Ingressos para o Rock in Rio 2019 esgotam em menos de duas horas

Resultado de imagem para rock in rio 2019

A venda do Rock in Rio Card teve início nesta segunda-feira (12), e os 198 mil ingressos se esgotaram em menos de duas horas após a abertura das vendas.

O Rock in Rio Card funciona como um ingresso antecipado, garantindo a presença do comprador no evento antes mesmo da total confirmação das atrações. O Card é recebido em forma de pulseira, que pode ser utilizada no dia selecionado.

O Rock in Rio 2019 acontece nos dias 27, 28, 29 de setembro  3, 4, 5 e 6 de outrubro. Os fãs que não garantiram a entrada na pré-venda poderão comprar os ingressos tradicionais na venda oficial, disponível em abril de 2019.

Paulo Câmara quer reduzir preço do diesel, aumentar o de joias e carros

Resultado de imagem para paulo camara pe

O governador Paulo Câmara (PSB) enviou duas mensagens à Assembleia Legislativa para ajustar as contas do estado a duas promessas feitas na última campanha eleitoral. Para incentivar o Pacto pelo Emprego, ele apostará na redução da alíquota de impostos sobre o diesel de 18% para 16%, o que será a mais baixa do Norte e Nordeste. Já para atender aos que estão na base da pirâmide social, a outra proposta é conceder um benefício, por meio da Nota Fiscal Solidária, de até R$ 150 para cerca de 1,1 milhão de pessoas beneficiadas pelo Bolsa Família no prazo de um ano - a contar de março.

As duas propostas vão tramitar em regime de urgência e a mudança nos impostos passam a valer dentro de 90 dias se as matérias forem aprovadas. A previsão, segundo o secretário-executivo da Fazenda, Bernardo D’Almeida, é de uma injeção de R$ 172 milhões na economia do estado no período de um ano – até março de 2020. Para que as contas batam, num momento de crise econômica, o governo diz ter pensado na lógica de aumentar impostos para quem pode pagar mais. Cairá o preço do diesel, muito usado por caminhoneiros, por exemplo, sobe o do etanol, dos carros novos acima de R$ 50 mil, de joias, entre outros pontos.  

As medidas visam atender às parcelas mais necessitadas da população, porém os efeitos não serão sentidos de imediato, porque precisam produzir impacto na arredação estadual. A Nota Fiscal Solidária vai funcionar da seguinte forma, de acordo com Bernardo D'Almeida. Quem for beneficiário do Bolsa Família, deve informar o CPF, que será incluído na Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, cada vez que for comprar um produto da cesta básica, como feijão, arroz, carne de charque, sardinha em lata, ovos, café, entre outros. Com essas compras contínuas e registradas, a soma dos itens vai gerar um crédito anual de até R$ 150 para o favorecido pelo programa popular. Isso não vale, contudo, para quem compra em estabelecimentos que não emitem notas fiscais, o que vai dificultar a sonegação de impostos.

Arquidiocese de Olinda e Recife lança XVIII Congresso Eucarístico Nacional; Hino é composição do Padre Josenildo Nunes

A Arquidiocese de Olinda e Recife prepara-se com grande expectativa para um memorável acontecimento que se aproxima: o Recife sediará no ano de 2020 o XVIII Congresso Eucarístico Nacional. Enfocando o tema “Pão em todas as mesas”, o Congresso ocorrerá no período de 12 a 15 de novembro de 2020. Faltam dois anos para o evento acontecer e, nesta segunda-feira (12), a Arquidiocese lançou oficialmente o Congresso Eucarístico Nacional, com uma solenidade na igreja do Coração Eucarístico de Jesus, no Espinheiro, Recife.

A programação do lançamento do Congresso incluiu a celebração da Santa Missa, presidida pelo arcebispo, dom Fernando Saburido e a apresentação e o lançamento do hino, da oração e da logomarca do Congresso Eucarístico Nacional. O hino foi criado pelo padre Josenildo Nunes, da diocese de Afogados da Ingazeira e a logomarca do Congresso foi criada pelas Pias Discípulas do Divino Mestre. A oração oficial foi elaborada pela comissão de Liturgia da Arquidiocese e consiste em instrumento de intercessão pelo êxito do Congresso, a ser rezada durante os dois anos que antecedem o evento.

A igreja matriz do Espinheiro foi escolhida para acolher a celebração de lançamento da marca por tratar-se do legado, do gesto concreto, deixado pelo Congresso Eucarístico Nacional realizado no Recife em 1939. Naquela época, o atual Parque Treze de Maio, na Boa Vista, foi construído para receber bispos, sacerdotes e fiéis de todo o Brasil. O secretário geral do XVIII Congresso Eucarístico Nacional, Monsenhor José Albérico Bezerra, adianta que foram agendadas solenidades na data de 12 de novembro nos anos de 2018 e 2019 para justamente reforçar na memória dos fiéis a data da realização do evento.

Em 2018, acontece o lançamento oficial do Congresso Eucarístico Nacional e para 2019 está previsto o lançamento do texto-base do Congresso. Conforme detalha o secretário geral, os três dias do evento serão de intensa atividade religiosa e litúrgica: abertura do Congresso na Arena de Pernambuco, realização de Primeira Comunhão Eucarística para crianças e adolescentes de todos os colégios e paróquias (Arena PE),  celebrações eucarísticas simultâneas presididas por bispos e arcebispos em todas as paróquias, basílicas e santuários no território da Arquidiocese, Simpósios, exposição e feiras (Centro de Convenções de Pernambuco) e encerramento na Praça do Marco Zero. O Congresso Eucarístico Nacional é realizado, em geral, a cada quatro anos, sendo escolhida a sede em votação na Assembleia Geral da CNBB.

O arcebispo de Olinda e Recife, dom Antônio Fernando Saburido, que preside o  Regional Nordeste 2 da CNBB, ressalta que a preparação para o evento envolve as dioceses e arquidioceses de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Dom Fernando lembra também que o Núncio Apostólico, dom Giovani D’Aniello comparecerá ao Congresso Eucarístico Nacional e que espera a adesão de sacerdotes de todo o Brasil. Segundo dom Fernando, o Papa Francisco deve nomear um “legado pontifício”, um cardeal ou um bispo, para representar o Sumo Pontífice quando da realização do Congresso. A escolha do tema do Congresso - “Pão em todas as mesas”- foi motivada pelo contraste social vivenciado no Nordeste e em especial, no Recife. O lema do Congresso é “Repartiam o pão com alegria e não havia necessitados entre eles”.

DER realiza operação tapa-buracos em importante rodovia do Agreste pernambucano

Imagem: Divulgação

Em mais uma ação que visa melhorar as condições de trafegabilidade na malha rodoviária sob sua responsabilidade, o Governo de Pernambuco está realizando uma operação tapa-buracos no trecho de 19,4 quilômetros da PE-145, que vai de Fazenda Nova até Brejo da Madre de Deus.

Os serviços executados pelo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Transportes, seguem na reta final e beneficiarão mais de 420 mil moradores da região do Agreste Central. Concluída esta etapa, as ações serão realizadas no segundo trecho da PE-145, que possui 23,6 km e liga Brejo da Madre de Deus a Jataúba.

Já o segmento entre o entroncamento com a BR-104, no Lampião, distrito de Cachoeira Seca, em Caruaru, até Fazenda Nova, com extensão de 24,1 km, foi contemplado com trabalhos de conservação no primeiro trimestre deste ano e, de acordo com o novo cronograma de serviços, a operação tapa-buracos neste segmento da PE-145 está prevista para o primeiro trimestre de 2019.

OBRAS DE RESTAURAÇÃO
“Esse trecho da rodovia, que vai do entroncamento com a BR-104, em Caruaru, até Brejo da Madre de Deus, com 53,4 km, está com o pavimento muito desgastado e a determinação do governador Paulo Câmara é dar celeridade ao processo licitatório de restauração desse segmento, para oferecer mais conforto e segurança aos usuários”, destacou o diretor-presidente do DER, Silvano Carvalho.

A PE-145, que interliga algumas cidades do Agreste, é de extrema importância também para o turismo pernambucano, por ser o principal acesso a Fazenda Nova, onde está localizado o maior teatro ao ar livre do mundo, no município de Brejo da Madre de Deus, onde todos os anos acontecem as encenações da Paixão de Cristo, vistas por milhares de pessoas de várias partes do Brasil e do mundo.

Dezoito governadores eleitos confirmam ida a evento com Bolsonaro; Paulo Câmara não irá

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, deverá se encontrar nesta quarta-feira (14), em Brasília, com pelo menos 18 governadores eleitos ou reeleitos. O evento está sendo organizado pelos futuros governadores do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e de São Paulo, João Doria. O encontro, marcado para as 9h, será no Centro Internacional de Convenções de Brasília (CICB), que fica próximo do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), local de trabalho da equipe de transição de governo.

Segundo os organizadores, a ideia é que seja um "encontro de aproximação". Os anfitriões ainda aguardam a confirmação do futuro presidente. Além de Bolsonaro, deverão participar do evento os futuros ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. A palavra também será aberta aos futuros governadores.

Até agora, confirmaram presença os governadores eleitos do Acre, Gladon Cameli; Amapá, Waldez Góes; Amazonas, Wilson Lima; Distrito Federal, Ibaneis Rocha; de Goiás, Ronaldo Caiado; Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja; Minas Gerais, Romeu Zema; Mato Grosso, Mauro Mendes; do Pará, Helder Barbalho; Paraná, Ratinho Júnior;, Rio de Janeiro, Wilson Witzel; Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra; Rio Grande do Sul, Eduardo Leite; de Roraima, Antonio Denarium; Santa Catarina, Coronel Carlos Moisés da Silva; São Paulo, João Doria; e do Tocantins, Mauro Carlesse.

O vice-governador da Bahia, João Leão, que no momento é governador em exercício, estará representando o estado. Os demais governadores eleitos ou reeleitos ainda não confirmaram participação no encontro.

Justiça dá 72 horas para Governo de PE se pronunciar sobre fim de delegacia

O juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital, Augusto Napoleão Sampaio Angelim, deu o prazo máximo de 72 horas para que o Governo de Pernambuco se pronuncie sobre a ação popular que questiona a extinção da Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp). Após esse prazo, o magistrado vai tomar a decisão a favor ou contra o pedido da ação.

A ação popular está em nome de Lucas Gondim Chaves Regis, Paulo Vinícius Cabral dos Santos e Saulo Gonçalo Brasileiro, formandos de direito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Na petição, o grupo denuncia o desvio de finalidade em relação ao fim da delegacia que combatia a corrupção no Estado, e pede que a Justiça aprecie o pedido de liminar para suspender os efeitos da lei  estadual que criou o Departamento de Repressão ao Crime Organizado, e, consequentemente, acabou com a Decasp. A ação foi distribuída, na noite dessa quinta-feira (08), para a 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital.

Apesar das críticas de entidades, associações de polícia e da sociedade, a lei proposta pelo Governo de Pernambuco e aprovada pela grande maioria dos deputados estaduais deu fim à delegacia na semana passada.

A Secretaria de Defesa Social informou, na semana passada, que nenhuma investigação será “obstaculizada ou encerrada” com esse novo arranjo administrativo. Disse também que a extinção da delegacia foi “uma medida administrativa necessária para o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que não permite a criação de despesas com pessoal pelos governos nos 180 dias finais de mandato”.

Mas por que logo a Decasp, que teve êxito em várias investigações de corrupção nos últimos anos, foi a escolhida para ser extinta?

Alagoas: Associação pedirá elogio a policiais que mataram onze após assalto a banco

Homens estavam em residência quando foram mortos por policiais

A Associação dos Servidores da Polícia Civil (Aspol) de Alagoas pediu a concessão de elogio público aos policiais que participaram de uma ação em que 11 suspeitos foram mortos após um assalto a banco em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco, na última quinta-feira (8).

Para a associação, houve "dedicação excepcional no cumprimento do dever, transcendendo ao que é normalmente exigível", com risco à segurança pessoal dos policiais. "Graças a Deus, os policiais cumpriram com seu mister constitucional e saíram com vida, o que demonstra que a polícia se encontra preparada", declarou o presidente da Aspol, Hebert Melanias, para quem a ação policial foi legítima.

O confronto ocorreu durante a Operação Cavalo de Troia, que pretendia desarticular uma quadrilha de roubo a bancos com atuação no sertão nordestino. Por volta das 15h de quinta, os policiais cercaram uma casa em Santana do Ipanema, no sertão de Alagoas, onde os suspeitos estavam escondidos, a fim de render o grupo.

Segundo a Polícia Civil de Alagoas, os criminosos responderam com tiros de fuzil, e os policiais revidaram. Nenhum policial ficou gravemente ferido. "Eles dispararam sem nenhuma técnica. A Polícia Civil tem todo o preparo", afirmou, na sexta (9), o delegado Fábio Costa, um dos responsáveis pela operação.

Segunda etapa: Adutora do Pajeú entra em operação e beneficia 280 mil moradores do Sertão

Resultado de imagem para adutora do pajeu

A partir do fim de novembro, aproximadamente 280 mil moradores do Sertão do Pajeú e da Paraíba receberão água tratada nas suas casas, com a entrada em operação da segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú. A obra, que teve a primeira fase entregue há quatro anos, está com 62% dos trabalhos concluídos. 

A informação foi confirmada pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), órgão vinculado ao Ministério da Integração e que está à frente das obras. O empreendimento, orçado em R$ 483,4 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) - sendo R$ 190,8 milhões destinados à primeira etapa e R$ 292,6 milhões para a segunda - faz parte do conjunto de ações do Governo Federal a fim de garantir maior oferta de água aos sertanejos.

Os serviços deste segundo trecho incluem montagem de tubulação e instalação de equipamentos hidromecânicos, o que oferece um “grande grau de complexidade às obras”, segundo o Dnocs, ao justificar o porquê de a entrega ocorrer quatro anos após a primeira etapa. Nesta segunda fase, a água será distribuída a 32 localidades dos estados de Pernambuco e Paraíba, por meio do ramal localizado em Sertânia, no Sertão do Estado. A primeira etapa, em operação desde 2014, já beneficia mais de 173.300 pessoas. Com a conclusão das duas etapas da adutora do Pajeú, a previsão é de que aproximadamente 505 mil habitantes de 32 localidades de Pernambuco e Paraíba sejam beneficiados.

Só em Pernambuco, segundo o Dnocs, serão contemplados o povoado Nazaré do Pico, no município de Floresta; três distritos (Canaã, em Triunfo, Tupanaci, em Mirandiba e Riacho do Meio, em São José do Egito); e mais 20 cidades, sendo Floresta, Betânia, Carnaubeira da Penha, Serra Talhada, Calumbi, Triunfo, Santa Cruz da Baixa Verde, Flores, Carnaíba, Quixaba, Afogados da Ingazeira, Iguaraci, Ingazeira, Solidão, Tabira, Tuparetama, Santa Terezinha, São José do Egito, Itapetim e Brejinho. Já na Paraíba, oito municípios serão contemplados pelo projeto, sendo eles Imaculada, Desterro, Livramento, São José dos Cordeiros, Taperoá, Princesa Isabel, Teixeira e Cacimbas.

Promessas de campanha de Paulo Câmara chegam na Assembleia

Resultado de imagem para paulo camara pernambuco

Antes de sair de férias na última sexta-feira (9), o governador reeleito Paulo Câmara (PSB) enviou dois projetos de lei à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), como antecipou a coluna Folha Política. As propostas serão detalhadas aos deputados estaduais pelo secretário-executivo da Fazenda, Bernardo D´Almeida, na terça-feira (13), e no mesmo dia a matéria será distribuída para relatoria nas comissões. No entanto, o líder da bancada de oposição, deputado Silvio Costa Filho (PRB), já sinalizou ser favorável às medidas. 

A proposta da Nota Fiscal Solidária viabilizará a promessa de campanha do 13º salário do Bolsa Família, e a redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do diesel, de 18% para 16%, era uma cobrança da oposição e dos motoristas de caminhão desde a crise dos combustíveis ocasionada pela greve dos caminheiros no final de maio passado. O Palácio do Campo das Princesas avalia que os projetos vão viabilizar uma maior competitividade das atividades econômicas e contemplar a população mais carente ao mesmo tempo. 

Queijo coalho terá selo de origem este ano em Pernambuco

Hoje, Estado possui 38 queijarias artesanais registradas.  Número de produção deve crescer

Produzido na região de Champagne, na França, a bebida champagne só pode ser rotulada assim quando é feita exatamente nesse lugar. Caso contrário, a bebida não é considerada champagne. Da mesma forma, o tão querido e conhecido queijo coalho dos pernambucanos pode ganhar esse mesmo registro, importante para alavancar a produção no Estado. 

Um documento foi encaminhado pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) ao Ministério da Agricultura para pleitear o que se chama de Denominação de Origem Controlada (DOC) para o queijo coalho produzido em Pernambuco. Esse é um selo para identificar quando a mercadoria é fabricada na região de origem.

'Se for necessário prender 100 mil, qual o problema?', pergunta Eduardo Bolsonaro

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, de 34 anos, devia acompanhar o pai, o presidente eleito Jair Bolsonaro, em sua primeira visita ao Supremo Tribunal Federal (STF), na quarta-feira, dia 7. Seu apartamento ainda guardava marcas na mesa da primeira reunião da equipe de transição, na noite anterior. Reeleito com 1,8 milhão de votos em São Paulo - o mais bem votado da história da Câmara -, o filho do presidente afirmou que vai lutar para tipificar como terrorismo os atos do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) um dia depois de o futuro ministro da Justiça, Sergio Moro, mostrar sua discordância sobre o tema. "Se for necessário prender 100 mil. Qual o problema?", perguntou.

Eduardo Bolsonaro também quer tornar o comunismo crime. Defendeu uma idade mínima para a aposentadoria diferente entre trabalhadores braçais e de escritório e a aprovação do projeto Escola Sem Partido, além de propor uma Constituinte exclusiva para a reforma política. O parlamentar não descarta ser candidato a prefeito ou governador de São Paulo e almeja criar um Foro de São Paulo da direita.

Lula e outros 1,2 mil impugnados terão que devolver R$ 38,7 milhões de fundo

A campanha de Lula declarou ter gastado R$ 19,7 milhões dos valores recebidos. Foto: Arquivo / Estadão Conteúdo.

Candidaturas impugnadas nas eleições 2018 receberam um total de R$ 38,7 milhões do fundo eleitoral e de doações oficiais. O valor, pelas regras da Justiça Eleitoral, terá de ser devolvido. A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve sua candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi responsável por R$ 20 milhões do total.

Os valores foram arrecadados antes da confirmação de Fernando Haddad na cabeça da chapa presidencial petista. A campanha de Lula declarou ter gastado R$ 19,7 milhões dos valores recebidos.

Outros 1,2 mil candidatos incorreram na mesma irregularidade. As prestações de contas entregues à Justiça mostram que os candidatos impedidos gastaram R$ 36,3 milhões - ou seja, há ainda R$ 2,4 milhões repassados, mas não gastos.

Os dados foram organizados pela ONG Movimento Transparência Partidária, com base nas informações publicadas peço TSE na internet. O Ministério Publico Eleitoral (MPE) estuda como reaver o valor total.

Cerveja de mandioca movimenta produção em Araripina

Silvano Coelho

Cerveja com mandioca forma a casadinha que deu certo no lançamento mais recente da Ambev, chamada de Nossa. A bebida, distribuída em todo o Estado, leva a ideia de campo para o copo graças ao valor sertanejo agregado pelo insumo. Embora não seja a mesma raiz consumida na mesa nordestina, a espécie que a indústria transforma em fécula para fazer uma breja mais leve e barata em comparação às tradicionais, garante a manutenção da cadeia produtiva na microrregião de Araripina, no Sertão do Estado. 

E isso é motivo para este ano ser um dos melhores na produção do agricultor Silvano Coelho, que se dedica à propriedade da família, localizada na Zona Rural da Serra do Inácio. Duas razões são fortes para ele comemorar o dobro de área cultivada, agora em 100 hectares. A chuva, que caiu entre os meses de maio e junho, e o contrato de fornecimento direto com a cervejaria.

Mais de 300 famílias foram mapeadas em todo o Estado, sendo Araripina a região mais expressiva no cultivo da mandioca. Seu Silvano concorda. Ele, que deixou de lecionar geografia em escola municipal para se dedicar quase exclusivamente à lavoura, representa um dos seis produtores parceiros nesse projeto. “A Serra do Araripe tem 800 metros acima do nível do mar e essa altitude é considerada a melhor para o cultivo de quase 300 mil hectares. Já a Serra do Inácio tem cerca de 21 mil hectares. Juntas, elas fazem a diferença na região”, resume. A média de produção das duas fica em torno de 500 mil toneladas por ano. 

Da Folha de Pernambuco

Arroz, feijão e carne são os alimentos mais desperdiçados no Brasil

Resultado de imagem para arroz, feijao e carne

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) encerrou neste sábado (10), em Brasília, a Semana Nacional de Conscientização sobre Perdas e Desperdícios de Alimentos 2018.

A programação do último dia contou com uma estrutura montada na Central de Abastecimento (Ceasa) da capital federal, e incluiu oferta gratuita de oficinas de combate ao desperdício, com dicas sobre como tirar o melhor aproveitamento de alimentos, evitando o descarte daquilo que ainda pode ser consumido. Ao longo dos últimos dias, exposições e outras oficinas, como a de hortas urbanas, também movimentaram o local.

Na casa das famílias brasileiras, arroz, carne vermelha, feijão e frango são os alimentos mais jogados fora, segundo a Secretária de Articulação Institucional e Cidadania do MMA, Rejane Pieratti. Ela explica que planejamento é fundamental para se evitar o desperdício.

OAB-AL pede esclarecimentos sobre operação que resultou em 11 mortes

Divulgação das imagens dos mortos nas redes sociais foi considerada desrespeitosa pela OAB-AL / Foto: Reprodução / Facebook

A Ordem dos Advogados do Brasil de Alagoas (OAB-AL) emitiu, nesta sexta-feira (9), um ofício solicitando esclarecimentos sobre a operação que resultou em 11 mortes no município de Santana do Ipanema, Sertão de Alagoas, na tarde da quinta-feira (8). O grupo é apontado como responsável por uma explosão de banco em Águas Belas, Agreste de Pernambuco.

De acordo com o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-AL, Ricardo Moraes, a entidade exige transparência de informações sobre as circunstâncias do caso. “Pela repercussão, a sociedade precisa saber o que realmente aconteceu na operação”, afirmou Moraes.

O documento da OAB-AL também enfatiza uma “grande preocupação” com a divulgação das imagens dos corpos nas redes sociais. Segundo o texto, “por meio destas, são criadas e especuladas vária hipóteses para o caso, além de demonstrar um verdadeiro desprezo pela vida humana.”.

“O texto será enviado para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AL), para a Delegacia Geral de Polícia Civil e para o Ministério Público, do controle externo à atividade policial”, assinalou Moraes.

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE