas.

Na decisão sobre a abertura dos inquéritos, o promotor de Defesa dos Direitos Humanos Westei Conde destacou que ” o Estado de Pernambuco não tem adotado medidas suficientemente capazes de dotar as corporações de Defesa Social, especialmente a PMPE, de efetivo qualificado e necessário para fazer frente às demandas da sociedade, particularmente em razão do crescimento populacional e, igualmente, o da violência”.

Segundo o promotor, uma vistoria técnica realizada em novembro do ano passado na sede do Bope, no bairro da Mangueira, no Recife, comprovou o “deficit de efetivo no Bope e (em relação) às condições físicas das instalações daquela unidade militar”.

Na última sexta-feira (03), ocorreu a cerimônia de formação de 27 militares, que vão integrar o efetivo do Bope, diminuindo o déficit constatado pelo Ministério Público.

Uma audiência pública, marcada para o próximo dia 28, vai discutir a situação do batalhão e formas de melhorar as condições de trabalho do efetivo.

HISTÓRICO

O Bope foi criado, por meio de decreto estadual, em junho de 2017, inspirado no batalhão do Rio de Janeiro. Na ocasião, o Governo do Estado afirmou que o reforço fazia parte do novo plano de segurança para diminuir a criminalidade e, principalmente, as altíssimas estatísticas da violência registradas no primeiro semestre daquele ano.

PT define Haddad como vice de Lula na disputa eleitoral e fecha com PCdoB

Resultado de imagem para fernando haddad

O PT oficializou, na noite deste domingo (5), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como candidato a vice-presidente na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. A composição da chapa, no entanto, ainda pode mudar, porque o partido fechou uma aliança com o PCdoB, convidando a deputada gaúcha Manuela D'Ávila para ser a vice após a Justiça Eleitoral definir a situação de Lula na disputa. A parlamentar ainda não respondeu oficialmente se aceita o convite.

Haddad, visto como um "plano B" do PT para substituir Lula na disputa, foi apresentado como um "vice tampão" para representar o ex-presidente na campanha, enquanto a condição jurídica de Lula não é definida.

O acordo com o PCdoB garantiu ao partido que Manuela será a vice do PT independentemente de quem for a cabeça de chapa, em caso de impugnação do ex-presidente. Haddad ficará no posto de vice para cumprir exigência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), fazer campanha para Lula no País e representar o ex-presidente nos debates e entrevistas que participar.

Com 39 quilos, Cármen Lúcia diz tomar Biotônico Fontoura

Resultado de imagem para carmem lucia

Presidente do STF, a ministra Cármen Lúcia é personagem de entrevista que será publicada na próxima edição da revista Cláudia. Em trecho antecipado pela coluna Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, a ministra comenta seu peso.

“Mais preocupada, fico sem apetite”, diz. Cármen diz ainda que atualmente pesa 39 quilos. “Há pouco tempo comprei Biotônico Fontoura”.

A ministra comenta ainda o papel das mulheres em cargos de poder. “Não cedo diante de pressões pelo fato de eu ser mulher. A sociedade é preconceituosa. O Judiciário, muito mais”, diz na entrevista.

STF retoma debates sobre descriminalização do aborto

Imagem relacionada

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta segunda-feira (6) as discussões sobre a descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação. Especialistas em diversas áreas foram convidados pelo STF para defender suas posições e apresentar argumentos que pautem a decisão final da Corte. Na última sexta (3), foram ouvidos cientistas e profissionais de saúde. A audiência pública desta segunda será aberta com a participação de representantes religiosos.

Dom Ricardo Hoerpers, bispo de Rio Grande (RS), será o primeiro a falar, representando a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que tem um posicionamento claro contra a descriminalização da prática. Mestre e doutor em Bioética e Teologia Moral na Academia Alfonsiana, em Roma, Hoepers defende que o assunto transcende a esfera religiosa e acredita no papel social da CNBB para tentar convencer os magistrados a manter a lei como está.

'Estou abrindo mão de um sonho', diz Rands em discurso como candidato a governador de PE

Maurício Rands é o candidato do PROS ao governo em Pernambuco

No primeiro discurso como candidato ao governo de Pernambuco, o secretário de Acessos a Direitos da Organização dos Estados Americanos (OEA), Maurício Rands (PROS), disse que estava "abrindo mão de um sonho para integrar a luta por um Estado melhor". Em coletiva de imprensa concedida neste domingo, 5, em um empresarial na zona sul do Recife, Rands apresentou a chapa "O Pernambuco que você quer", ao lado da ex-vereadora Isabella de Roldão (PDT) como vice, e o deputado federal Silvio Costa (Avante) na disputa pelo Senado nas eleições 2018.

A segunda vaga de candidato a senador está reservada para a indicação de outro partido que queira integrar o bloco. Mais cedo, a coligação havia anunciado que o espaço seria ocupado pelo vereador do Recife Jayme Asfora (PROS), contudo, segundo o deputado federal e presidente do PROS em Pernambuco, João Fernando Coutinho, o parlamentar preferiu abidicar da vaga para ajudar o grupo a atrair mais legendas. Coutinho não revelou quais os partidos poderiam ingressar na coalizão, apenas que espera que o nome seja divulgado em 24 horas.

Paulo Câmara sobre apoio a Lula: 'Unimos as esquerdas de Pernambuco'

Convenção estadual do PSB ocorreu no Clube Internacional do Recife / Sérgio Bernardo/JC Imagem

No lançamento da coligação da Frente Popular, neste domingo (5), no Recife, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), fez questão de confirmar o apoio da chapa à candidatura presidencial de Lula, justificando que está na hora de resgatar as prioridades defendidas PT, quando o ex-presidente esteve à frente do governo Federal entre os anos de 2003 e 2011. O socialista ainda criticou a atual gestão do Governo Temer afirmando que o atual presidente "não olha para os estados mais pobres".

"Unimos a esquerda de Pernambuco e agora vamos trabalhar por um Estado mais justo, mais igual", defendeu. Questionado sobre as propostas para os próximos quatro anos, Paulo explicou que as de 2014 (quando concorreu ao cargo do Executivo) ainda são muito válidas para o Estado, visto que a crise no Brasil os teria impedido de concretizá-las.

Do Jc Online

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE