Guerra aos canudos: projeto de lei quer proibir o uso em Pernambuco

Considerado sagrado em inúmeras culturas, o oceano é o destino final para 8 milhões de toneladas de plástico lançadas a cada ano. Esse descarte, que fez surgir as chamadas “ilhas de lixo”, causa mortes e mutilações de animais. Depois que um vídeo mostrando o sofrimento de uma tartaruga marinha resgatada com um canudo preso na narina viralizou, campanhas e petições online pelo banimento do produto surgiram em diversas cidades e países do mundo.

Ilustração com o desenho do planeta terra e fundo azul, remetendo ao oceano. Ao lado do desenho, está escrito: "Em todo o planeta, pelo menos 8 milhões de toneladas de plástico acabam nos oceanos todos os anos (o equivalente a 22 mil aviões jumbo 747, um dos maiores do mundo)."

Em Pernambuco, tramita na Assembleia Legislativa (Alepe) o Projeto de Lei nº 1928/2018, que pretende vedar, a partir de 2022, a fabricação, comercialização e distribuição gratuita de canudos flexíveis plásticos usados para ingerir líquidos. A proposição foi protocolada pelo deputado Everaldo Cabral (PP). Iniciativas semelhantes, com apoio massivo da população, já foram aprovadas nas cidades do Rio de Janeiro e de Seattle (EUA), assim como no Estado do Rio Grande no Norte.

Na justificativa, o parlamentar pernambucano defende a extinção dos canudos plásticos. “A iniciativa visa evitar toda sorte de poluição e degradação ambiental, em especial no habitat marinho e fluvial, mutilando os animais, que são as maiores vítimas, sem esquecer, ainda, dos riscos para crianças”. A proibição não se aplica aos canudos de papel ou outro material biodegradável. Os de plástico que estejam no mercado ou nos estoques fabris poderão ser comercializados ou distribuídos até o último dia do ano anterior à data de proibição prevista no texto.

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE