Suspeito de estuprar duas meninas, de 10 e 12 anos, é preso em Arcoverde

Um homem de 52 anos foi preso, no município de Arcoverde, por suspeita de estuprar duas meninas, de 10 e de 12 anos de idade. O suspeito estava na casa dele, na Travessa Manoel Sinuca Mulatinho, no bairro de São Geraldo, quando foi abordado pela equipe da Rocam.

Os policiais militares contaram que ele saiu de casa ao lado das crianças, vestindo um calção, sem roupa íntima e contou que as meninas estariam no local para receberem uma quantia em dinheiro. Os três foram encaminhados a Delegacia de Arcoverde e o Conselho Tutelar foi acionado.

O crime foi denunciado pela mãe de uma das vítimas e, de acordo com a polícia, já vinha ocorrendo há, pelo menos, um ano. As crianças contaram que recebia R$ 5 e eram obrigadas a assistir a um filme pornô, enquanto o suspeito fazia gestos obscenos e que em alguns encontros havia acontecido atos sexuais em troca de presentes, como um telefone celular. Ainda de acordo com as vítimas, o agressor ameaçava contar aos pais para que as meninas levassem um "pisa".

Elba Ramalho se enfurece e bate boca com seguidor

Depois de recentemente ter sido confirmada como uma das atrações do Rock in Rio 2017, Elba Ramalho, 65, não agradou a muitos fãs do famoso festival de música que atrai pessoas do mundo todo.

Um seguidor ironizou a participação da artista paraibana no evento e publicou no Instagram: “Só falta chamar Joelma, Chimbinha, Ludmilla”. Logo depois, a cantora veterana soltou o verbo nas suas redes sociais. “Prezado crítico, você é tão pequeno e insignificante que resolvi te dar moral. Só para te dizer que os cães ladram e a caravana canta. Se liga mané”, disparou ela. “Já deletei (o seguidor) não vamos alimentar coisas ruins. Às vezes, quem fala o que não deve, ouve o que não quer”, prosseguiu.

Elba Ramalho ainda agradeceu aos internautas que ficaram felizes com a novidade dela. “Obrigada pela parceria. Deus no comando! Vamos acalmar os ânimos, galera. Estou aqui rezando por todos nós, para que Deus nos dê discernimento, paciência e capacidade de perdoar. Noite de paz a todos”, finalizou a cantora que subirá ao palco Sunset do Rock in Rio no mês de setembro.

Novas eleições serão realizadas no próximo domingo em três municípios paulistas

TRE-MG Votação com biometria em Belo Horizonte - Foto: Cláudia Ramos - CCS/TRE-MG

Três municípios do estado de São Paulo vão eleger prefeitos e vice-prefeitos no próximo domingo (2). As novas eleições em Cafelândia, São José da Bela Vista e Mococa são necessárias porque os candidatos mais votados para o cargo nessas localidades no pleito de 2016 tiveram os registros de candidaturas cassados pela Justiça Eleitoral. A votação ocorrerá das 8h às 17h.

Há quatro candidatos aptos na disputa pelas Prefeituras de Cafelândia e de Mococa, e três em São José da Bela Vista. De acordo com a legislação, não pode concorrer na nova eleição o candidato que deu causa à nulidade do pleito de 2016.

Somente os eleitores constantes do cadastro eleitoral em situação regular e com domicílio nas cidades até o dia 2 de novembro de 2016 poderão votar na eleição de domingo.

O comparecimento às urnas é obrigatório aos cidadãos entre 18 e 70 anos de idade, e facultativo aos analfabetos, aos maiores de 16 e menores de 18 anos e aos acima de 70 anos.

Guilherme Uchoa comenta ação judicial que contesta votação de reajuste para militares

Reunião Plenária

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Guilherme Uchoa (PDT), ocupou a tribuna durante a Reunião Plenária desta terça (28) para tratar de um mandado de segurança impetrado pela Bancada de Oposição da Casa. A ação no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) alegou descumprimento do Regimento Interno da Alepe na votação do Projeto de Lei Complementar nº 1166/2017, do Poder Executivo, que reajustou o soldo de bombeiros e policiais militares.

Durante a votação da proposta em fevereiro, parlamentares da Oposição suscitaram Questões de Ordem e se ausentaram do Plenário por entender que não se cumpriu o artigo 231 do Regimento, ao se colocar a matéria em votação antes do prazo de cinco Reuniões Plenárias Ordinárias. No mandado de segurança, reiteraram o argumento de que não houve tempo hábil para os deputados examinarem a questão.

Ao tratar da ação judicial, Uchoa disse estar “com a consciência tranquila”. “Eu tenho a certeza absoluta de que não agi apenas como membro da Bancada de Governo, mas como presidente da Assembleia Legislativa”, frisou.

Posteriormente, no tempo dedicado à Explicação Pessoal, o presidente Guilherme Uchoa leu a decisão que indeferiu o pleito formulado pela Oposição no mandado de segurança. No despacho, o desembargador Jovaldo Nunes Gomes considerou que o pedido “não atende aos pressupostos constitucionais e legais para o manejo da ação mandamental” e decretou a extinção do feito sem julgamento do mérito.

O líder da Oposição, deputado Sílvio Costa Filho (PRB), assinalou que a ação buscava “uma interpretação jurídica sobre as dúvidas que pairavam” em relação à votação. “Não houve nenhuma manifestação contra a atitude do deputado Guilherme Uchoa, mas a uma interpretação de toda a Mesa Diretora e dos presidentes de Comissões. Este pode ser o momento de reabrir a discussão com a sociedade”, ponderou.

Sobre a decisão judicial, o oposicionista disse que avaliará as considerações feitas pelo magistrado. “A Bancada de Oposição está no seu papel de tirar as dúvidas quando entender que há algo questionável. Vamos analisar a matéria para ver o encaminhamento que será dado”, manifestou.

O deputado Edilson Silva (PSOL) afirmou que o Governo “atropelou o Regimento da Casa” na votação. “Eu fiz um apelo na Comissão de Justiça e no Plenário, e me foi dito que eu deveria entrar com uma ação na Justiça”, alegou.

Líder do Governo, Isaltino Nascimento (PSB) defendeu o projeto do Executivo, afirmando que, além de Pernambuco, apenas o Ceará concedeu reajustes aos militares este ano – e, ainda assim, em valores menores do que os aprovados pela Alepe.

“Nenhum outro Estado deu aumento salarial para os profissionais da segurança pública em 2017. Com o reajuste, em dezembro do próximo ano seremos a primeira unidade da federação a ter equivalência entre a Polícia Civil e a Militar. O debate de ideias tem que ser preservado. Isso aconteceu, mas queriam postergar a discussão para criar dificuldade no Carnaval”, expressou o governista.

Denúncia de superfaturamento em contratos no transporte escolar de Santa Maria do Cambucá

O prefeito da cidade de Santa Maria do Cambucá, Alex Robevan de Lima, foi multado pelo Tribunal de Contas de Pernambuco por irregularidades em contratação e pagamento de serviços de transporte escolar no município, no ano de 2013.

A decisão partiu do conselheiro substituto e relator Marcos Nóbrega, em substituição a Marcos Loreto, após denúncia protocolada no TCE e analisada pela equipe de auditoria por meio do processo TCE-PE nº 1400811-7.

Segundo a denúncia, a prefeitura teria contratado e pago serviços de transporte escolar para alunos da rede pública, e de locação de veículos destinados às secretarias municipais, com preços superfaturados, no valor total de R$ 133.567,20. Há referências também de problemas com contratação irregular de atrações artísticas e ausência da planilha de composição de preços unitários nos processos de contratação.

A denúncia foi julgada procedente pela Segunda Câmara do TCE, em sessão realizada nesta terça-feira (28). Além do pagamento de multa, o relator do processo determinou também imputação de débito ao prefeito, de forma solidária com a Empresa Cardoso Locações e Transportes Ltda., no valor de R$ 133.567,20, que deverá ser atualizado monetariamente. Ficou determinado ainda que o gestor, ou quem vier a sucedê-lo, adote as medidas a seguir relacionadas, sob pena de aplicação da multa prevista na Lei Estadual:

- Abster-se de realizar procedimentos licitatórios com cláusulas restritivas ou impeditivas à competitividade, a exemplo da contratação de artistas por pregão, onde estes já estão previamente selecionados;

- Instruir todos os processos de contratação direta de artistas com documentos que indique a exclusividade da representação por empresário do artista, acompanhado do respectivo contrato entre o empresário e o artista, que comporte, no mínimo, cláusulas de duração contratual, de abrangência territorial da representação e do seu percentual;

- Instruir os processos licitatórios com projeto básico e orçamento detalhado em planilhas que expressem a composição de todos os seus custos unitários, conforme exigência da lei.

Operação da Polícia Federal erradica 362 mil pés de maconha no Sertão de Pernambuco

Resultado de imagem para 362 mil pes de maconha erradicados - diario de pernambuco

A Polícia Federal em Pernambuco apresenta, na manhã desta quarta-feira, o resultado da operação Baraúna, que erradicadou 362 mil pés de maconha nas ilhas do Rio São Francisco nos municípios de Orocó, Cabrobó e Belém do São Francisco, Sertão de Pernambuco. De acordo com a PF, o montante seria suficiente para produzir cerca de 160 toneladas da droga.

Durante a ação também foram apreendidas mais de duas toneladas de maconha pronta para o consumo e descoberta uma nova tática dos traficantes, de plantar a erva misturada com mandioca, para ocultar os plantios e dificultar a localização pelos policiais federais durante as inspeções feitas em helicópteros.

Os trabalhos, realizados pela PF em Salgueiro, com apoio do Corpo de Bombeiros e de policias civis do Distrito Federal, fazem parte das estratégicas adotadas pela Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes-CGPRE, Órgão Central da Polícia Federal em Brasília, para reduzir a produção e oferta de maconha na região. A operação contou com um efetivo 40 policiais entre federais, civis e militares do GATI e do Corpo de Bombeiros de Belém do São Francisco. Os policias trabalharam com incursões terrestres, aéreas e fluviais e contaram com o apoio de três aeronaves sendo duas da Coordenação de Aviação Operacional da Polícia FederalF e uma da Polícia Civil do Distrito Federal, além botes infláveis do Corpo de Bombeiros.

De 15 a 22 de março, foram erradicados 362 mil pés de maconha, 97 plantios, 159 mil mudas da planta e apreendudos 2.100 Kg de maconha pronta para o consumo. Ninguém foi preso. Os plantios foram localizados após levantamentos feitos pela Polícia Federal.

MPE pede cassação de Temer e inelegibilidade de Dilma

Resultado de imagem para dilma e temer

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação do presidente Michel Temer (PMDB) e a inelegibilidade da presidente cassada Dilma Rousseff (PT), segundo fontes que acompanham as investigações. A manifestação da Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE), mantida sob sigilo, foi encaminhada na noite desta terça-feira (28) ao TSE.

O julgamento da ação que apura se a chapa Dilma-Temer cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger em 2014 foi marcado para começar na manhã da próxima terça-feira. O TSE dedicará quatro sessões da semana que vem - duas extraordinárias e duas ordinárias - para se debruçar sobre o caso, que poderá levar à cassação de Temer e à convocação de eleições indiretas.

Se os ministros do TSE seguirem o entendimento da PGE - ou seja, cassarem Temer, mas o deixarem elegível -, ele poderia concorrer numa eleição indireta.

Procurada pela imprensa, a defesa de Temer informou que só se manifestará sobre o parecer no julgamento. A defesa de Dilma não se manifestou.

Comissão de Agricultura discute Projeto de Integração do Rio São Francisco em Floresta

ESTIAGEM - Durante a audiência, a população, que sofre com a seca há seis anos, denunciou não estar sendo beneficiada com a Transposição do Rio São Francisco. Foto: Rinaldo Marques

Os efeitos do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf) na perenização do Riacho do Navio, em Floresta, foram discutidos em audiência pública, nesta terça (28), na Câmara de Vereadores do município. O encontro foi solicitado pelo presidente da Comissão de Agricultura, deputado Claudiano Martins Filho (PP). O deputado Rodrigo Novaes (PSD), que comandou o debate, destacou a necessidade de revitalização e modernização da barragem Barra do Juá para que seja receptora da barragem Muquém, também em Floresta. Sofrendo com a seca há seis anos, a população local denunciou não estar sendo beneficiada com a transposição do Velho Chico.

“Vamos nos unir pra reivindicar que essa água possa ser usada pelo povo florestano. É preciso haver um volume que torne possível, ao menos, a pesca e a subsistência das pessoas da região”, alertou Novaes, que encomendou laudo técnico ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), para atestar a capacidade de funcionamento de Barra do Juá. Além de se comprometer a averiguar os reparos necessários para a barragem, o coordenador do Dnocs estadual, Marcos Rueda, sugeriu a ampliação do debate. “Que se convoque também o Ministério da Integração, a Codevasf e a Apac”, frisou.

Maria da Guia, vice-presidente da Associação dos Pescadores, relatou alguns problemas enfrentados por pessoas que só viviam da pesca: “Temos mais de 30 famílias sofrendo muito. Elas não têm condições de sair da Barra do Juá e pescar no São Francisco. Estão perdendo seus benefícios junto à Previdência porque estão há anos sem exercer as atividades”. Ricardo Souza, coordenador do Conselho dos Usuários do Açude Barra do Juá, condenou a possibilidade de os moradores terem de arcar com a água que antes consumiam gratuitamente. Segundo ele, “90% dos produtores de Riacho do Navio são agricultores familiares. Eles deveriam ter algum tipo de concessão para não pagar nada”, pontuou.

“Pagar água onde já se vive castigado com a seca é o pior crime que pode acontecer nesse momento”, completou o presidente da Câmara Municipal, o vereador Beto Souza. Sobre o assunto, o representante da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Sérgio Torres, explicou que o “município não tem água, tem terra”. “Se o rio percorre mais de um Estado, o curso d’água pertence à União. No caso de Pernambuco, a gestão vai ter que definir qual operador estadual fará a mediação entre os usuários e a esfera federal. A Compesa é um deles”, observou. Rodrigo Novaes apoiou a ideia de criar uma tarifa social de irrigação para terrenos de até um hectare. “Vou levar a proposta ao Governo Federal”, enfatizou.

Projeto da Transposição – Considerado o maior empreendimento hídrico do País, o Projeto de Integração do Rio São Francisco pretende beneficiar 12 milhões de brasileiros. A construção, que recebeu o investimento de R$ 9,6 bilhões, terá 477 quilômetros de extensão e vai abastecer 390 cidades de Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Novo sistema da SDS promete localizar celulares furtados ou roubados

Resultado de imagem para roubo a celulares

Visando facilitar a identificação de celulares roubados ou furtados, a Secretaria de Defesa Social (SDS) criou uma espécie de banco de dados dos aparelhos. Trata-se do "Alerta Celular", o sistema têm como objetivo inibir a ação dos assaltantes.

Para isto, é preciso saber o IMEI (Identificador Internacional de Dispositivo Móvel) de seu aparelho, número de identificação que todo celular possui na Anatel. Basta digitar, em seu smartphone *#06# que o código aparecerá em seu visor. Após registrar o aparelho na plataforma, em caso de roubo ou furto, basta protocolar uma ocorrência informando o número de IMEI do aparelho previamente cadastrado. O aparelho ficará com um alerta em seu registro como roubado ou furtado. Por meio deste registro, a polícia identificará seu aparelho, e terá acesso ao possuidor ilegal do aparelho para devolvê-lo ao seu verdadeiro dono.

"Se, porventura, essas pessoas forem vítimas de um roubo ou furto, o número já estará vinculado ao CPF e a polícia poderá puxar essas informações. É um recurso que pode ser utilizado como ferramenta de inteligência nas investigações", afirmou o chefe da Polícia Civil, o delegado Joselito Kehrle.

Somente no ano de 2016, cerca de 54 mil roubos de celulares foram registrados em Pernambuco. Incluindo todas as modalidades como roubo a transeunte, roubo a ônibus e roubo a agência bancária. "Em todas essas modalidades, existe a possibilidade concreta de roubo do objeto celular da vítima", explicou o órgão.

A Secretaria de Defesa Social publicou um vídeo em seu canal no Youtube em que explica de forma simples um passo a passo de como funciona o serviço e como você pode se inscrever, confira:

Julgamento de ação que pede cassação da chapa Dilma-Temer começa dia 4

Resultado de imagem para dilma e temer

O presidente Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, marcou para terça-feira (4), às 9h, o início do julgamento da ação em que o PSDB pede a cassação da chapa Dilma-Temer, que disputou as eleições presidenciais de 2014. Para analisar o processo, foram marcadas quatro sessões na semana que vem.

A última etapa do processo foi concluída pelo relator, ministro Herman Benjamin, que enviou aos demais integrantes do colegiado o relatório final. Ao concluir o processo, Herman pediu a Gilmar Mendes que inclua o processo imediatamente na pauta, conforme prevê a Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar 64/1990).

No relatório, que é mantido em sigilo pelo relator, há uma síntese sobre a fase de coleta de provas, entre as quais estão os depoimentos de delação premiada de executivos da empreiteira Odebrecht, que citaram supostos pagamentos irregulares para a campanha presidencial. O voto de Herman Benjamin será conhecido somente no dia do julgamento.

MPF/PE processa ex-prefeito de Lagoa de Itaenga; ele juntamente com outros oito são acusados de praticar irregularidades na aplicação de verbas para Educação

Resultado de imagem para mpf pe

O Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF/PE) ajuizou duas ações penais contra o ex-prefeito do município de Lagoa de Itaenga, na Zona da Mata, Jackson José da Silva, por desvio de recursos oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), bem como por fraudes em licitações. Também são alvos dos processos outras oito pessoas, incluindo integrantes da Comissão de Licitação à época. A responsável pelo caso é a procuradora da República Silvia Regina Lopes.

Uma das ações é fruto de inquérito civil instaurado após apurações da Controladoria-Geral da União (CGU), que identificaram irregularidades, entre 2009 e 2010, na aplicação de recursos federais destinados ao Programa Brasil Escolarizado. Foram constatadas fraudes em licitações, fracionamento de despesas para manutenção de veículos, ausência de comprovação de utilização de recursos na educação básica e em despesas com combustível. O prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 3,5 milhões. O MPF já conseguiu o bloqueio de bens dos acusados, após ajuizamento, no ano passado, de ação de improbidade administrativa (Processo nº 0803409-42.2016.4.05.8300 – 7ª Vara Federal). 

O outro processo foi motivado após investigações do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE/PE), que apontaram má utilização, em 2010, de recursos para contratação de transporte escolar. As apurações identificaram fraude, mediante direcionamento da empresa que venceria a licitação, bem como elevação arbitrária do preço contratado. O ex-prefeito também realizou pagamento direto do serviço de transporte de alunos e professores sem a realização de certame ou celebração de contrato, o que viabilizou o desvio de recursos do Fundeb por meio de despesas sem a efetiva comprovação da prestação do serviço. O prejuízo ao erário foi de aproximadamente R$ 345 mil.

Crimes - Além de Jackson José da Silva, são alvos das ações os integrantes da Comissão de Licitação de Lagoa de Itaenga à época - Lucivane Francisca da Silva, Silvana Valéria dos Santos, Natália Patrícia de Medeiros e Klécia Maria da Silva –, o então vereador Joel Cândido Gonzaga, o pai do ex-prefeito, José Manoel da Silva, o ex-motorista de José Manoel, Paulo Antônio de Oliveira, e o empresário Diogo Luís dos Santos.

Caso a Justiça Federal acate os pedidos do MPF, os acusados podem ser condenados por crimes de responsabilidade (desvio de bens), dispensa indevida de licitação e fraudes em licitações. Se condenados, as penas previstas são de prisão, pagamento de multa e reparação dos prejuízos causados aos cofres públicos.

Processo nº 0000562-66.2017.4.05.8300 - 13ª Vara Federal em Pernambuco

Presidente do TCE alerta prefeitos sobre prazo para prestações de contas

O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Carlos Porto, alertou os prefeitos pernambucanos para a necessidade de prestarem contas ao órgão até a próxima sexta-feira (31), conforme determina a sua Lei Orgânica, sob pena de pagamento de multa e outros tipos de sanção. O alerta foi feito durante entrevista concedida, ao vivo, ao programa “Bom Dia Pernambuco” da Rede Globo Nordeste de Televisão. O outro convidado que também falou sobre o mesmo assunto foi o prefeito de Afogados da Ingazeira e presidente reeleito da Associação Municipalista de Pernambuco, José Patriota, cuja posse ocorreu nesta terça-feira (28) na própria da entidade, no bairro de Jardim São Paulo.

Porto chamou inicialmente a atenção dos gestores públicos estaduais – incluindo o Tribunal de Justiça, o Ministério Público e a Assembleia Legislativa - para o fato de o prazo das suas prestações de contas estar marcado para encerrar-se um dia antes, ou seja, na próxima quinta-feira, dia 30.

Segundo ele, até o início da manhã desta terça-feira (28) 72% dos gestores estaduais e municipais pernambucanos já tinham iniciado o envio dos documentos por meio eletrônico, repetindo praticamente a mesma situação ao ano anterior, quando também deixaram para prestar contas nos últimos dias do prazo legal.

ORIENTAÇÃO – O presidente da Amupe, José Patriota, disse estar tranquilo em relação ao cumprimento do prazo porque todos os prefeitos foram orientados a seguir o que manda a lei. “Fizemos reuniões preparatórias com participação do pessoal da Amupe e do próprio TCE e todos estão cientes de suas obrigações”, disse ele.

Observou que apesar de ter havido uma grande renovação de prefeitos nas últimas eleições, todos estão cientes de que devem prestar contas do TCE até o próximo dia 31, mesmo da gestão administrativa pela qual não foram responsáveis (2013-2016).

Situação do Patrimônio Histórico de Triunfo é julgada irregular pelo TCE; ex-prefeito, Luciano Bonfim, é multado em quase R$ 15 mil

Resultado de imagem para triunfo pe

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas julgou irregular, no último dia 16, o processo de Auditoria Especial TC nº 1605520-2 relativo ao município de Triunfo, sob a relatoria do conselheiro Marcos Loreto. A auditoria foi realizada para avaliar as ações de preservação do Patrimônio Histórico e Artístico adotadas pelo município em 2014.

As análises demonstraram, dentre outros problemas, que o município não tinha capacidade administrativa, técnica e operacional para preservar e difundir adequadamente o seu patrimônio. A ausência de inspeções periódicas ou rotinas para garantira manutenção dos monumentos e dos bens culturais preserváveis foi outro aspecto observado.

De acordo com o relatório,o município não vinha seguindo as diretrizes de seu Plano Diretor, nem atendendo às determinações das demais leis municipais urbanísticas quanto à preservação do patrimônio histórico. Cerca de 11,5% do total dos bens catalogados como valores culturais, legalmente protegidos, encontravam-se descaracterizados ou em processo de arruinamento. Isso significa que, a cada ano, três desses imóveis eram diretamente atingidos por esse problema, caracterizando um forte processo de deterioração de seu patrimônio histórico, danos irreversíveis e a perda de bens culturais.

Outro aspecto apontado pelo levantamento mostrou que Triunfo carecia de um plano de ordenamento de mobilidade urbana que atendesse ao Centro Histórico da cidade. A comunidade quilombola de Águas Claras, por sua vez, não era beneficiada por políticas públicas afirmativas, ou seja, ações com o objetivo de corrigir desigualdades raciais ou étnicas acumuladas ao longo de anos, principalmente no que diz respeito à educação.

O não atendimento às recomendações apresentadas pelo TCE no relatório preliminar de auditoria, e a não resolução dos problemas do patrimônio da cidade, deram causa ao julgamento pela irregularidade do processo, além da imputação de uma multa no valor de R$14.800,00 ao prefeito.

FISCALIZAÇÃO - As auditorias de Gestão do Patrimônio Cultural vêm sendo conduzidas pelo TCE, desde 2003, para avaliar a situação de diversos municípios pernambucanos no atendimento a critérios mínimos para a adequada salvaguarda e fomento dos bens culturais (materiais e imateriais) de cada localidade. Além de Triunfo, a lista dos municípios fiscalizados é composta por Olinda, Igarassu, Paudalho, Goiana, Rio Formoso e Brejo da Madre de Deus, pelo importante acervo patrimonial e cultural que reúnem em Pernambuco.

Manifestante baleado por PM tem piora e volta a respirar por aparelhos

Resultado de imagem para jovem baleado por pm em pernambuco

Sofreu uma piora no estado de saúde, o manifestante baleado por um policial militar internado no Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista. De acordo com boletim médico divulgado nesta terça-feira, Edvaldo da Silva Alves, de 19 anos,

apresentou piora clínica, voltando à respiração mecânica e trata de infecções associadas à gravidade do quadro.

Na tarde deste domingo, por volta do meio dia o paciente foi retirado dos aparelhos de respiração mecânica e voltou a respirar espontaneamente. Ele permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com visitas permanecem restritas à família, nos horários determinados pelo hospital.

No dia 17 de março, ele participava de um protesto contra a insegurança em Itambé, na rodovia PE-75, quando foi alvejado por um disparo efetuado após um PM fazer menção a quem levaria um tiro primeiro. Alvejado, sangrando, acabou sendo arrastado por PMs, sendo agredido e jogado na caçamba de uma viatura e depois socorrido para o Hospital Miguel Arraes.

As cenas foram gravadas num vídeo e disponibilizados pela Internet, com um áudio em que moradores do município gritavam contra a ação da PMPE num protesto pelo qual clamavam por policiamento e segurança contra assaltantes. Estudantes e outros moradores da área queimaram pneus e pedaços de madeira, interditando a PE-75 entre os municípios de Itambé e Goiana. PMs tentavam liberar a rodovia, sem sucesso, quando ocorreu o incidente.

Na segunda-feira passada, a Secretaria de Defesa Social informou que instaurou um inquérito policial e um procedimento administrativo para apurar o disparo efetuado por um policial militar contra um manifestante durante um protesto por segurança realizado na sexta-feira passada, no distrito de Caricé, município de Itambé, na Mata Norte. Em nota, a pasta acrescentou que desde o dia da ocorrência o caso está sendo investigado pela Delegacia de Itambé.  "As ouvidas de testemunhas, tanto dos policiais militares quanto dos manifestantes que estavam no local, já foram iniciadas e continuarão até o esclarecimento dos fatos. É importante esclarecer que em casos de ação penal pública incondicionada, como o fato em Itambé, não é necessário prestar queixa na delegacia. O processo é aberto independentemente de representação. Mesmo assim, o Boletim de Ocorrência (BO) foi realizado e as investigações correm com celeridade. O Comando Geral da Polícia Militar abriu Inquérito Policial Militar para apurar a conduta dos servidores, que foram retirados das funções de policiamento ostensivo até a apuração completa dos fatos. A Corregedoria da SDS também está atuando no caso", diz o documento.

Economista pernambucano nascido em Itapetim assume a presidência do Porto do Recife

Resultado de imagem para Economista carlos do rêgo em recife

O economista Carlos do Rêgo Vilar assumiu, nesta segunda-feira (27), a presidência do Porto do Recife. Nascido em Itapetim, no Sertão do Pajeú, tem 70 anos e atua há 42 anos no ancoradouro. Ele substitui o advogado Flávio Gouveia, que passa a presidir o Laboratório Farmacêutico de Pernambuco (Lafepe).

Entre os anos de 1983 a 1991, Carlos Vilar foi diretor administrativo e de obras do Porto e já chegou a assumir a presidência do ancoradouro no período de 1991 a 2000. Em 2013, esteve à frente da Diretoria Comercial e de Operações, último cargo ocupado antes de assumir a presidência pela segunda vez.

Durante a cerimônia de transmissão do cargo, realizada no auditório da sede administrativa do Porto, o ex-presidente Flávio Gouveia saudou o novo titular do cargo e agradeceu pela acolhida durante o período em que esteve à frente do Porto. Depois dos discursos, outros três novos diretores assinaram os termos de posse.

Com as mudanças, o novo presidente da Diretoria Comercial e de Operações passa a ser Marcos Dubeux. Antônio Carlos Gonçalves da Rocha vai para a Diretoria Financeira, e Michele Souza passa a ser titular da Diretoria de Projetos e Obras.

Do G1 PE

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE