Assembleia Legislativa de Pernambuco renova mais da metade da bancada, mas perpetua poder familiar

Resultado de imagem para nova assembleia legislativa de pernambuco

A bancada eleita para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), no último domingo (7), apresenta um percentual de 51,02% de renovação em relação à bancada atual. Isso significa que serão 25 novos parlamentares do total de 49 que compõem a Casa. Mas tal índice, maior em relação à eleição de 2014, quando foram 21 parlamentares novos, também está associado à perpetuação de grupos familiares no poder.

Entre os novos nomes da Alepe, pelo menos 13 deles têm vínculo familiar com algum político do Estado, à exemplo de Aglaison Victor (PSB), filho do prefeito de Vitória, Aglaison Júnior (PSB), e de Fabíola Cabral (PP), filha do prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral (PSB). Esse laço nem sempre é de sangue, mas sim matrimonial, como é o caso de Alessandra Vieira (PSDB), esposa do ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira (PSDB) e Dulcicleide Amorim (PT), esposa do deputado estadual Odacy Amorim (PT), que disputou um mandato na Câmara dos Deputados, mas não conseguiu se eleger.

Houve casos de renovação em relação à legislação anterior, mas de nomes que já estiveram na Alepe, como João Paulo (PT), Zé Queiroz (PDT) e Manoel Ferreira (PSC). Esse último voltou para política e garantiu um representante da Família Ferreira na Casa com a saída do seu filho, André Ferreira (PSC), eleito deputado federal.

O professor de ciência política e autor do livro "A Primazia dos Clãs: A família na política nordestina", Vanuccio Pimentel, nomeia tal fenômeno. “São organizações familiares que se estruturam dentro de um sistema político para garantir espaço, onde o objetivo é garantir espaço político que mantenha a sobrevivência desse grupo familiar. Então, isso é o caso de Fabíola, dos Ferreira, dos Magalhães, do Silvio Costa e dos filhos”, explica. João Paulo Costa (Avante), filho de Silvio, foi eleito deputado estadual, enquanto seu irmão, Silvio Costa Filho, vai para a Câmara dos Deputados.

Entre os que não conseguiram se reeleger, estão deputados com um grande histórico na Casa, como Marcantônio Dourado (PSB), que estava no seu oitavo mandato, e Augusto César, com mais de cinco passagens pela Casa.

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE