Assembleia Legislativa presta homenagem a desembargador afogadense, Alberto Virgínio

O desembargador Alberto Nogueira Virgínio foi homenageado, nesta segunda (19), em Reunião Solene na Assembleia Legislativa. A iniciativa foi sugerida pelo deputado Clodoaldo Magalhães (PSB), como forma de enaltecer os 40 anos de carreira do magistrado, que é natural de Afogados da Ingazeira.

Seguir a profissão do pai, juiz de Direito, foi um estímulo à decisão do estudante Alberto para cursar Ciências Jurídicas, tendo concluído o curso de Direito em 1979, na Paraíba, Estado onde iniciou a carreira de advogado. Virgínio permaneceu trabalhando num escritório até 1983, quando ingressou na magistratura pernambucana.

O homenageado foi juiz corregedor auxiliar de presídios em 1994; juiz corregedor auxiliar da 4ª Região, de fevereiro de 1995 a janeiro de 1996, e da 5ª Região, de fevereiro de 1996 a janeiro de 1998. Em 2000, atuou como juiz da 6ª Zona Eleitoral do Recife, quando acumulou as funções de juiz-membro da Comissão de Propaganda Eleitoral. O Tribunal de Justiça de Pernambuco promoveu Virgínio ao cargo de desembargador em 2005, pelo critério de merecimento.

O primeiro vice-presidente da Alepe, deputado Pastor Cleiton Collins (PP), afirmou, na abertura da solenidade, “que a Casa presta oportuna homenagem a um magistrado que, há quatro décadas, atua em defesa da sociedade e da boa prática jurídica”.

Clodoaldo Magalhães destacou que Virgínio é um dos grandes expoentes do Judiciário pernambucano. “Prudência, moderação, ética e amor pelo que faz são as palavras que traduzem o dia a dia do magistrado”, ressaltou.

O homenageado recebeu uma placa comemorativa da Assembleia. Virgínio agradeceu a iniciativa. “O dia de hoje me faz voltar a um passado distante, mas também revela que a minha responsabilidade como magistrado ganha um peso maior”, observou.

Adalto Santos pede aplicação de lei que regulamenta uso de celulares nas escolas

Em pronunciamento no Pequeno Expediente desta segunda (19), o deputado Adalto Santos (PSB) demonstrou preocupação com o uso de aparelhos celulares por estudantes nas salas de aula. Ressaltando que a utilização da ferramenta nas instituições de ensino de Pernambuco é regulamentada pela Lei Estadual n° 15.507/2015, ele informou que fará uma indicação ao Governo do Estado pedindo que a norma seja efetivamente colocada em prática.

“Venho à tribuna dar ciência aos demais parlamentares sobre a indicação que farei ao Governo do Estado. É preciso fazer valer a lei e tirar nossas crianças e jovens do caminho da ignorância”, informou. De acordo com Santos, estudos científicos revelam a diminuição da capacidade intelectual de pessoas que utilizam celulares por longos períodos. “A norma precisa ser respeitada. Isso não será feito à força, mas conscientizando os alunos”, acredita.

Barracas de fogos explodem em Petrolina

Barracas de fogos explodiram

Ao menos três barracas de fogos de artifício explodiram em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, na manhã desta terça-feira (20). O incêndio ocorreu em frente ao cemitério da cidade. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu controlar as chamas. Não houve registro de vítimas

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também enviou equipes ao local. Testemunhas informaram que as explosões duraram mais de um minuto e podiam ser ouvidas à distância, de vários bairros.

As causas da explosão ainda estão sendo apuradas segundo a prefeitura municipal, que disse que as barracas estavam regulares. Moradores da área disseram que as explosões começaram em uma caminhonete carregada de fogos que passava no local. Há ainda informações preliminares de que três veículos que foram parcialmente destruídos e os tetos de algumas residências próximas desabaram.

Posto de recadastramento biométrico é inaugurado em Santa Cruz da Baixa Verde

Posto de recadastramento biométrico é inaugurado em Santa Cruz da Baixa Verde

Presidente do TRE-PE, desembargador Antônio Carlos Alves da Silva, na manhã desta sexta (16), inaugurou o posto biométrico no município de Santa Cruz da Baixa Verde. A solenidade teve a presença da diretora-geral do TRE-PE, Isabela Landim e do juiz 69ª Zona Eleitoral, Marcus César Sarmento Gadelha.

O município de Santa Cruz da Baixa Verde, localizado na região do Pajeú, é município termo de Triunfo, isto significa que está administrativamente ligado à Zona Eleitoral de Triunfo, em relação a Justiça Eleitoral, uma vez que em Santa Cruz da Baixa Verde não tem Cartório Eleitoral. A cidade tem 9.714 eleitores, e 1.626 já realizaram a biometria, ou seja, já estão cadastrados 16,74% do eleitorado.

“O recadastramento biométrico é extremamente importante, inclusive, para fixar o valor que lhe é devido a nível de participação no Governo Federal, que é o Fundo de Participação dos Municípios, que trará, obviamente, uma vez cadastrado, melhorias significativas, além da segurança do processo eleitoral, o que é mais importante, ou seja, o voto é do eleitor com aquela certeza absoluta por conta da codificação que tem nas digitais e ninguém fará uso indevidamente”, explicou o juiz Marcus Gadelha, sobre a importância da biometria.

Polícia Federal conclui que houve corrupção passiva em caso Temer

Em relatório preliminar entregue nesta segunda-feira (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a investigação envolvendo o presidente Michel Temer e seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, a Polícia Federal (PF) concluiu que houve crime de corrupção passiva, mas pediu um prazo maior para concluir o inquérito referente aos delitos de organização criminosa e obstrução de Justiça.

Ainda não se sabe qual o papel atribuído a cada um dos investigados pela PF, que não se manifestou sobre o relatório. Mas, de acordo com o jornal Folha de São Paulo, o documento é conclusivo sobre a existência do crime de corrupção passiva.

Segundo o jornal O Globo, a investigação levou em consideração indícios e provas, além de conversas gravadas entre o diretor da JBS Ricardo Saud e Loures.

A corrupção estaria ligada ao episódio da mala de propina de 500 mil reais, que beneficiaria Temer, entregue a Loures por Saud. O dinheiro foi devolvido pelo ex-assessor que foi preso no início de junho.

A PF pediu ao ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF, um prazo adicional de cinco dias para concluir as outras investigações, pois espera o laudo das perícias das gravações feitas por Joesley Batista.

A decisão de denunciar Temer e Loures ao Supremo, com base nas investigações da PF, caberá ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Desde o início das investigações, Temer nega as acusações.

Diretoria da Associação de Cabos e Soldados vai recorrer de exclusão da PMPE

Associação se pronunciou nesta segunda. Foto: Marlon Diego/Esp. DP (Associação se pronunciou nesta segunda. Foto: Marlon Diego/Esp. DP)

Os advogados da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS-PE) informaram nesta segunda-feira que irão recorrer da decisão da Secretaria de Defesa Social (SDS) sobre a exclusão do presidente e do vice da entidade dos quadros da Polícia Militar. A portaria assinada pelo secretário Angelo Gioia foi publicada no Diário Oficial do último sábado. Albérisson Carlos da Silva (presidente) e Nadelson Leite Costa (vice) disseram que mesmo com a publicação da portaria continuarão à frente da associação. A entidade classificou a decisão da SDS como um “ato ditatorial do Governo de Pernambuco.” De acordo com o advogado François Cabral, será pedida a reconsideração do ato de exclusão e ainda será impetrado um mandado de segurança junto ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

De acordo com a portaria publicada do Diário Oficial, os líderes da associação fizeram, no ano passado, críticas ao então secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, e comentários “desonrosos” ao governador Paulo Câmara em vídeo divulgado nas redes sociais. Além disso, a Corrgedoria diz que Albérisson e Nadelson “aproveitando-se de uma momento acirrado de negociações salariais, buscaram tão somente fragilizar a hierarquia e disciplina, pilares básicos da instituição militar.” O presidente e o vice da ACS afirmaram que foram demitidos sem terem sidos ouvidos pela Corregedoria durante o período de investigação.

“Não foi surpresa para nós essa decisão do secretário de Defesa Social. E o argumento usado pelo estado para nos demitir é frágil. Foi alegado como motivo o vídeo gravado por mim e Nadelson, onde nós gravamos pedindo mais segurança. Esse governo não aceita que trabalhadores da segurança pública façam críticas. Estamos sendo perseguidos. Nossa demissão é de caráter político, de perseguição. Não fizemos nada que desabone nossa conduta policial militar e estamos recebendo apoio dos militares”, declarou Albérisson. A bancada de oposição da Assembleia Legislativa de Pernambuco emitou nota nesta segunda-feira afirmando que “condena a expulsão do presidente e vice-presidente da ACS-PE e se solidariza com os dirigentes diante de mais um ato de autoritarismo adotado pela Secretaria de Defesa Social e pelo Governo do Estado de Pernambuco contra a categoria de policiais e bombeiros militares.”

A SDS também se pronunciou por meio de nota enviada à imprensa. O órgão informou que a Corregedoria Geral atuou com “imparcialidade, transparência e amparada na legalidade” ao excluir os cabos Alberisson Carlos e Nadelson Leite. A SDS disse ainda que “os processos administrativos disciplinares (PADs) foram embasados em provas técnicas e robustas, concedendo amplo espaço para defesa e o contraditório. Os inquéritos foram instaurados no dia 06 de outubro de 2016, pelo corregedor Servilho Paiva, assinados pelo então secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, com base em vídeos divulgados nas redes sociais, que demonstraram, conforme análise da comissão disciplinar, incompatibilidade com o Código Penal Militar.”

Diario de Pernambuco

TRE de Pernambuco entrega ofício ao TSE com propostas sobre rezoneamento eleitoral no estado

Fachada do TSE

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) divulgou uma nota, nesta segunda-feira (19), onde criticou a expulsão do presidente e vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Alberisson Carlos e Nadelson Leite Costa, respectivamente. No texto, o grupo chamou o ato de autoritário.

No texto, a bancada afirma defender o restabelecimento do diálogo entre os representantes da Secretaria de Defesa Social e do Comando Militar e as associações militares “como forma de reverter o atual quadro de tensão vivido na corporação”. “Para isso, é fundamental que o governo possa reabrir a mesa de negociação com a categoria”, diz a nota.

Os opositores voltam a falar dos números do Pacto pela Vida, programa do Governo do Estado, afirmando que os cinco primeiros meses do ano foram os mais violentos do Pacto, com crescimento de 44% nos casos de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado.

“Os parlamentares da bancada condenam a radicalização e se coloca à disposição do governo para ajudar a construir uma saída para a atual crise na segurança pública do Estado. A Oposição já apresentou uma série de sugestões ao governo, a exemplo da Frente Parlamentar da Segurança Pública; do gabinete de crise; da proposta de criação de dois assentos para o Poder Legislativo no comitê gestor do Pacto pela Vida; da intensificação do diálogo com as prefeituras, da ampliação da parceria com o Governo Federal na fiscalização nas divisas e do incremento da política de combate ao tráfico e prevenção ao consumo de crack”, afirmam os integrantes da bancada de oposição.

Por fim, na nota, o grupo afirma que vai acompanhar os desdobramentos do processo e faz um apelo ao governador Paulo Câmara (PSB) e ao secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, para que reavaliem a decisão. “O momento é de união de forças para o combate à criminalidade e ao crescimento da violência e o resgate da transparência e do debate com a sociedade, princípios essenciais do Pacto pela Vida, são fundamentais para construir uma saída para o quadro em que mergulhamos nos últimos três anos”, finaliza.

Oposição critica expulsão de dirigentes da Associação de Cabos e Soldados-PE

Resultado de imagem para associação de cabos e soldados da pmpe

A bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) divulgou uma nota, nesta segunda-feira (19), onde criticou a expulsão do presidente e vice-presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Alberisson Carlos e Nadelson Leite Costa, respectivamente. No texto, o grupo chamou o ato de autoritário.

No texto, a bancada afirma defender o restabelecimento do diálogo entre os representantes da Secretaria de Defesa Social e do Comando Militar e as associações militares “como forma de reverter o atual quadro de tensão vivido na corporação”. “Para isso, é fundamental que o governo possa reabrir a mesa de negociação com a categoria”, diz a nota.

Os opositores voltam a falar dos números do Pacto pela Vida, programa do Governo do Estado, afirmando que os cinco primeiros meses do ano foram os mais violentos do Pacto, com crescimento de 44% nos casos de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado.

“Os parlamentares da bancada condenam a radicalização e se coloca à disposição do governo para ajudar a construir uma saída para a atual crise na segurança pública do Estado. A Oposição já apresentou uma série de sugestões ao governo, a exemplo da Frente Parlamentar da Segurança Pública; do gabinete de crise; da proposta de criação de dois assentos para o Poder Legislativo no comitê gestor do Pacto pela Vida; da intensificação do diálogo com as prefeituras, da ampliação da parceria com o Governo Federal na fiscalização nas divisas e do incremento da política de combate ao tráfico e prevenção ao consumo de crack”, afirmam os integrantes da bancada de oposição.

Por fim, na nota, o grupo afirma que vai acompanhar os desdobramentos do processo e faz um apelo ao governador Paulo Câmara (PSB) e ao secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, para que reavaliem a decisão. “O momento é de união de forças para o combate à criminalidade e ao crescimento da violência e o resgate da transparência e do debate com a sociedade, princípios essenciais do Pacto pela Vida, são fundamentais para construir uma saída para o quadro em que mergulhamos nos últimos três anos”, finaliza.

Sertanejo x Forró volta a dividir opiniões de artistas no São João de Caruaru

Resultado de imagem para santana o cantador

O Pátio de Eventos recebeu o forró tradicional, estilizado e o sertanejo na noite do último sábado (17). Segundo a Polícia Militar, 38 mil pessoas compareceram ao principal polo do São João de Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

A primeira atração foi a banda Caru Forró. Com os vocalistas Edjailson e sua filha Ellen Munik, vários artistas do Nordeste foram homenageados, como Azulão, na música "Afogando a minha dor".

Em seguida foi a vez de uma das atrações mais esperadas, Santanna, O Cantador. Com músicas marcadas na história do forró, o público dançou ao som do cearense. No repertório, canções como "Ana Maria" e "Se tu quiser". A polêmica envolvendo o ritmo sertanejo no São João foi um dos assuntos comentados pelo artista na coletiva de imprensa.

"O problema não é a contratação de sertanejos. Vão acabar com a festa, está perdendo a essência, aquilo que não tem alma não consegue sobreviver. Se é para atender o público, traga na data de aniversário da cidade, no Natal. Eles não têm compromisso com a nossa cultura. Não é pelo fato da música estar fazendo sucesso que ela é boa. Caruaru é conhecida pelo barro, e não pelo plástico", disse Santanna.

Do G1 Caruaru

Associação de Cabos e Soldados-PE realiza coletiva sobre exclusão de presidente Albérisson e vice Nadelson

Resultado de imagem para alberrison da associaçao de cabos e soldados de pernambuco
A Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS-PE) realizará nesta segunda-feira entrevista coletiva para tratar do que define como “ato ditatorial do Governo de Pernambuco”, a exclusão do presidente e vice da entidade, Albérisson Carlos da Silva e Nadelson Leite Costa dos quadros da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). Segundo informe da entidade, os advogados Eduardo Morais, François Cabral e Jethro Silva Júnior estarão presentes na sede da entidade, na Rua Carlos Gomes, 70, Madalena, Recife, para explicar em que consiste a arbitrariedade da decisão. Também está em processo de exclusão o sargento Glaudstony Wanderley Galvão.
 
A exclusão de Albérisson Carlos e Nadelson Leite é atribuída à conclusão pela Corregedoria Geral da SDS dos processos administrativos disciplinares (PADs) e foram oficializadas por portarias assinadas na sexta-feira pelo secretário de Defesa Social, Ângelo Gioia. Segundo a Corregedoria, os líderes da ACS teriam infringido normas do Código Penal Militar na condução da Operação Padrão da PM, iniciada em dezembro de 2016. Expresso no Decreto-Lei 1.001/1969, o Código Penal Militar foi editado em plena ditadura militar e proíbe a greve por parte das forças de segurança, ratificada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 
 
Em nota distribuída no sábado, a ACS-PE informou não ter havido surpresa com a decisão do secretário de Defesa Social, alegando haver várias nulidades por privação do direito à ampla defesa,  afora o que definiram como “arbitrariedade” durante a campanha salarial. 

Ex-vocalista da Cavaleiros do Forró é sepultada sob forró e comoção

Resultado de imagem para cantora de cavaleiros do forro

A comoção marcou o velório da cantora Eliza Clívia neste domingo (17) na cidade de Livramento, na Paraíba. O corpo da artista, que chegou ao estado por volta das 5h, foi velado a partir das 6h em cerimônia aberta ao público no Palhoção do Forró marcada pela comoção. Centenas de pessoas, entre familiares, amigos e fãs, passaram pelo local para se despedir e prestar as últimas homenagens, executadas em ritmo de forró. O enterro foi realizado às 17h no Cemitério da Saudade.

Eliza, que tinha 37 anos de idade, foi vocalista da banda Cavaleiros do Forró e faleceu na última sexta-feira (16), ao lado do marido, o baterista Sérgio Ramos, em um acidente de carro em Aracaju, em Sergipe. A cantora estava na cidade pra divulgar a carreira solo. Outros três integrantes da equipe que estavam no veículo sobreviveram e dois permanecem internados, incluindo o motorista Cleberson José dos Santos, em estado grave. O corpo de Sérgio foi velado na funerária Rosa de Saron, em João Pessoa, e seguiu para o Rio Grande do Norte, onde será enterrado município de Currais Novos.

Carmelita Ventura, prefeita de Livramento e prima de Eliza, decretou luto oficial de três dias na cidade.  "Livramento acaba de ser abalada com a triste notícia do falecimento repentino de uma filha admirada e amada por todos. Família em luto, cidade em luto e mundo do forró em luto", escreveu ela nas redes sociais. A câmera de segurança de um estabelecimento comercial flagrou o momento do acidente, que envolveu um ônibus. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp)  emitiu uma nota afirmando que colaboraria nas investigações.

A banda Cavaleiros do Forró divulgou um comunicado lamentando o falecimento da cantora, que esteve à frente da banda por dez anos, de 2003 a 2013.  "Eliza foi nossa grande RAINHA. Daquelas que realmente são insubstituíveis. Vivemos uma história linda de sucesso e, mais que isso, vivemos uma história de irmandade", dizia o texto. Ela investia na carreira solo há cerca de quatro meses deixar de deixar o comando de outro grupo.

Festa do Sagrado Coração de Jesus, em Tuparetama, também vivenciou os 50 anos de criação da Paróquia

Com missa e procissão, foi encerrada neste sábado, 17 de junho, as festividades do Sagrado Coração de Jesus, em Tuparetama. Na ocasião, foi também comemorado o Jubileu dos 50 anos de criação da Paróquia.

A missa aconteceu no pátio, ao lado da matriz, e foi presidida pelo bispo da diocese de Afogados da Ingazeira, dom Egidio Bisol.

WhatsApp é notificado após anúncio de que não vai mais funcionar em celulares antigos

Resultado de imagem para whatsO WhatsApp recebeu uma notificação da associação de defesa do consumidor Proteste às vésperas da data anunciada pela empresa para suspensão do serviço em aparelhos antigos. Em fevereiro de 2016, o WhatsApp anunciou que deixaria de dar suporte a dispositivos com as seguintes plataformas: BlackBerry OS e BlackBerry 10; Nokia S40; Nokia Symbian S60; Android 2.1 e Android 2.2; Windows Phone 7; e iPhone 3GS/iOS 6.

O prazo dado era até o fim de 2016, mas a empresa controlada pelo Facebook estendeu o limite para os sistemas operacionais BlackBerry OS, BlackBerry 10, Nokia s40 e Symbian S60 até o dia 30 de junho deste ano.

De acordo com a Proteste, trata-se de um desrespeito ao consumidor, especialmente para quem escolhe utilizar um aparelho mais antigo com acesso ao serviço de telefonia provido por todas as operadoras no país. Segundo a entidade, a decisão fere o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor no inciso 9º, que diz: "recusar a venda de bens ou a prestação de serviços, diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento, ressalvados os casos de intermediação regulados em leis especiais."

Em nota, o diretor de Relações Institucionais da Proteste, Henrique Lian, explica que uma vez que o aparelho funciona normalmente, a atualização é um direito do consumidor.

O WhatsApp afirma que foi um decisão difícil de ser feita, mas que estão pensando no futuro e vão concentrar os esforços nas plataformas de celular que a maioria das pessoas utilizam. "Por mais que esses aparelhos celulares tenham feito uma importante parte em nossa história, eles não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro", diz empresa em seu blog.

O aplicativo de mensagem instantânea conta com cerca de 1,2 bilhão de usuários no mundo. No Brasil, a marca de 120 milhões já foi batida.

Agente de polícia de PE é demitido por desviar armas para saldar dívidas com traficantes

Um agente da Polícia Civil foi demitido da corporação por desviar armas de fogo para saldar dívidas com traficantes. Usuário de drogas, o policial ainda aproveitou a ausência de um colega de trabalho para subtrair 25 pedras de crack, que foram apreendidas pela polícia, para consumo próprio, segundo portaria publicada no Diário Oficial do estado. Na época, ele exercia a função de chefe administrativo da 26ª Circunscrição Policial, sediada em Rio Doce, Olinda.

Segundo o texto da Secretaria de Defesa Social, os crimes ocorreram em 2008. Com objetivo de consumir a droga, o agente teria pegado as 25 pedras de crack apreendidas pela corporação no momento que um de seus colegas saiu da unidade policial para jantar.

“Além disso, ao tempo em que era Chefe Administrativo na citada unidade policial, desviou ainda em proveito próprio armas de fogo, as quais foram utilizadas como garantia de pagamento das drogas por ele adquiridas, visando saldar dívida contraída com traficantes”, diz a publicação.

O texto de demissão foi assinado pelo secretário de Defesa Social, Angelo Gioia. Os autos do processo foram encaminhados para a Procuradoria de Apoio Jurídico Legislativo do Governador para que sejam tomadas as providências cabíveis.

Do G1 PE

Senador Humberto Costa diz que acusações de Joesley enfraquem 'ainda mais o governo'

Resultado de imagem para humberto costa

O senador Humberto Costa (PT-PE) avaliou que a acusação do dono da JBS, Joesley Batista, de que o presidente Michel Temer é o "chefe de uma organização criminosa" deve dificultar a sua permanência no cargo.

"Essa acusação só faz enfraquecer ainda mais o governo que está sem nenhuma condição de permanecer no poder do ponto de vista político e ético", afirmou Costa.

Para ele, as denúncias contra Temer são "extremamente graves". "O mais grave de tudo é que ele (Joesley) apresentou, desde o acordo de delação (premiada), um conjunto de provas. Isso tudo é muito assustador."

Costa considerou ainda que a delação premiada da JBS foi "arrasadora" para o PMDB e o PSDB. Sobre as acusações de Joesley de que o PT teria "institucionalizado" a corrupção, o senador afirmou que são de "uma fragilidade imensa".

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE